Quase 7% dos bitcoins em circulação estão em carteiras de 8 exchanges

Siga no

Segundo um relatório publicado pelo Token Analyst, quase 7% dos bitcoins em circulação estão armazenados nas carteiras das oito maiores exchanges de criptomoedas e esse número tem aumentado constantemente.

O Token Analyst fornece dados históricos e em tempo real sobre o setor de blockchain. Estima-se que cerca de 1.200.000 BTC estejam em posse das oito maiores exchanges, representando quase 7% do montante total em circulação, hoje próximo a 18.000.000 BTC.

Um gráfico compartilhado pelo Token Analyst revela que o Huobi Group possui a maior quantidade de BTC em suas carteiras. A atual maior exchange de criptomoedas do mundo, a Binance, e a principal plataforma de negociação de derivativos de criptomoedas, a BitMEX, também tem grandes quantidades de BTC sob custódia.

A empresa Blockchain.com, um dos principais provedores de carteiras de criptomoedas e serviço de explorador de blockchain, publicou uma postagem dia 8 de outubro, intitulada “O ativo mais sólido do mundo é ironicamente virtual”.

“Nos últimos meses, enfrentamos instabilidades financeiras, comerciais e políticas crescentes, resultando em preocupações crescentes em relação a uma grande crise econômica global. A disputa comercial entre os Estados Unidos e a China, o Brexit e outras turbulências políticas EUROPEIAS, outro incumprimento soberano e o retorno dos controles de capital à Argentina, e os desafios ao papel dos bancos centrais e sua independência pesaram nos mercados.”

A postagem acrescentou que “ativos sólidos”, como o ouro, tiveram um bom desempenho, historicamente, em tempos de incerteza política e econômica.

A demanda por “ativos sólidos” está aumentando globalmente

Os “ativos sólidos” são um tipo de propriedade tangível que é prezado por sua oferta limitada, observou o blog do Blockchain.com. Diferentemente dos “ativos maleáveis”, como ações, títulos e moedas fiduciárias, que podem ter sua oferta aumentada com bastante facilidade, os ativos sólidos nos ajudam a gerenciar melhor os riscos e têm maior probabilidade de preservar o valor a longo prazo durante períodos de crises econômicas.

A postagem confirma que os bancos centrais de países em todo o mundo estão adquirindo cada vez mais ouro.

O investidor bilionário, Ray Dalio, também recomendou aumentar a participação em ouro. O preço do ouro subiu 16% nos últimos cinco meses.

O Blockchain.com argumenta:

“Não vemos a alta do ouro e do bitcoin com motivos distintos”

O relatório do Blockchain.com sugere que o Bitcoin é um investimento melhor que o ouro.

“Compare a oferta de ouro que está cada vez maior com a do bitcoin, que tem um limite máximo de 21 milhões de moedas. O protocolo de software do Bitcoin, apresentado publicamente pela primeira vez há 11 anos, rege uma oferta total fixa e algoritmicamente determinística que, ao contrário do ouro, não é afetada pelas mudanças de preço.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
sabotag3x
Top 100 poster @ bitcointalk, altcoin maximalist, interessado em mineração, trading, detalhes técnicos e econômicos. Do zero ao milhão em 6 meses com a Iconic Services. Nunca comprei 1 bitcoin, nem mesmo 1 satoshi, e não pretendo comprar.
Peter Thiel, bilionário cofundador do Paypal

Bilionário americano diz que Bitcoin é o mercado mais honesto do país

Peter Thiel, bilionário e cofundador do PayPal, falou sobre o preço e o valor do Bitcoin durante conferência da The Federalist Society sobre leis...
Luciano Hang durante CPI da Pandemia

Luciano Hang zomba da CPI da Pandemia com “Biticóil” e “Crepetomoeda”

Luciano Hang citou que o "Biticóil" e a "Crepetomoeda" foram duas palavras novas adicionadas ao dicionário mundial, zombando do relatório da CPI da Pandemia. Nas...

“Bitcoin a 60 mil dólares é sinal de que o governo está em perigo”,...

O Bitcoin está sendo negociado em valores recordes desde o começo desta quarta-feira (20) e sempre que a criptomoeda atinge um novo recorde, muitos...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias