Satoshi Nakamoto vira super-herói em quadrinho feito por artistas da Marvel e DC

Editora criou super-heróis inspirados em líderes da indústria de criptomoedas.

Siga no
Satoshi Nakamoto Super Herói
Satoshi Nakamoto Super Herói

Satoshi Nakamoto, o misterioso criador do Bitcoin, é um super-herói em uma nova história em quadrinhos intitulada “2084”, que narra um futuro distópico, onde um evento denominado “Grande Reinicialização” destruiu governos para dar origem a uma espécie de governo mundial dominado por grandes corporações.

Na história fictícia criada pela ENCODE Graphics, a terra é um lugar altamente desenvolvido, onde o mundo digital e os avanços cibernéticos fazem parte do dia a dia. A ciência substituiu a religião e uma luta pelo poder é travada enquanto o legado do protetor mítico ‘SATOSH1’ é ameaçado.

O personagem inspirado em Satoshi Nakamoto está longe de ser um personagem super-herói convencional.

SATOSH1
SATOSH1

Na parceria com artistas da Marver e DC, bem como cripto-artistas do mundo todo, a ENCODE criou super-heróis inspirados em líderes da indústria de criptomoedas.

Apesar de a lista completa de colaboradores ainda não ter sido divulgada, a editora já conta com alguns artistas notáveis ​​da DC Comics e da Marvel.

Entre eles, o vencedor do prêmio Eisner, Mike Baron; Chuck Dixon, conhecido por Batman e O Justiceiro; Aaron Lopresti, que fez ilustrações para a Marvel e DC; e Scott Beatty, que publicou enciclopédias focadas em personagens da DC Comics.

ENCODE Graphics artistas
ENCODE Graphics artistas

Satoshi Nakomoto é super-herói em quadrinhos NFT

Além de criar os quadrinhos sobre o universo do Bitcoin, a visão do projeto é muito mais ambiciosa.

A ENCODE já começou a lançar uma coleção de NFTs na plataforma Nifty Gateway, com o objetivo de financiar a iniciativa. A coleção foi lançada em 17 de abril em um leilão que teve 148 vendas, gerando uma receita de R$ 540 mil para o projeto.

A proposta de trazer histórias em quadrinhos para a blockchain inclui muitos outros elementos.

A editora quer criar uma ponte entre o mundo dos colecionáveis ​​digitais e o mundo tradicional da arte.

“Os tokens terão um contrato de 3 anos. Os detentores receberão muito pelo que pagaram, itens digitais e analógicos – todos os números e variantes, incluindo uma edição especial do fundador. Mais direitos parciais para filmes em potencial, NFTs, um ‘anuário’ impresso, arte original, etc.”

Ela também quer competir com grandes nomes da indústria e oferecer “um vislumbre do futuro, um projeto que ainda garanta o profissionalismo de editores, mas que queira viver à altura dos tokens da CryptoArte e do Metaverso novas tecnologias”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

NFT pode “matar” o Bitcoin? Qual a relação entre ambos?

É provável que muita gente conheça os NFTs, regularmente confundidos com “arte digital”. A ação ganhou força após Stephen Curry, astro da NBA, e...
Plataformas NFT e Ethereum empresas

Empresas listadas na bolsa apostam no mercado de NFT

O crescimento do mercado de NFTs tem quebrado barreiras mais rápido do que outros recursos relacionados a blockchain. Hoje até mesmo grandes empresas, listadas...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

Mineradores brasileiros comentam banimento de Bitcoin pela China

A proibição de Bitcoin pela China nos últimos dias abalou o mercado, com muitas pessoas ficando preocupadas com isso, menos dois mineradores brasileiros que...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias