Satoshi Nakamoto estudou a Ripple antes de criar o Bitcoin

Se ele gostaria da Ripple atual? Só saberemos a resposta caso ele volte para responder.

Siga no

Em troca de e-mails com Mike Hearn, ex-desenvolvedor do Bitcoin, Satoshi Nakamoto revelou que tinha conhecimento da Ripple e achava ela interessante. A conversa ocorreu em abril de 2009 e está disponível no site Bitcoin.com e no Satoshi Institute.

Você provavelmente deve estar pensando que a Ripple foi criada em 2012 e o e-mail é falso, mas na verdade Mike Hearn não tem nenhum motivo para manipular a informação. Ele trabalhou como desenvolvedor do Bitcoin por 5 anos após sair do Google, onde trabalhou em projetos como Google Maps/Earth.

A resposta de Satoshi está relacionada a animação de Mike em relação ao Bitcoin, que, após várias perguntas sobre assuntos como mineração e inflação, disse não se sentir tão animado assim desde quando descobriu um novo sistema monetário através da Ripple e que gostaria de ouvir a opinião de Satoshi sobre ela.

“A Ripple é interessante pois é o único outro sistema que faz algo com a confiança, além de concentrá-la em um servidor central.”

Satoshi fala sobre a Ripple em 2009
Satoshi fala sobre a Ripple em 2009

A resposta de Satoshi ocorreu 4 meses após o lançamento do Bitcoin, deixando transparecer que ele já tinha conhecimento sobre a Ripple antes da criação do mesmo.

Apesar de não citá-lo no whitepaper, como fez com projetos como B-money, criado por Wei Dai, e Hashcash de Adam Block, Satoshi se baseou em outros projetos como Bitgold de Nick Szabo para criar o Bitcoin, e eles também não foram citados.

Ripple foi fundada em 2004

A Ripple foi criada cinco anos antes do Bitcoin por Ryan Fugger, um engenheiro de software, sob o nome de RipplePay.

Oito anos mais tarde, Fugger vendeu o projeto para Jed McCaleb, Arthur Britto, e David Schwartz que renomearam o projeto para OpenCoin e depois para Ripple Labs, com a introdução da moeda XRP em seu protocolo.

Site da Ripple em 2007. Fonte: Wayback Machine https://web.archive.org/web/20070702211031/https://ripplepay.com/
Site da Ripple em 2007. Fonte: Wayback Machine https://web.archive.org/web/20070702211031/https://ripplepay.com/

A primeira frase do site da Ripple de 2007 já nos lembra do Bitcoin por conta da frase “Ripplepay é um sistema de pagamento onde você pode ser o seu próprio banco”, uma frase muito semelhante é conhecida por todos bitcoiners: “seja o seu próprio banco”.

Entretanto a Ripple que Satoshi conheceu é bem diferente da atual. Em seu primeiro modelo monetário, a RipplePay não usava blockchain e não tinha a sua própria moeda, ela funcionava como um sistema de crédito cujo as dívidas eram repassadas. Segundo o próprio FAQ da Ripple:

“Se Alice lhe deve $10, ela precisaria lhe pagar para então você usar este dinheiro, entretanto você pode repassar esta dívida para Bob, que também conhece Alice. Desta forma você pode comprar um livro de Bob e agora Alice deve os $10 a Bob e não a você.”

A ideia de Fugger era que este pensamento pudesse escalar, trabalhando com mais pessoas a ponto de se tornar uma rede global, funcionando com um sistema de limite de crédito para cada participante e excluindo os bancos, que trabalham como intermediários.

Mesmo não tendo uma moeda na época, o título do whitepaper da Ripple é “Uma Proposta para um Protocolo de Rede de Moeda Descentralizado”, em tradução livre.

Ripple P2P
Ripple P2P

A moeda em questão é o IOU (I Owe You – Eu Devo a Você, em tradução literal), o que podemos entender como um sistema de crédito.

A premissa da Ripple, naquele ponto, é que as notas de dinheiro são um IOU do governo e que seu dinheiro no banco também é, porém agora quem lhe deve é o banco.

Quanto ao protocolo, a proposta era que cada pessoa mantivesse seu próprio nó, uma espécie de servidor, e que os nós conversariam entre si através de um protocolo. O whitepaper também destaca que os servidores poderiam cobrar pelos seus serviços, lembrando um pouco o funcionamento da mineração de criptomoedas.

Apesar de todos este detalhes, Satoshi apenas cita que gostou de como a Ripple coloca valor na confiança entre pessoas. Não deixando expresso se ele se inspirou em outros detalhes ténicos.

A Ripple atual

Já a Ripple atual acabou se inspirando mais no Bitcoin do que o Bitcoin na primeira Ripple. Atualmente usa um sistema de blockchain baseado no Bitcoin e também conta com uma moeda nativa, a XRP, assim como o Bitcoin conta com o BTC.

A maior reviravolta da história é que inicialmente a Ripple foi projetada para tomar o lugar dos bancos e hoje ela é conhecida como a blockchain dos bancos. Em 2018 ela já tinha assinado parcerias com mais de 100 bancos, seu foco é substituir sistemas obsoletos de envio de dinheiro internacional, como o SWIFT.

Outro ponto muito criticado pela comunidade é que seu desenvolvimento é muito centralizado, através da Ripple Labs e que seu processo de pré-mineração enriqueceu os desenvolvedores do projeto, que tem muitas XRP no bolso, ao contrário do Bitcoin que nasceu de uma corrida justa.

Se Satoshi estudaria a Ripple atual? Provavelmente sim, a criação do Bitcoin deixou claro que Satoshi Nakamoto gostava de estudar projetos relacionados a descentralização e finanças.

Se ele gostaria da Ripple atual? Só saberemos a resposta caso ele volte para responder.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Sempre fui meio anarquista, quando descobri o Bitcoin me senti em casa ao participar das suas comunidades, desde então tenho tentado buscar e levar conhecimento.
Queda da Dogecoin DOGE despenca desvalorização brasileiro

Brasileiro perde R$ 2,6 milhões com queda da Dogecoin, mas ainda acredita na moeda

O brasileiro que mora nos Estados Unidos, Glauber Contessoto, perdeu R$ 2,6 milhões em Dogecoin com a recente queda da moeda no mercado. O fenômeno...
LNBTC

Usuário avisa empresas sobre falha em serviços de custódia da Lightning Network

Reckless Satoshi, um usuário do Reddit, fez uma postagem relatando que serviços de custódia que trabalham com a Lightning Network tinha um ponto de...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Pânico? R$6,6 bilhões em Ethereum saíram das exchanges na semana passada, R$4,2 bi voltaram...

Na quarta-feira passada, dia 15 de setembro, cerca de 363.240 ETH foram sacados de exchanges centralizadas, ontem, no entanto, 258.050 ether voltaram para endereços...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias