USP adere ao programa University Blockchain da Ripple

A Ripple anunciou a inclusão de 11 novas universidades ao seu projeto University Blockchain. A iniciativa apoiará instituições de várias partes do mundo, sendo uma delas a Universidade de São Paulo.

Siga no
(Foto: Pixabay)

A Ripple, uma das empresas mais consistentes do mercado global de blockchain e criptomoedas, anunciou a inclusão de 11 novas universidades ao seu projeto acadêmico University Blockchain (UBRI). A iniciativa apoiará instituições de várias partes do mundo, sendo uma delas a Universidade de São Paulo.

O ambicioso UBRI da Ripple, nasceu em julho do ano passado em meio ao crescente interesse em torno da tecnologia blockchain. O objetivo do projeto é expandir a inovação no ecossistema cripto, ao preparar a nova geração de empreendedores, líderes e engenheiros que terão que lidar com esse novo sistema na prática.

Para a primeira leva do programa a empresa investiu U$ 50 milhões e contou com alguns dos mais prestigiados centros de ensino do mundo, como a UC Berkeley e a Universidade do Texas, ambas nos EUA, e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Brasil. Agora, a UBRI inclui mais 11 universidades ao seu programa de financiamento, dentre elas a USP, totalizando 29 parceiros acadêmicos.

Centros de inovação

Com o apoio dos recursos da UBRI, as instituições desenvolverão materiais didáticos, realizarão pesquisas e conferências, bem como incentivará estudantes interessados na área de blockchain, criptomoedas e assuntos relacionados a pagamentos digitais.

Na Universidade de São Paulo, o financiamento será destinado ao programa interdisciplinar de pesquisa e inovação em blockchain, oferecido aos cursos de engenharia, matemática, economia e administração de empresas.

Lider em investimentos sobre criptomoedas e blockchain no ambiente acadêmico, a Ripple espera rememorar os primeiros dias da internet. Momento em que as instituições de ensino tiveram um importante papel como fonte de inovação, destaca o site da empresa.

“Em menos de um ano, nossos parceiros iniciais da UBRI já lançaram novos projetos de pesquisa, eventos, ofertas de cursos e muito mais. Expandir o ecossistema para uma rede mais global e diversificada de parceiros da UBRI só enriquecerá mais esses projetos”, ponderou Eric van Miltenburg, vice-presidente sênior de operações globais do Ripple.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Camila Marinho
Camila Marinho é jornalista, com passagem por jornais impressos e outros portais com foco em criptomoedas. Acredita que a tecnologia blockchain é como o fogo dado por Prometeu à humanidade. Cresceu sob o sol da Bahia e hoje vive no frenesi do centro de São Paulo.
Lightning Network do Bitcoin

Corretora de Bitcoin brasileira vai implementar Lightning Network

A corretora de Bitcoin Walltime, conhecida na comunidade brasileira por ser uma das mais antigas e seguras, começou a se movimentar para ser a...
Criptomoedas Bitcoin e Ethereum

Aceleradora de franquias começa aceitar Bitcoin e Ethereum como pagamento

A aceleradora de franquias 300 Franchising agora aceita Bitcoin e Ethereum como meio de pagamento. Com a chegada da empresa, o cenário no Brasil...
Mão segurando Bitcoin em pilha de moedas

‘Barão do Bitcoin’ fará workshop sobre criptomoedas

Com o desempenho do Bitcoin ao longo dos anos muita gente passou a ter interesse na possibilidade de investir na criptomoeda, mas por onde...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias