“Uber da Aviação”, Flapz vai aceitar Bitcoin como pagamento

Siga no
Avião, notas de Dólar e Bitcoin
Avião, notas de Dólar e Bitcoin

Com sede na Colômbia, a empresa Flapz anunciou que vai aceitar o Bitcoin como meio de pagamento para voos que podem vir até o Brasil.

Criada por três colombianos e um chileno, essa empresa é um marketplace de aviação na América Latina, permitindo aos clientes alugar voos diretamente de companhias de aviação privadas na região.

O serviço já atendeu mais de 50 mil usuários desde o lançamento, com o pagamento pelo aluguel sendo feito totalmente online. A empresa agora é mais uma da região a aceitar criptomoedas como meio de pagamento.

Flapz vai aceitar Bitcoin como meio de pagamento em toda América Latina, inclusive Brasil

Segundo informações do Valora Analitk, a Flapz deverá começar a aceitar Bitcoin e outras criptomoedas como pagamento em breve, após fechar uma parceria com a empresa de pagamentos QuickiPay.

Assim, será possível alugar jatos e até helicópteros com a Flapz, pagando em Bitcoin por isso. A iniciativa promete ajudar pessoas a pagar pelo serviço de forma fácil e democratizar o acesso aos produtos da Flapz.

Com essa plataforma, os assinantes podem pesquisar por opções de viagens quase em tempo real, comparando as opções e efetuando a reserva de forma online.

Em resposta sobre a solução, o COO do Grupo IBBA, do qual QuikiPay faz parte, Chris V. Schwarzenbach, disse que os pagamentos passarão a ser fáceis e ágeis.

“Assim como o Flapz traz a aviação privada para todos os usuários que necessitam de transporte aéreo, o QuikiPay ajuda compradores e vendedores a usar um sistema de coleta de forma fácil, com vários métodos de pagamento nos quais aproveitamos a tecnologia blockchain”.

O CEO da startup ainda disse que o cenário na América Latina é promissor, com muitos unicórnios colocando a inovação em destaque e deixando o mercado de criptomoedas como mais uma opção para que clientes consigam administrar suas finanças.

Bitcoin como moeda

O Bitcoin como moeda é uma realidade crescente em todo o mundo, principalmente após El Salvador legalizar este meio de pagamento como uma divisa nacional. Assim, a população daquele país já consome com Bitcoin em restaurantes, Uber, entre outros serviços mais, mostrando que a tecnologia já permite transações em larga escala.

No Brasil, várias empresas já passam a aceitar Bitcoin como meio de pagamento, ainda que não diretamente, como é o caso da Flapz, mas já mostra que o cenário é promissor.

Vale lembrar que os principais críticos do Bitcoin afirmam que essa não tem capacidade de se tornar um meio de pagamento comum ao cotidiano, sendo iniciativas assim importantes para mostrar o outro lado da moeda.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Homem com capacete de alumínio chamando Bitcoin de Fake News

“Bitcoin é lixo, prefiro Shiba Inu e Dogecoin”, diz ex-político holandês

Para um ex-político holandês que ficou rico com Dogecoin, as criptomoedas inspiradas em cachorro DOGE e SHIBA são melhores que o Bitcoin. o Milionário...

Jack Dorsey abandona Twitter e agora pode se dedicar ao Bitcoin

Jack Dorsey, criador do Twitter, abandonou o cargo de diretor executivo da empresa nesta segunda-feira (29). Seu cargo será ocupado por Parag Agrawal que...

Iate virtual é vendido por R$ 3,7 milhões no Metaverso

O setor do Metaverso parece estar ganhando cada vez mais tração nos últimos dias, após a venda de um terreno por R$ 14 milhões...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias