Stock-to-Flow (S2F) do bitcoin é uma falácia, apontam especialistas

Plan B virando Plan C, referência ao criador do Stock-to-Flow (S2F)
Plan B virando Plan C, referência ao criador do Stock-to-Flow (S2F)

Em recente publicação na Bitcoin Magazine, o contribuidor conhecido como Level39 levantou questões sobre o modelo Stock-to-Flow (S2F) criado por Plan B, afirmando que ele não é útil por ser cientificamente inválido.

Reunindo outras opiniões sobre o assunto, a principal crítica é que o modelo contém redundâncias que o invalidam. De forma resumida, o Stock-to-Flow aponta que o “estoque é uma função do estoque” e, devido a isso os dados se encaixam, porém, são inúteis.

Por fim, o artigo também aponta que Plan B, criador do S2F, não aceita criticas ou questionamentos sobre seu modelo. Banindo diversos seguidores, inclusive alguns que mudaram seus nomes para Plan C, após seu modelo falhar em dezembro com a queda do Bitcoin.

Como precificar o Bitcoin?

Precificar o Bitcoin é uma tarefa difícil, se não impossível, e desde seu nascimento muitos tentam criar modelos para isso. Afinal, quem souber esta resposta está muito à frente de todos.

Nas primeiras negociações de Bitcoin, as pessoas os vendiam pelo custo de produção, ou seja, energia gasta. Todavia, os mais espertos rapidamente entenderam que uma demanda maior que a oferta faria com que seu preço não fosse aquele.

Com o passar do tempo, usuários começaram a criar modelos que poderiam indicar a faixa de preço do Bitcoin no futuro. Talvez o mais famoso delas seja o Gráfico Arco-Íris que utiliza escala logarítmica.

Stock-to-Flow do Bitcoin é inútil

Já em 2019, um usuário anônimo identificado como Plan B, apresentou um modelo chamado Stock-to-Flow (S2F), ou Estoque-para-Fluxo em tradução literal.

A grande diferença entre este e outros modelos anteriores é que seu criador afirma que o S2F é um modelo cientifico, já os outros são apenas chutes, nas palavras de seus próprios criadores. Todavia, Level39 aponta que isso é uma falácia e recomenda virar a página.

“Bitcoiners que afirmam lutar contra a venda de óleo de cobra e shitcoins deveriam ser mais exigentes.”

Utilizando análises de outros críticos, Level39 aponta que Plan B está afirmando que “o estoque é uma função do estoque”, ou seja, o mesmo que afirmar que “uma banana é um tipo de banana”, por isso os dados se encaixam. Ou seja, não pode ser considerado como um modelo científico.

Adicionando, Level39 destaca que Plan B nunca levou a demanda em seus cálculos. Além disso, também nota que o criador do S2F altera números de forma arbitrária, citando um tweet de Plan B em que ele altera parâmetros após o preço do Bitcoin disparar, afirmando que seu “primeiro modelo era muito conservador”.

Plan B, criador do S2F não aceita críticas

Provavelmente sendo o modelo mais comentado atualmente, é natural que as pessoas tenham interesse em entender como ele é feito, bem como realizar críticas.

Entretanto, Plan B não parece muito feliz com isso, bloqueando seguidores que contestam seus modelos — no plural —, afinal além do Stock-to-Flow (S2F), também há o Floor Model e o Stock-to-Flow Cross Asset (S2FX).

Por fim, a grande crítica é que o Stock-to-Flow é tratado como um modelo científico por seu criador, o que não é. Também por conta da falta de diálogo, muitos estão abandonando tanto o S2F quanto Plan B.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias