Ronaldinho Gaúcho presta depoimento na CPI das Criptomoedas

Ex-jogador diz que não descumpriu pedido de comparecimento em CPI das Pirâmides Financeiras e realiza depoimento após duas faltas.

Ronaldo de Assis Moreira, o Ronaldinho Gaúcho, compareceu nesta quinta-feira (31) na CPI das Pirâmides Financeiras de criptomoedas para prestar seu depoimento como suspeito de participar dos golpes 18k Ronaldinho e LBLV.

Como um garoto propaganda dos golpes financeiros, ele prestou depoimento como investigado na Comissão de Inquérito Parlamentar.

O deputado Aureo Ribeiro (SD-RJ), presidente da CPI, declarou que a presença de Ronaldinho Gaúcho se deu para explicar a razão dele ceder sua imagem para esquemas que lesaram inúmeras famílias brasileiras.

Ronaldinho Gaúcho disse que não planejava evadir do Brasil para driblar CPI das Pirâmides de criptomoedas

Em suas considerações iniciais, Ronaldinho Gaúcho declarou que não recebeu intimação da CPI das Pirâmides Financeiras, mas mesmo assim tentou viajar para depor.

O ex-jogador, famoso por participar do pentacampeonato da Seleção Brasileira e uma grande carreira vencedora no Barcelona e outros clubes, se colocou à disposição para explicar sobre suas imagens nos golpes financeiros.

De acordo com Ronaldinho Gaúcho, a “18k Ronaldinho” utilizou indevidamente seu nome para criar a empresa. Ele havia apenas um licenciamento de imagem com a 18k Watches, para criar uma linha de relógios em seu nome.

Ronaldinho disse que o clube Flamengo também criou sua linha de relógios com a mesma empresa, além de outras personalidades. Ou seja, o jogador alegou perante a CPI que nunca trabalhou como sócio, e que Marcelo Lara utilizou indevidamente seu nome e imagem.

“O meu irmão ficou sabendo que a empresa 18k Ronaldinho estava trabalhando com a venda de bitcoins, mas nunca foi autorizado que essa empresa utilizasse minha imagem ou apelido.”

Ronaldinho disse ainda que prestou depoimento ao Ministério Público de São Paulo, e se disse uma vítima da empresa e seus sócios.

Ronaldinho Gaúcho disse que não tem criptomoedas como investimento e nunca investiu no mercado

Em resposta ao presidente da CPI, Ronaldinho Gaúcho reforço seguidas vezes que não trabalhava na empresa, apenas cedeu sua imagem para publicidade da 18k Watches e depois se viu como vítima da 18k Ronaldinho.

Questionado se investe em criptomoedas, Ronaldinho Gaúcho prontamente negou ter valores. Além disso, ele alegou que não tem criptomoedas para serem liquidados para ressarcimento de clientes, visto que nunca investiu neste mercado.

Em várias outras perguntas, Ronaldinho preferiu permanecer em silêncio, visto que ele ganhou um habeas corpus no STF.

Além das perguntas negando a participação na 18k Ronaldinho, o ex-jogador também negou a participação na LBLV.

O depoimento de Ronaldinho ocorre uma semana após seu irmão comparecer na CPI das Pirâmides Financeiras, Roberto de Assis Moreira.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Últimas notícias