“Todos fizeram parte do esquema por própria conta e risco”, diz justiça a cliente da Unick

Além disso, o juiz não deu a gratuidade para todo o processo, fixando o pagamento dos honorários em 10% do valor da causa.

Siga no

O caso da Unick Forex foi um dos golpes de pirâmide financeira mais publicados e notórios de todo o Brasil. Mas com toda a repercussão do caso, uma discussão começou a ficar bem comum: Seriam os investidores vítimas do golpe ou colaboradores?

Claro, esse é um assunto muito subjetivo e que possui várias facetas a serem exploradas. No entanto, a decisão de um juiz do Amazonas em um processo movido contra a Unick e Urpay afirma que “Todos anuíram com o esquema por sua própria conta e risco”.

A decisão foi tomada durante a fase recursal do Processo nº 0630517-42.2019.8.04.0015, sendo julgado pela 8ª Vara do Juizado Especial Cível (Nilton Lins), no Amazonas.

O juiz do caso, Antônio Itamar de Souza Gonzaga, determinou que a decisão tomada inicialmente fosse mantida. O processo foi montado por um cliente da Unick e da Urpay, pedindo o cancelamento do contrato, devolução do dinheiro investido e a possibilidade de indenização.

No entanto, o juiz julgou improcedente o pedido do cliente e consequentemente não exigiu que o seu dinheiro fosse devolvido pela empresa. O julgamento aconteceu em novembro de 2019, mas o investidor recorreu à decisão.

Investidor da Unick consentiu com o esquema por sua conta em risco

Empresa Unick Forex
Empresa Unick Forex

A justiça do Amazonas determinou no dia 5 de maio, que o recurso não fosse provido, mantendo assim a decisão inicial de não condenar a Unick e a Urpay com a rescisão do contrato e a devolução do dinheiro do investidor.

Os motivos do juiz são o que chama mais atenção. Segundo a sua interpretação da lei, o investidor estava consciente com os vícios presentes no esquema de pirâmide financeira e por isso, anuiu com toda a situação.

Isso quer dizer que, para o juiz, o investidor da Unick participou de um esquema de pirâmide por sua conta em risco e que esse tipo de investimento não merece proteção da justiça. Um trecho da decisão deixa claro que:

“O negócio jurídico em questão (Marketing Multinível – pirâmide financeira), por ser nulo de pleno direito, não pode produzir qualquer efeito, na medida em que ofende princípios de ordem pública, e está inquinado por vícios essenciais, não devendo inclusive gerar direitos a quaisquer dos envolvidos  muito menos ainda proteção do poder judiciário, pois todos anuíram com o esquema por sua própria conta e risco.”

Além disso, o juiz não deu a gratuidade para todo o processo, fixando o pagamento dos honorários em 10% do valor da causa.

Não é a primeira decisão do tipo

Curiosamente, essa não é a primeira vez que um juiz determina que um cliente da Unick Forex não merece a proteção judicial por ter investido em um esquema de pirâmide, cujo o qual já tinha sido denunciado na internet antes.

No começo do ano, a Justiça do Rio Grande do Sul também negou um pedido de indenização e na época chegou a afirmar que a cliente “devia ter vergonha de falar que caiu no conto do vigário”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Casa a venda por Bitcoin negócio imobiliário

Bitcoin vira garantia em negócio para crédito imobiliário pela primeira vez

Ao tentar obter um crédito imobiliário um credor de uma negociação comprovou ter Bitcoin e conseguiu ter seu financiamento aprovado. Muitas pessoas quando vão ao...
Abilio Diniz, empresário e bilionário brasileiro

O3 Capital, que tem Abílio Diniz como sócio, investe em ETF de criptomoedas

Uma empresa que tem Abilio Diniz como conselheiro investiu em criptomoedas via ETF listado na bolsa de valores brasileira. A aquisição foi feita pela...
Pessoa guardando Bitcoin em carteira

Regulação fechando o cerco contra corretoras faz investidores sacarem US$ 2,5 bi em bitcoin...

Após a crescente pressão de regulamentação sobre corretoras do mercado de criptomoedas, investidores de Bitcoin seguem enviando seus saldos para carteiras seguras. A análise foi...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias