Site divulga imagens do equipamento de mineração de Bitcoin da Intel

A Intel já vem demonstrando interesse em tornar a mineração de Bitcoin mais eficiente, com o CEO da Companhia até mesmo afirmando que essa é uma maneira de ajudar o Bitcoin a se tornar uma tecnologia melhor e que não representa riscos para o meio ambiente. 

Logotipo da Intel em frente a prédio comercial
Logotipo da Intel em frente a prédio comercial

Depois de certa especulação a Intel finalmente revelou o seu novo chip de processamento Bonanza Mine, que promete ser muito mais eficiente para a mineração de Bitcoin, garantindo baixa voltagem em um ambiente equilibrado.

Anunciado durante a IEEE International Solid-State Circuits Conference, ISSCC, segundo o anúncio, o Bonanza Mine, chamado também de BMZ2, é uma ASIC com foco em mineração de Bitcoin, apostando em baixa voltagem e eficiência energética para fornecer até 40 Terahashes por segundo (TH/s).

Chip Bonanza Mine apresentado pela Intel.

Durante a apresentação, a empresa comparou sua mineradora com os dispositivos Bitfury Clarke e Canaan Avalon A9. Com uma taxa de hash de 47,7 EH/s, o sistema Intel atinge uma eficiência energética de 55 J/TH, já o Bitfury Clarke tem 40 EH/s e 56 J/TH, enquanto Canaan alcança 30 EH/s e 58 J/TH.

Bonanza Mine

O Bonanza Mine é capaz de alcançar poder de mineração similar a alguns dos seus principais concorrentes, mas com um gasto menor de energia. Vale ressaltar que a apresentação da Intel foi completamente técnica e não apresentou possíveis preços para o equipamento ou até mesmo quando ele será lançado no futuro.

Também vale mencionar que existem outros equipamentos de mineração que possuem uma eficiência energética melhor que a do equipamento anunciado pela Intel.

O Antminer S19 Pro + Hyd refrigerado a líquido, o novo carro-chefe da Bitmain revelado em janeiro, tem uma eficiência energética de 27,5 J/TH . Já o minerador de bitcoin WhatsMiner M31S+ da MicroBT, que entrou no mercado em 2020, tem uma eficiência de 42 J/TH. Com isso, o Bonanza Mine ainda precisará evoluir a sua tecnologia para competir com os principais jogadores do mercado.

No início de fevereiro, o vice-presidente sênior de arquitetura, gráficos e software (IAGS) da Intel, Raja Koduri, anunciou que o Bonanza Mine seria lançado no final de 2022 e já tem muitos interessados, como a Block (antiga Square) de Jack Dorsey, Argo Blockchain e GRIID Infrastructure estão na lista de espera de produtos.

A Intel já vem demonstrando interesse em tornar a mineração de Bitcoin mais eficiente, com o CEO da Companhia até mesmo afirmando que essa é uma maneira de ajudar o Bitcoin a se tornar uma tecnologia melhor e que não representa riscos para o meio ambiente. 

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias