Homem diz ter sido torturado por polícias que buscavam seu amigo criador de pirâmide com criptomoedas

Segundo pesquisa realizada pelo Livecoins, Vladimir Moshkin está envolvido na criação de duas criptomoedas. A primeira delas é a PRIZM, cujo preço está 99,77% abaixo de seu topo histórico.

Homem sendo interrogado por políciais.
Homem sendo interrogado por políciais.

Yevgeny Bondar, residente de Sóchi, cidade da Rússia, recorreu ao Comitê Contra a Tortura para prestar uma queixa de agressão. Segundo ele, policiais o espancaram para obter informações sobre seu amigo, Vladimir Moshkin, envolvido com uma pirâmide com criptomoedas. As informações são do Comitê Contra a Tortura.

Bondar afirma que foi abordado por dois policiais à paisana na noite do dia 20 de janeiro, uma quinta-feira. Sem se identificar ou explicar os motivos, os dois homens o retiraram do trem, levando-o para a delegacia.

Ainda segundo a vítima, os policiais começaram a espancá-lo, aferindo golpes na cabeça e nas pernas, tentando obter acesso aos seus dois celulares, até então não desbloqueados por Bondar.

Mais tarde, os homens o levaram para os escritórios da empresa Kangen — provavelmente seu local de trabalho — e posteriormente ao seu apartamento. Sem encontrar novas pistas, Bondar foi conduzido novamente a delegacia, onde foi interrogado por várias horas.

Recusando-se novamente a desbloquear seus dois celulares, a vítima conta que três homens, vestindo balaclavas e uniformes, entraram na sala e começaram uma seção de tortura usando armas de choque.

Bondar conta que a arma foi usada em suas pernas, genitais, nádegas e ânus. Não aguento mais, a vítima conta que não apenas desbloqueou seus celulares como também assinou documentos que dariam legitimidade ao interrogatório.

Contudo, no dia seguinte, Bondar dirigiu-se a um centro médico, onde foi constatado as marcas de agressões em diversas partes de seu corpo, como mostrado no vídeo acima. Já seu advogado afirma que seu cliente passou 27 horas na delegacia, sem ser oficialmente detido.

Quem é Vladimir Moshkin que os policiais estavam buscando?

Segundo pesquisa realizada pelo Livecoins, Vladimir Moshkin está envolvido na criação de duas criptomoedas. A primeira delas é a PRIZM, cujo preço está 99,77% abaixo de seu topo histórico.

Já a segunda moeda, a UMI, revela mais pistas sobre os motivos que podem ter levado os policiais a abordarem Bondar para encontrar Moshkin.

Afinal, além de uma queda tão grande quanto a da PRIMZ, a UMI está relacionada ao ROY Club, empresa investigada até mesmo pelo Banco Central da Rússia que afirma que o projeto tem “sinais de uma piramide financeira”.

Gráfico UMI/USD com queda de 97%. Fonte: CoinMarketCap

Portanto, tudo indica que Moshkin atraiu os investidores errados para a sua suposta pirâmide financeira e agora até mesmo seus amigos estão sofrendo por seus atos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias