Robôs do Telegram podem roubar suas criptomoedas

Siga no

Para quem já conhece o Telegram, sabe que existe a possibilidade de configurar o uso de Robôs (bots) para que realizem algumas tarefas, porém surge no caminho opções que, se não forem tomados os devidos cuidados, podem roubar suas criptomoedas.

Sabemos que o uso de algoritmos para melhorar a capacidade do ser humano automatizar tarefas vem desde a Revolução Industrial. Somos preguiçosos por natureza, e queremos que alguém faça por nós o que não consideremos relevante ao cotidiano.

Obviamente, essa preguiça toda faz com que pensemos em reduzir nosso tempo gasto em atividades indesejadas, e programamos máquinas e computadores para realizar os nossos serviços, ao ponto de já existir no Telegram essa função.

Ao entrar em um grupo ou página pode ser recebido por um “Olá, seja bem-vindo ao nosso grupo, leia as regras aqui”. Isso é comum de acontecer, e tarefas de atendimentos podem ser minimizados com isso.

Diferente do Twitter que é facilmente adquirido uma legião de seguidores, talvez até comprando seguidores, o Telegram exige um certo nível de comprometimento das equipes que querem bombar suas comunidades por essa plataforma.

Para todos os ICOs lançados ter um Telegram Oficial e manter um nível de engajamento com a comunidade é fundamental para a transparência dos projetos.

Com isso, surge a possibilidade de criar robôs de atendimento no Telegram para que realize alguns níveis de atendimento, e é através daí que podem roubar suas criptomoedas.

Vários bots podem reinvidicar tokens de airdrops inclusive utilizando bots para isso, de forma que suas criptomoedas não serão dadas a você e sim a terceiros, isso se agrava com a notícia de um vazamento de dados ainda em Abril de 2018.

Algumas empresas que estão realizando ICOs já estão cientes da atuação dos Bots e estão buscando formas de amenizar o impacto de suas ações, para que não seja prejudicial as próprias comunidades futuramente.

[quads id=3]

Vazamento de Dados no Telegram

Um usuário do Twitter alertou que descobriu um vazamento de dados do Telegram, que coloca mais de 70 milhões de usuários + telefones nas mãos de pessoas mal intencionadas, e isso pode ser prejudicial na medida em que vários usuários de criptomoedas utilizam o mesmo número de telefone em 2FA/recovery ou mesmo para quem não gostaria de ter sua privacidade exposta.

 

ICO Telegram

Aproveitando o assunto, devemos alertar para um outro golpe envolvendo a empresa Telegram, que é o falso ICO (Oferta Inicial de Moedas) que vez ou outra está aparecendo em comunidades de criptomoedas mundiais.

O Fernando Ulrich, um dos maiores influenciadores de criptomoedas no Brasil atualmente, que inclusive ministra cursos e palestras sobre o tema foi vítima deste golpe.

O Telegram realizou um processo de financiamento até o momento fechado a empresas, e ainda não há opção para investidores comuns ter a possibilidade dessa compra de tokens, deixamos ainda um link com mais detalhes sobre o tema: Telegram ICO.

Assista um vídeo sobre o ICO do Telegram, ative as legendas e configure para PT-Br:

[quads id=3]

O detalhe é que todas as situações aqui expostas são sérias e seguiremos acompanhando os desdobramentos, de qualquer forma se mantenha vigilante com as suas criptomoedas e cuidado com golpes e scams.

Devemos deixar claro que o posicionamento deste artigo não é por sermos contra a presença de robôs nas plataformas, eles apenas fazem o que foram ordenados a fazer. Logo, a situação aqui é expor a cautela a ser tomada sempre, e mais ainda de agora em diante.

Ser o seu próprio banco também envolve realizar a sua segurança, nunca se esqueça.

Fonte: Bitcoin

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Sede Capitual

Agora é possível fazer saque de criptomoedas em Banco24Horas

Agora é possível realizar saques de criptomoedas em caixas eletrônicos. A ação é resultado de parceria do Banco Capitual com a TecBan, que agora...
Gary Cohn

Ex-assessor de Trump diz que bitcoin não tem transparência

O ex-assessor econômico de Donald Trump, Gary Cohn, disse à Bloomberg em uma entrevista que o bitcoin não tem transparência e integridade. Gary é...
Diem Facebook

Criptomoeda do Facebook agora se chama Diem

O Facebook rebatizou a sua criptomoeda e a Libra agora se chama “Diem”. A mudança de nome tem como objetivo receber aprovação regulatória. Diem...

Últimas notícias

Ex-assessor de Trump diz que bitcoin não tem transparência

O ex-assessor econômico de Donald Trump, Gary Cohn, disse à Bloomberg em uma entrevista que o bitcoin não tem transparência e integridade. Gary é...

Criptomoeda do Facebook agora se chama Diem

O Facebook rebatizou a sua criptomoeda e a Libra agora se chama “Diem”. A mudança de nome tem como objetivo receber aprovação regulatória. Diem...

“Bitcoin deu Touro de Ouro”, aponta Pablo Spyer

O "tourinho" chegou ao mercado de criptomoedas, na visão do famoso analista Pablo Spyer, diretor da corretora Mirae. Na manhã desta terça-feira (1), ele...