Banco Santander expandirá uso de criptomoeda

Empresa está gostando da tecnologia blockchain!

Siga no
Santander Ripple
Santander Ripple

O banco Santander, com sede na Espanha, afirmou que irá expandir o uso da tecnologia blockchain, utilizando para isso a Ripple (XRP). O Brasil é um dos países que terão essa ferramenta a disposição.

Diretor do Banco Santander afirmou que tecnologia da Ripple (XRP) tem ajudado banco

Recentemente, John Whelan, que é diretor de investimentos digitais do Santander, afirmou que irá expandir a atuação do banco com blockchain. Whelan foi um dos responsáveis pela implementação da tecnologia blockchain em transações do Banco Santander.

Além disso, John afirmou que o banco Santander já utiliza a tecnologia Ripple em quatro países, que são: Brasil, México, Reino Unido e Espanha. Contudo, a expansão da tecnologia será para todas as regiões onde o banco atua. Ou seja, mais seis países que possuem agências do Santander terão a disposição a nova funcionalidade.

Whelan afirmou durante evento da IIEA, no último dia 13, que a tecnologia blockchain tem capacidade de alterar o cenário do setor financeiro mundial. De fato, a blockchain que o Santander trabalha é a Ripple.

Aplicações blockchain devem focar em três pontos-chave

De acordo com Whelan, as aplicações blockchain devem focar de forma simultânea em três pontos. Primeiramente, a tecnologia, em seguida viria a demanda e por fim a conformidade.

Com isso, John disse durante o evento que trará a solução One Pay FX para todas as agências do Santander no mundo. As aplicações da One Pay FX são relacionadas ao câmbio, ou seja, possui o foco em remessas.

Whelan afirmou ainda que utilizou o serviço para enviar dinheiro aos EUA. O diretor do Santander afirmou que com essa solução, as transferências são instantâneas e seguras.

É uma ótima experiência do usuário. Eu mesmo uso. Enviei dinheiro para os Estados Unidos. Está disponível no mesmo dia. Fantástico, e com uma taxa garantida.

Solução do Santander não utiliza o XRP, apenas a blockchain Ripple

O banco utiliza uma solução que funciona junto da Ripple, chamada de xCurrent. O Santander afirmou recentemente não utilizar propriamente o token XRP em suas transações entre países.

Isso indica que, ainda que o banco veja vantagens na tecnologia, utiliza de forma parcial. A Ripple é uma moeda digital que participa ativamente do cotidiano dos bancos, pretendendo ser utilizada como meio global de remessas.

O token XRP é o terceiro mais valorizado no market cap das criptomoedas. Cada unidade de XRP vale cerca de R$ 1,04 atualmente (U$ 0,25).

Confira a palestra de Whelan durante a IIEA na íntegra no vídeo abaixo:

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Mercado Livre. Imagem: Reprodução

Mercado Livre compra R$ 40 milhões em Bitcoin

O Mercado Livre finalmente divulgou em seus balanços a compra de Bitcoin como parte de sua reserva de valor. A compra teria sido realizada...

Banco digital anuncia fundos de criptomoedas da Hashdex

O C6 Bank anunciou hoje (05) que irá oferecer em sua plataforma dois fundos baseados em criptomoedas geridos pela Hashdex. De acordo com o...
KFC. Imagem: Reprodução

KFC diz que vai aceitar Dogecoin em seus restaurantes

Dogecoin continua fazendo progresso em sua aceitação global, mesmo sem ter muito a "oferecer" na sua parte técnica. A moeda, que tem como mascote...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias