Receita Federal em Brasília contrata curso de criptomoedas

Treinamento na modalidade EAD deve atender dois servidores da receita, veja mais sobre abaixo.

A Receita Federal do Brasil (RFB), em Brasília (DF), contratou um curso para dois de seus servidores se capacitarem melhor em criptomoedas. O valor pago pelo treinamento é de R$ 7.500,00, na modalidade EAD.

A informação foi compartilhada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (15), dia que coincidentemente começam as declarações de Imposto de Renda no Brasil.

Com isso, não está claro se o treinamento tem alguma ligação com o IRPF 2023, mas tudo indica que a receita segue reforçando o entendimento dos colaboradores sobre o tema.

Quem fornecerá o curso de criptomoedas para a Receita Federal do Brasil?

Responsável pela apresentação dos conteúdos, a Associação Paulista de Estudos Tributários (APET) foi a escolhida para treinar a RFB sobre o assunto.

O objeto contratado envolve o “treinamento em Criptoativos e Planejamento Tributário para servidores do Serviço de Fiscalização dos Maiores Contribuintes, na modalidade EAD”.

Considerado um serviço especializado, a RFB publicou a dispensa de licitação para contratação da empresa paulista. Assinou a contratação Paulo Faria Marques, Chefe da Divisão de Programação e Logística da Superintendência da Receita Federal do Brasil da 1ª Região Fiscal.

Receita se prepara para coletar informações automáticas de corretoras

Desde 2019, quando a Receita Federal começou a exigir de brasileiros a declaração de imposto de renda em negociações de criptomoedas, muita coisa mudou.

Dentre as novidades, a receita começou a divulgar relatórios das movimentações mensalmente, mostrando que acompanha com atenção o mercado.

Além disso, na edição do Imposto de Renda Pessoa Física em 2022, investidores começaram a declarar bitcoin, NFTs, entre outros usando códigos específicos para isso.

Mesmo assim, as novidades não param e no ano de 2023, como adiantado pelo Livecoins, a RFB captará informações automaticamente em corretoras. Com isso, na modalidade de declaração pré-preenchida, os brasileiros investidores de criptomoedas já poderão observar seus saldos declarados.

Entenda como funcionam as declarações

No Brasil, a Receita Federal é o órgão que exige que todos os brasileiros declarem suas informações financeiras corretamente. Caso isso não ocorra, o cidadão pode ter problemas com o Fisco no futuro, como multas, juros e outras penalidades.

Caso a declaração não seja precisa e completa, o contribuinte ainda arrisca cair na malha fina, quando há erros nas declarações.

Na edição 2023, as declarações começam a ser recebidas pela Receita Federal nesta quarta-feira (15), até o dia 31 de maio.

Em nota, o supervisor nacional do programa do Imposto de Renda, José Carlos da Fonseca, destaca que a responsabilidade pela declaração é do contribuinte, por isso ele deve conferir atentamente as informações recuperadas pela pré-preenchida com os comprovantes de rendimentos recebidos.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias