Três motivos que explicam a queda do bitcoin

Anúncio de taxa de juros altas pelo Fed; Diminuição do interesse institucional; Investidores procurando mais segurança.

Mercado de Bitcoin operando em queda baixa despenca perde cai
Mercado de Bitcoin operando em queda

O mercado de criptomoedas não está em um momento muito bom e com certeza deixando muitos investidores preocupados. Enquanto muitos se seguram em mais um momento turbulento comum do mercado, outros ameaçam vender seus ativos

Existem três motivos prováveis para esta recente queda que levou a capitalização total do criptomercado para o valor mais baixo dos últimos 10 meses.

“A capitalização total do criptomercado caiu para o valor mais baixo nos últimos 10 meses. Mais de US$ 130 bilhões saíram da indústria durante o final de semana, que resultou em uma queda da capitalização de US$ 1,62 trilhão. O valor não era tão baixo desde agosto do ano passado, de acordo com o CoinGecko”.

De acordo com analistas, os três motivos para a mais recente queda do bitcoin são:

  • Anúncio de taxa de juros altas pelo Fed;
  • Diminuição do interesse institucional;
  • Investidores procurando mais segurança.

Aumento da taxa de juros pelo Fed  e correlação com Wall Street

O Federal Reserve (Fed), aumentou a taxa de juros em meio por cento na última semana, e Wall Street respondeu com uma queda nas suas ações. Com isso, o criptomercado seguiu o mesmo caminho, perdendo valor em uma correlação com o mercado tradicional.

Isso demonstra algo curioso e que não vem de agora: O Bitcoin está correlacionado com índices como o da Nasdaq e outros tradicionais. Edward Moya, analista da empresa Oanda, até mesmo notou que o índice focado nas ações da indústria de tecnologia caiu 21% este ano, o Bitcoin caiu 22%, valor similar demais para ser só coincidência.

“O Bitcoin está realmente preso em um ciclo lateral onde está apenas esperando para que Wall Street se acalme, então veremos que as pessoas ficarão mais confidentes em investir. Eu ainda acho que há um grande potência de valor no longo prazo aqui, mas você terá que ter coragem para encarar essa volatilidade.”, disse Edward moya.

Diminuição do interesse institucional

Outro motivo apontado por analistas é que estamos vendo um “rebote” do que aconteceu durante 2021, quando um grande interesse institucional acabou levando o preço do Bitcoin para 69 mil dólares, principalmente com o investimento da MicroStrategy.

Além disso, reguladores dos EUA também permitiram que ETFs de contratos futuros do Bitcoin começassem a circular, o que foi extremamente positivo para o preço. No entanto, assim que esse interesse diminuiu a pressão de compra perdeu bastante força, o que fez o preço ter esse rebote durante 2022.

Assim, o mercado agora está em um modo de “esperar para ver”, onde a pressão de venda está ganhando e dando os preços baixos que estamos vendo.

Investidores buscando por opções mais seguras

Com toda a movimentação após a pandemia e com preocupações na economia mundial, parece que os investidores também estão buscando por opções mais seguras em ativos tradicionais.

De acordo com Chris Kline, cofundador do Bitcoin IRA, alguns investidores de criptomoedas estão avaliando outras opções e “investindo de volta no dólar.”

É importante destacar que isso faz parte de um momento de ciclo, como é comum de acontecer no criptomercado desde o seu início. Sendo assim, esperançosamente, a maré está baixa, mas não é sempre assim.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias