Se o Bitcoin for hackeado, é o fim da internet, aponta especialista de segurança

Especialista da Coinbase!

Siga no
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Muitas teorias apontam que o Bitcoin, enquanto uma rede, poderia ter sua segurança violada. Um especialista em segurança alertou, porém, que se o Bitcoin for realmente hackeado, será decretado o fim da internet.

O início da internet surgiu com a criação da arpanet, desenvolvida pelo Departamento de Defesa dos EUA em 1969. Após o aprimoramento da “mãe da internet”, a rede global como é conhecida hoje vem sendo constantemente melhorada.

Como uma moeda virtual que funciona pela internet, o Bitcoin é constantemente alvo de ataques. Um desses ataques carrega a possibilidade de quebrar o Bitcoin, com uso de computadores quânticos. Apesar disso, não há consenso se realmente seria possível este cenário.

Dessa forma, para um especialista em segurança digital, caso a curva elíptica, base da criptografia do Bitcoin, seja realmente quebrada, significaria que a internet chegou ao fim.

Para fundador da Coinbase, o Bitcoin tem baixo risco de ser hackeado

No último domingo (16), a Forbes lançou uma reportagem, escrita por William Baldwin, buscando mostrar os elementos de uma vulnerabilidade no Bitcoin. De acordo com Willian, um dia talvez, a internet poderia exibir um alerta como “as curvas elípticas quebraram“.

O alerta, a princípio desconhecido por muitos, poderia ser a derrocada final para muitos sistemas considerados seguros atualmente. Um deles certamente é o Bitcoin, que possui no sistema de curvas elípticas a base de sua segurança criptográfica.

Neste cenário hipotético, longe de se concretizar inclusive, Willian conversou com Brian Armstrong, que é fundador e CEO da Coinbase. Brian afirmou que considera o risco baixo atualmente, mas não duvida da capacidade do futuro.

Um dos motivos seria a severa inspeção dos códigos realizada diariamente pela legião de fãs e apoiadores da moeda. Mesmo com risco baixo, acredita que a recompensa motivaria muito um atacante de tentar este feito, disse em entrevista para a Forbes.

É uma recompensa de cem bilhões de dólares. Então, acho que esse cenário é muito improvável.

Chefe de segurança da Coinbase afirmou que problema no Bitcoin seria o mesmo que o fim da internet

Desde o lançamento da arpanet no início da década de 70, a internet evoluiu e chegou a lugares inimagináveis. Um exemplo é sua aplicação em comércios, conversas entre pessoas diariamente, fazendo com que esta ferramenta se torne vital no desenvolvimento do ser humano.

Enquanto uma tecnologia, o Bitcoin ser hackeado poderia decretar também o fim da internet. Isso porque, de acordo com Philip Martin, em uma eventual quebra na criptografia, a rede Bitcoin seria o menor dos nossos problemas.

Um problema de matemática principal? Estamos falando do colapso da internet. Trilhões de dólares passam por redes eletrônicas protegidas com criptografia. Então, pelo que vale a pena, no apocalipse digital, uma implosão de bitcoin seria a menor das nossas preocupações.

O texto de Willian apontou que cinco fraquezas poderiam ocorrer com o Bitcoin. Dessa forma destacou que a implementação de código incorreta, uso de computador quântico, ataques de engenharia social, um back door no código ou até hacks matemáticos seriam preocupantes para a moeda.

Mesmo assim, nenhum deles está próximo de se tornar realidade, o que certamente alivia os corações aflitos até aqui. Apesar do Bitcoin ser constantemente associado a ataques hackers, apenas corretoras tiveram exposição a vulnerabilidades.

mtgox devolver dinheiro
Tóquio: Cliente da Mt. Gox protesta após perder dinheiro em hack (Kiyoshi Ota / Bloomberg)

Em resumo, a rede principal já foi testada várias vezes por hackers mal-intencionados. Contudo, nunca deixou seus usuários a merce de vulnerabilidades, principalmente em um caso “Knockover“.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Universidad Americana Imagem: Divulgação

Universidade privada do Paraguai vai aceitar pagamentos em Bitcoin e Ethereum

A Universidade Americana do Paraguai vai começar aceitar pagamentos em criptomoedas a partir de agosto, os alunos poderão pagar por cursos e graduação com...
Mulher usa ATM do Santander no Reino Unido

Santander testa ferramenta para rastrear criptomoedas

O Santander quer entender como os seus clientes usam as criptomoedas em simultâneo as contas correntes. Para isso, o banco testou uma ferramenta da...
john mcaffe

Suicídio de John McAfee em prisão na Espanha levanta suspeitas

John McAfee, fundador da empresa de tecnologia McAfee, foi encontrado morto na tarde de hoje (23) na cadeia espanhola de Brians 2, localizada em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias