Putin manda governo e Banco Central entrarem em acordo sobre criptomoedas

Em 20 de janeiro, o Banco Central propôs banir completamente a emissão, mineração e circulação de criptomoedas na Rússia.

Recentemente a Rússia vem adotando diferentes pontos de vista em relação às criptomoedas, o problema é que muitas vezes esses pontos de vista são contraditórios, com partes do governo propondo a proibição das criptomoedas no país, enquanto outras querem criar um ambiente mais amigável para o setor.

A confusão, que vem principalmente do Banco Central, que costuma ter uma posição contrária ao Bitcoin em relação ao resto do governo, acabou até mesmo exigindo a intervenção de Vladmir Putin.

Como anunciado no portal do Kremlin, o presidente da Rússia pediu que os governos da nação e o Banco Central entrem em um acordo sobre a situação das criptomoedas.

Putin diz que Rússia tem vantagens

Em uma videoconferência realizada entre o presidente e os membros do governo no dia 26, Putin disse estar familiarizado com as discussões sobre a legislação do criptomercado.

 “O Banco Central não deve ficar na frente do nosso progresso tecnológico e está realizando os esforços necessários para introduzir as últimas tecnologias na nossa área de atividade.” Afirmou o chefe de estado da Rússia.

Conforme o presidente da Rússia, a posição dos reguladores é motivada pelo fato de que a expansão desse tipo de negócio pode oferecer riscos para os Russos, dado a volatilidade das criptomoedas.

Entretanto, ele também fez questão de ressaltar que a Rússia oferece um campo amplo para o crescimento das criptomoedas e até mesmo um lugar onde há a possibilidade de crescimento para todo o setor com as muitas vantagens que o país oferece.

“Apesar de que, claro, nós temos vantagens competitivas aqui, especialmente na mineração, na energia elétrica sobressalente e no pessoal treinado e disponível no país.” concluiu.

A declaração de Putin não contém um julgamento proibitivo inequívoco. Pelo contrário, a ênfase da Rússia em seu potencial reforça a visão de que as atividades de comércio e mineração de criptomoedas serão regulamentadas, não proibidas.

Rússia e Bitcoin

Em 20 de janeiro, o Banco Central propôs banir completamente a emissão, mineração e circulação de criptomoedas na Rússia.

No entanto, em 25 de janeiro, o Ministério das Finanças, representado pelo chefe do departamento de política financeira, Ivan Chebeskov, se opôs à proibição total das criptomoedas na Federação Russa.

“O Ministério das Finanças está ativamente envolvido no desenvolvimento de iniciativas legislativas em matéria de regulação deste mercado e, por sua vez, temos um conceito de regulação preparado, que estamos a discutir no Ministério das Finanças e agora foi enviado ao governo. Mas embora não tenhamos uma decisão sobre esse conceito, não houve uma posição oficial do governo”, disse o funcionário.

Com a Rússia sendo responsável por cerca de 11% da mineração mundial de Bitcoin , segundo o próprio Banco Central, é importante que o país encontre uma posição comum, negativa ou positiva, em relação ao criptomercado entre todas as autoridades.

Foi exatamente isso que Putin pediu durante a reunião, falando para que as partes envolvidas relatem a ele qualquer decisão envolvendo o criptomercado.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias