Quase 7% dos bitcoins em circulação estão em carteiras de 8 exchanges

Siga no

Segundo um relatório publicado pelo Token Analyst, quase 7% dos bitcoins em circulação estão armazenados nas carteiras das oito maiores exchanges de criptomoedas e esse número tem aumentado constantemente.

O Token Analyst fornece dados históricos e em tempo real sobre o setor de blockchain. Estima-se que cerca de 1.200.000 BTC estejam em posse das oito maiores exchanges, representando quase 7% do montante total em circulação, hoje próximo a 18.000.000 BTC.

Um gráfico compartilhado pelo Token Analyst revela que o Huobi Group possui a maior quantidade de BTC em suas carteiras. A atual maior exchange de criptomoedas do mundo, a Binance, e a principal plataforma de negociação de derivativos de criptomoedas, a BitMEX, também tem grandes quantidades de BTC sob custódia.

A empresa Blockchain.com, um dos principais provedores de carteiras de criptomoedas e serviço de explorador de blockchain, publicou uma postagem dia 8 de outubro, intitulada “O ativo mais sólido do mundo é ironicamente virtual”.

“Nos últimos meses, enfrentamos instabilidades financeiras, comerciais e políticas crescentes, resultando em preocupações crescentes em relação a uma grande crise econômica global. A disputa comercial entre os Estados Unidos e a China, o Brexit e outras turbulências políticas EUROPEIAS, outro incumprimento soberano e o retorno dos controles de capital à Argentina, e os desafios ao papel dos bancos centrais e sua independência pesaram nos mercados.”

A postagem acrescentou que “ativos sólidos”, como o ouro, tiveram um bom desempenho, historicamente, em tempos de incerteza política e econômica.

A demanda por “ativos sólidos” está aumentando globalmente

Os “ativos sólidos” são um tipo de propriedade tangível que é prezado por sua oferta limitada, observou o blog do Blockchain.com. Diferentemente dos “ativos maleáveis”, como ações, títulos e moedas fiduciárias, que podem ter sua oferta aumentada com bastante facilidade, os ativos sólidos nos ajudam a gerenciar melhor os riscos e têm maior probabilidade de preservar o valor a longo prazo durante períodos de crises econômicas.

A postagem confirma que os bancos centrais de países em todo o mundo estão adquirindo cada vez mais ouro.

O investidor bilionário, Ray Dalio, também recomendou aumentar a participação em ouro. O preço do ouro subiu 16% nos últimos cinco meses.

O Blockchain.com argumenta:

“Não vemos a alta do ouro e do bitcoin com motivos distintos”

O relatório do Blockchain.com sugere que o Bitcoin é um investimento melhor que o ouro.

“Compare a oferta de ouro que está cada vez maior com a do bitcoin, que tem um limite máximo de 21 milhões de moedas. O protocolo de software do Bitcoin, apresentado publicamente pela primeira vez há 11 anos, rege uma oferta total fixa e algoritmicamente determinística que, ao contrário do ouro, não é afetada pelas mudanças de preço.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
sabotag3x
Top 100 poster @ bitcointalk, altcoin maximalist, interessado em mineração, trading, detalhes técnicos e econômicos. Do zero ao milhão em 6 meses com a Iconic Services. Nunca comprei 1 bitcoin, nem mesmo 1 satoshi, e não pretendo comprar.

Debate Descentralizado: stablecoins podem impactar outras criptomoedas

As stablecoins são possivelmente um dos pilares do mercado de criptomoedas atualmente. O USDT, por exemplo, é usado como medidor de demanda por investidores....
Trade na Uniswap baleia

Criador da Uniswap quer melhorar negociações de baleias Ethereum

Hayden Adams, o criador da Uniswap quer implementar uma melhoria para as negociações de baleias de Ethereum. Um estudo está sendo feito em conjunto...
US Marshals na vigilância do telhado bitcoin

Polícia americana contrata empresa para armazenar bitcoins apreendidos

A polícia dos Estados Unidos quer guardar os bitcoins apreendidos em operações e para isso, contratou uma empresa especializada, a Anchorage Digital. De acordo com...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias