Receita Federal apreende máquinas de minerar Bitcoin com casal na Ponte da Amizade

Máquinas estavam em carro de casal, que afirmou estarem levando material para o Rio Grande do Sul.

Siga no
Ponte Internacional da Amizade entre Brasil e Paraguai Receita Federal Bitcoin
Ponte Internacional da Amizade entre Brasil e Paraguai

A Receita Federal do Brasil apreendeu máquinas de minerar Bitcoin de um casal que cruzava a Ponte Internacional da Amizade (PIA). A autarquia já opera no local há duas semanas, com reforço do efetivo fiscalizando a fronteira com o Paraguai.

Essa operação, chamada Escudo, conta com a participação de mais de 70 servidores da Receita que estão na cidade de Foz do Iguaçu (PR). No local, a operação já dura mais de duas semanas, conforme o órgão brasileiro.

Até o último sábado, R$ 10,2 milhões em mercadorias consideradas ilegais foram impedidas de entrar no Brasil.

“Entre as retenções, foram encontradas muitas ocultas, algumas em compartimentos de veículos, fundos falsos de ônibus, veículos e motos, em capacetes e até mesmo presas junto ao corpo do viajante, por baixo das vestimentas.”

Casal tentou entrar no Brasil com máquinas de minerar Bitcoin

A Receita Federal informou que um dos destaques da operação acabou sendo de um casal, que vinha do Paraguai. A bordo de um Jeep Renegade, o casal de Caxias (RS) vinha com uma mercadoria que foi tratada como incomum pela fiscalização.

“[…] OUTRA FISCALIZAÇÃO RESULTOU NA RETENÇÃO DE UMA MERCADORIA INCOMUM. QUATRO MINERADORAS DE CRIPTOMOEDAS (BITCOINS) ENCONTRADAS COM UM CASAL DE CAXIAS/RS QUE VIAJAVA EM UM JEEP RENEGADE.”

Isso porque, dentro do veículo estavam quatro máquinas de minerar Bitcoin, das quais logo chamaram atenção da Receita para os produtos. Segundo o casal, os equipamentos seriam computadores usados que estariam sendo levados para manutenção no Rio Grande do Sul.

No entanto, durante a entrevista com a fiscalização, no âmbito da Operação Escudo, o casal entrou em contradição, revelando que as máquinas na verdade eram mineradoras de Bitcoin. O valor de cada máquina é avaliado em R$ 12 mil, revelou a autarquia federal.

“Disseram se tratar de computadores usados que teriam trazido para manutenção. Durante a entrevista, caíram em contradição e acabaram admitindo que se tratava de mineradoras de criptomoedas usadas e que as levariam para o Rio Grande do Sul. O valor de cada uma ultrapassa R$ 12 mil.”

Receita Federal vai manter Operação Escudo por tempo indeterminado

Com mais de duas semanas de operação, a Receita Federal afirmou que a movimentação na fronteira foi melhor monitorada. Além das mineradoras de Bitcoin, cigarros, drogas, R4 7,2 milhões em dinheiro e até veículos foram apreendidos na região.

“Já as equipes volantes, que estão fiscalizando a região urbana e estradas da região de Foz do Iguaçu e Cascavel, também apreenderam grande quantidade de mercadorias, 23 veículos, cinco, três caminhões e aproximadamente R$ 7,2 milhões.”

Arma e munições apreendidas pela Receita Federal em Operação Escudo
Arma e munições apreendidas pela Receita Federal em Operação Escudo

Com o reforço do efetivo, a Receita informou que irá manter a Operação Escudo por tempo indeterminado, para evitar a entrada de itens pela fronteira que possam causar a concorrência desleal no Brasil.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin e bandeira da China

China quer criar imposto sobre Bitcoin e coloca em dúvida banimento

O governo da China planeja criar um imposto para corretoras de Bitcoin que operam no país, colocando em dúvida o banimento de transações de...
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin rompe alta histórica e é negociado acima dos 65 mil dólares

Com um mercado otimista em relação a questões regulatórias, o preço do Bitcoin rompeu a sua máxima histórica de 64.895 dólares registrada em abril...

Criptomoeda “promissora e fora do radar” desaparece com R$3 milhões dos investidores

Golpes envolvendo arrecadação de dinheiro e então um abandono do projeto são bem comuns, mas a CryptoEats foi além. A falsa empresa usou influenciadores...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias