Startup lança “criptodólar” para combater hiperinflação na Venezuela

Um vídeo já foi postado mostrando que é possível enviar um criptodólar em apenas 30 segundos.

-

Siga no
Anúncio

A Valiu, uma startup de serviços financeiros localizada no Chile, está adotando uma estratégia interessante para tentar conter a crise na Venezuela.

Desde a última quarta-feira (22), a empresa lançou uma espécie de dólar sintético para ser usado no país. A moeda digital é lastreada em Bitcoin e tem a intenção de tentar contornar a hiperinflação que assola a toda a nação.

O principal objetivo em usar o ativo digital está na realização de remessas transfronteiriças para o país.

Anúncio

A Venezuela enfrenta há tempos problemas como hiperinflação e estagnação econômica, e tenta diversas medidas para tentar contornar a situação.

Um exemplo é o serviço recente que permite aos venezuelanos fazer pagamentos por criptomoedas via SMS. Porém, a situação ainda é bastante grave em âmbito geral.

Dentro deste contexto, Simon Chamorro, CEO da Valiu, apresentou em seu Twitter o Dólar Sintético, apoiado em bitcoin. As transações com a moeda digital ainda está em estágio inicial.

Porém, seus responsáveis já colaboraram com o Rappi, aplicativo de entrega de comida que será responsável por atrair usuários para este novo ativo digital. Assim sendo, a expectativa é de que ele seja lançado na Venezuela até o final deste ano.

Home office

O lançamento do produto foi feito de forma remota devido a pandemia causada pelo COVID-19. O criptodólar surgiu após vários meses de pesquisa, e mesmo com o apoio do Bitcoin a ideia é que todos possam usá-lo, inclusive pessoas que não tem investimentos no criptomercado.

Assim, a ideia é comprar e negociar o ativo em troca de dinheiro, bastando para isto um smartphone e uma carteira digital. O procedimento, portanto, poderá ser feito em qualquer um dos parceiros da Valiu no país.

Um vídeo já foi postado mostrando que é possível enviar um criptodólar em apenas 30 segundos.

Ele explicou que o que lhe motivou a criar este projeto foi o fato de que há milhares de trabalhadores imigrantes que vem da Venezuela para a Colômbia todos os meses.

Assim, sua intenção é de que estas pessoas possam contar com um aporte financeiro sem ter uma conta bancária. Atualmente há 6 milhões de trabalhadores venezuelanos estrangeiros.

Durante 2019 a Valiu foi responsável por ajudar 38 mil famílias da Venezuela com um serviço de transferência de dinheiro mais acessível.

O problema é que quando os fundos destas pessoas são transformados em bolívares ao chegarem no país de origem, perdem muito de seu valor. Assim sendo, o criptodólar pode ajudar a manter a riqueza do poder de compra destas pessoas, oferecendo soluções para os problemas de seus usuários.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Jeferson Scholz
Jeferson Scholz
Jornalista. Escrevi dois artigos acadêmicos publicados no congresso de comunicação INTERCOM, e fui diretor do documentário universitário "Planeta dos Desmortos - O Mito Zumbi".
Carvão e tecnologia blockchain

Minas Gerais lança projeto blockchain para controle de carvão

O carvão é considerado um dos principais recursos naturais para obtenção de energia no mundo. Dessa forma, um dos estados que o produz no...

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Últimas notícias

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...