Sargento da PM processa advogado e usa plataforma blockchain como prova

De acordo com o policial, o advogado teria publicado “comentários desabonadores” no Facebook.

Siga no
pm e blockchain
Foto: Agência Brasil

Uma plataforma blockchain foi usada como prova em uma ação por danos morais. O caso, que corre em segredo, envolve um sargento da Polícia Militar de São de Paulo e um advogado. Nesta quinta-feira (24), um juiz da 1ª Vara de Getulina, município no Noroeste de São Paulo, concedeu liminar em favor do militar.

O sargento da Polícia Militar de São Paulo Erico Kawaguti entrou com ação por danos morais contra o advogado Renato Zanco. De acordo com o policial, Zanco teria publicado “comentários desabonadores” sobre ele no Facebook. No processo, o sargento pede a retirada imediata do texto, sob pena de multa de até R$ 20 mil.

Para provar a versão, o sargento apresentou à Justiça provas de que o conteúdo foi publicado. Para isso, usou a plataforma blockchain OriginalMy, que é capaz de garantir a autenticidade de um texto na web. Além disso, o programa também aponta a hora em que uma publicação foi feita.

O teor do comentário do advogado não foi divulgado, pois o caso está em segredo de Justiça. Decisão liminar sobre o processo, no entanto, foi publicada nesta quinta-feira (24) no Diário de Justiça de São Paulo.

Comentário pode ter extrapolado a liberdade de expressão, diz juiz

Na decisão, o juiz Heitor Moreira de Oliveira, da 1ª Vara de Getulina, aceitou a prova apresentada pelo sargento.

“Há início de prova razoável que demonstra a existência de publicação em sítio na internet onde há declarações que possivelmente possam atingir a honra da parte requerente (…). Existe, pois, prova suficiente que subsidia a alegação, conservada a partir do uso do programa OriginalMy blockchain”.

Ainda de acordo com o magistrado, as declarações do advogado podem ter extrapolado a liberdade de expressão.

“A propósito, válido observar que apenas em sede de sentença observar-se-á se as declarações constituem excessos no exercício do direito de liberdade de expressão, todavia, até lá, a doutrina orienta-se que haja supressão da informação”, disse o juiz.

Advogado deve retirar publicação, sob pena de multa de até R$ 20 mil

Na decisão, o juiz determinou que o advogado retire o conteúdo sobre o sargento em até 48 horas. Caso não faça, terá que pagar uma multa diária de R$ 100, que pode chegar até o limite de R$ 20 mil.

Como a decisão é liminar, cabe recurso.

O que é a plataforma blockchain OriginalMy?

A blockchain OriginalMy foi desenvolvida por uma empresa brasileira que tem o mesmo nome da plataforma.

blockchain

Conforme informações do site institucional, com o programa é possível registrar a autenticidade de documentos digitais. Isso é feito com um carimbo de tempo (tipo de um carimbo digital) fornecido por uma blockchain pública.

Além disso, a OriginalMy também dá ao usuário a possibilidade de provar conteúdos publicados, como o sargento fez. Por fim, ainda fornece uma ferramenta para registrar a autenticidade de contratos e identidades.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Criptomoedas mais populares atualmente são de jogos

De acordo com medidores de popularidade de criptomoedas, uma nova tendência parece estar começando dentro do mercado de criptomoedas: a popularização dos ativos ligadas...

Sob pressão regulatória, maior corretora de Bitcoin do mundo decide limitar saques de novos...

A Binance, maior corretora de criptomoedas do mundo, sempre teve uma postura não muito rígida em relação as regras de KYC (identificação de clientes)...
Movimentos de baleias em gráfico do Bitcoin

Baleias compraram 170 mil bitcoins nas últimas cinco semanas

Um recente estudo publicado pela Santiment revelou que as baleias (grandes detentores) compraram 170 mil bitcoins nas últimas cinco semanas, avaliados em cerca de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias