Transfero Group anuncia criação de corretora de criptomoedas no Brasil

Com sede na Suíça, empresa é responsável por criar stablecoin BRZ.

Siga no
Transfero Swiss AG
Transfero Swiss AG /Reprodução

A Transfero Group, empresa com sede em Zug (Suíça), anunciou nesta quinta-feira (4) a criação de uma corretora de criptomoedas no Brasil.

Essa empresa já é conhecida por brasileiros por ser a criadora da stablecoin Brazilian Digital Token (BRZ), que segundo a Transfero, é a maior do mundo não pareada ao Dólar. Em par Real essa moeda é listada apenas na Nova Dax, mas em outros pares está disponível para negociação na Bittrex, Crypto.com e FTX.

A nova plataforma é anunciada em meio a um crescimento das criptomoedas no Brasil, que viu o Bitcoin dobrar de valor nos últimos meses.

Transfero Group anuncia lançamento de corretora de criptomoedas no Brasil

Em uma publicação pelo LinkedIn nesta quinta-feira (4), a Transfero explicou mais sobre sua nova plataforma de negociação de criptomoedas, que chega listando o Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Solana (SOL), USDCoin (USDC), USD Tether (USDT), além do BRZ, criada pela própria empresa.

Chamada Transfero Crypto, essa plataforma terá como objetivo democratizar o acesso aos ativos digitais, principalmente para quem não tem experiência nessa área.

Segundo o CEO Thiago Cesar, essa plataforma ajudará a dar mais visibilidade a um mercado em crescimento.

“A tecnologia Blockchain e os criptoativos estão revolucionando o setor financeiro. O objetivo da Transfero é democratizar o acesso a esses ativos digitais e a criação da plataforma será a porta de entrada para quem quiser investir em criptoativos, mas ainda não sabem por onde começar”.

Para comprar criptomoedas com essa plataforma, o comunicado explica que o processo será simples, sendo feito apenas em três etapas: depositar, converter e sacar.

Os clientes não serão cobrados em taxas de negociações de criptomoedas e nem de transferências bancárias.

Quem se cadastrar primeiro, ganhará 100 BRZ

Para já começar a jornada com a nova plataforma, a Transfero garante que os primeiros usuários de sua corretora de criptomoedas ganharão 100 BRZ, que poderão ser utilizados para realização das primeiras transações na plataforma.

Já presente em países como Argentina e Chile, a expectativa é que em breve essa corretora atenda a toda América Latina, concorrendo com outros grandes players que estão se expandindo rapidamente.

Há cinco anos a empresa já atua no segmento B2B de ativos digitais, mas agora dá mais um passo no mercado, com o CEO prometendo uma plataforma de fácil acesso a iniciantes.

“O mercado pode ser visto como complexo para quem nunca teve contato com ele, o que acaba sendo uma barreira para aqueles que querem dar o primeiro passo nos investimentos, mas têm dificuldade de lidar com diferentes mecanismos de transações. Por isso, a Transfero criou um sistema simples, incluindo três funções principais para quem está começando: depositar, converter e sacar”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

CEO da Binance se torna o chinês mais rico do mundo, diz site

Changpeng “CZ” Zhao, o famoso CEO da Binance, é um nome muito importante dentro do criptomercado e até mesmo na economia como um todo....
Criptomoeda do Facebook Diem e Libra

Facebook não vai mais proibir propagandas de criptomoedas

Desde o final da alta das criptomoedas em 2017 o Facebook e outras redes sociais limitaram ou até proibiram propagandas e conteúdo patrocinado sobre...

Homem é abordado na rua e obrigado a transferir bitcoins para assaltantes

Os crimes no criptomercado podem acontecer de diferentes maneiras, desde os roubos realizados em golpes digitais até mesmo roubos físicos. A polícia de São...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias