Saúde: Tecnologia blockchain identifica alimentos com glúten

Vai ajudar muito pessoas celíacas!

Siga no
Tecnologia Blockchain no Mundo
Tecnologia Blockchain no Mundo

A tecnologia blockchain ganha mais um caso associado a saúde, ao identificar alimentos com glúten em sua composição. Para pessoas celíacas, a notícia é muito importante para melhorar sua qualidade de vida.

Tecnologia Blockchain tem sido utilizada por empresa BlockBear para rastrear alimentos que possuem glúten

A condição de pessoas que sofrem da doença celíaca pode ser agravada em contato com alimentos que possuem glúten. Dentre as principais reações estão a diarreia crônica, falta de apetite, entre outros.

Certamente essa condição é extremamente traumatizante, uma vez que a doença é crônica e pode não ter cura. Ou seja, pessoas afetadas pelo problema devem evitar ao máximo a ingestão de glúten em sua dieta.

Com isso, a empresa BlockBear buscou parceria com a Associação Celíaca do Uruguai para desenvolver um novo produto com foco neste público. De acordo com a IBM, a BlockBear irá utilizar a IBM Trust Foods para ajudar no rastreio de alimentos nocivos aos celíacos.

A tecnologia blockchain será um dos componentes utilizados neste rastreio. Com isso, pacientes que sofrem desse mal no Uruguai poderão encontrar as informações necessárias em produtos com maior facilidade.

Em nota, a IBM afirmou que uma em cada cem pessoas possuem a doença celíaca. Contudo, apenas 10% dessas sabe do seu problema associado a alimentos e produtos com glúten.

Blockchain proverá informações seletivas para pacientes

A IBM afirmou ainda que a nova solução pode ajudar muito as empresas do Uruguai. A BlockBear vai proporcionar o rastreio das informações sobre a origem e os componentes dos alimentos.

De fato, os produtos distribuídos no Uruguai e aqueles para exportação, serão mais informativos para os clientes. Com isso, a população deste país, e de países que importam produtos do Uruguai, já terão acesso a informações mais concretas, principalmente aquelas associadas a alimentos com glúten.

Para o gerente de negócios da BlockBear, Luis Eirea, a novidade é importante para os consumidores finais. Além disso, a transparência da solução agrega valor aos pontos de venda, uma vez que trabalha com produtos de maior qualidade.

A solução baseada na IBM Food Trust não apenas agrega valor aos próprios consumidores, mas também é um diferencial para as empresas produtoras e exportadoras, pois certifica o processo de ponta a ponta, desde matéria-prima, produção, distribuição até o ponto de venda, no Uruguai ou no exterior.

Apesar da boa notícia para os uruguaios, o país não é um forte exportador de produtos associados a glúten, segundo informações do Observatory of Economic Complexity (OEC). Ou seja, para demais países a tecnologia não será tão importante no atual momento. Contudo, o mercado interno poderá se beneficiar da inovação propiciada pela tecnologia blockchain, ajudando ainda mais nas questões de saúde pública.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“5000 bitcoins grátis”, Zangado tem canal hackeado com golpe de bitcoin

O Zangado, um dos maiores youtubers do Brasil e um dos mais icônicos criadores de conteúdo para o público gamer acabou de ter o...

Líderes de golpe com bitcoin são condenados a 11 anos de prisão

Os líderes de um dos maiores golpes com bicoin da história foram julgados e considerados culpados por fraudar milhares de investidores em 14,8 bilhões...
No futuro você se arrependerá amargamente de ter escrito isso

“Você se arrependerá de escrever isso”, Daniel Fraga em 2013 sobre quem zombava do...

Quem comprou bitcoins antes de 2015 provavelmente está bem contente hoje (caso tenha mantido a moeda). Mas você sabia que tem muita gente que...

Últimas notícias

Líderes de golpe com bitcoin são condenados a 11 anos de prisão

Os líderes de um dos maiores golpes com bicoin da história foram julgados e considerados culpados por fraudar milhares de investidores em 14,8 bilhões...

“Você se arrependerá de escrever isso”, Daniel Fraga em 2013 sobre quem zombava do bitcoin

Quem comprou bitcoins antes de 2015 provavelmente está bem contente hoje (caso tenha mantido a moeda). Mas você sabia que tem muita gente que...

Agora é possível fazer saque de criptomoedas em Banco24Horas

Agora é possível realizar saques de criptomoedas em caixas eletrônicos. A ação é resultado de parceria do Banco Capitual com a TecBan, que agora...