Criadora do ProntonMail pede registro de marca no Brasil citando criptomoedas

Empresa se posiciona no Brasil com registro de marca.

Aplicativo de celular da ProtonMail, da empresa Proton AG que dá suporte a criptomoedas
Aplicativo de celular da ProtonMail, da empresa Proton AG

A empresa Proton, famosa por criar o ProtonMail, chega ao Brasil com possível suporte a negociações de criptomoedas, inclusive de compra e venda em uma plataforma.

Com sede em Genebra, na Suíça, a Proton AG tem vários serviços para usuários da internet se destacando pelo e-mail criptografado de ponta-a-ponta e VPN.

Essas ferramentas são essenciais para quem busca uma maior privacidade pela internet, lema defendido pelo próprio movimento Cypherpunk, que tiveram seus membros responsáveis pela criação conceitual e técnica do Bitcoin, visto que Satoshi Nakamoto era um.

De código-aberto, as ferramentas também carregam o lema da transparência desde 2013, quando seus criadores se conheceram no Cern, local onde nasceu a internet.

Proton pede registro no Brasil citando criptomoedas

A suíça Proton AG pediu um registro de marca no Brasil colocando em destaque as criptomoedas, ao lado de um possível serviço de autenticação de usuários usando a tecnologia blockchain.

Esse pedido foi feito ao INPI, mostrando que a empresa busca uma expansão e uso de sua marca no país. Entre os possíveis serviços que serão oferecidos, estão o consultoria em cibersegurança, software que permite pagamentos com criptomoedas, além de opções de privacidade, encriptação, entre outros.

Chama atenção ainda que a empresa citou suporte tokens não-fungíveis, que são os famosos NFTs, algo que ainda não havia sido declarado pela empresa o suporte.

Serviços de software como serviço (SaaS) com software para uso em eletronicamente criar, acessar, negociar, armazenar, enviar, receber, aceitar, transmitir, processar, comprar, vender, fazer câmbio com, fazer transação com, visualizar e gerenciar cripto-colecionáveis, ativos digitais, arte digital e tokens não fungíveis; Serviços de software como serviço (SaaS) com software para uso como carteira digital e carteira de criptomoedas“.

Ao todo, foram feitos mais de 3 registros da empresa no país nos últimos dias declarando suporte a criptomoedas, o que indica uma ampla adoção ao setor.

Pedido de registro da Proton, da ProtonMail e ProtonVPN no Brasil cita as criptomoedas
Pedido de registro da Proton, da ProtonMail e ProtonVPN no Brasil cita as criptomoedas /INPI

Doações e compras com criptomoedas

É importante lembrar que esse é um importante serviço que já aceita criptomoedas há alguns anos, principalmente em doações, quando o ProtonMail aceita Bitcoin e mais criptomoedas, como Ethereum, DAI, entre outras.

Além disso, para apoiar o desenvolvimento dessa solução, interessados podem comprar itens na loja virtual da Proton, pagando em criptomoedas por todo o processo. A única ressalva é que a empresa deixa claro que compras com criptomoedas não permitem estorno.

ProtonMail já aceita criptomoedas como doação e compras em sua loja
ProtonMail já aceita criptomoedas como doação e compras em sua loja /Reprodução

Não está claro o que muda com o registro de marca da empresa no Brasil, mas mostra que a empresa segue atenta a usuários do país.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias