Veja quantas criptomoedas são criadas por dia

Empresa rastreou que mercado nunca viu tantas criptomoedas assim.

Bitcoin verdadeiro e cópias falsas
Bitcoin verdadeiro e cópias falsas

De acordo com a empresa Crypto Parrot, em um estudo publicado nesta quarta-feira (22), mais de 10 criptomoedas são criadas todos os dias, na média dos últimos 365 dias.

A vultuosa quantidade de moedas criadas segue um importante movimento de alta do Bitcoin, a principal e mais famosa, além de ser a pioneira. Muitas moedas apenas se aproveitam da fama do bitcoin para atrair usuários inexperientes.

Como a alta do Bitcoin chegou a um nível nunca antes visto em 2021, novos projetos surgem em um ritmo acelerado. Para quem chega no mercado agora, esta quantidade de moedas confunde e atrapalha os estudos sobre o verdadeiro poder destas tecnologias.

Cerca de 10 criptomoedas novas são criadas todos os dias, entenda

Quem está chegando no mercado de criptomoedas hoje, entender os conceitos e a dinâmica do setor segue sendo um desafio constante. Com governos cada vez mais atentos ao setor e com alertas para empresas do mercado, é desafiador entrar em um espaço com mais que 12.046 mil moedas.

De fato, pode parecer um exagero dizer que o mercado tem essa quantidade de moedas listada em setembro de 2021, ao passo que no mesmo período em 2017 existiam “apenas” 1.121, segundo um levantamento da Crypto Parrot.

Assim, de setembro de 2020 para 2021, o aumento de novas criptomoedas foi de 68%, quando o mercado viu surgirem do nada 4,908 moedas, em grande parte que não tem nem valor entre investidores ou perdem rapidamente após captar recursos.

“O número de novas criptomoedas criadas nos últimos 12 meses é notável, considerando que, há uma década, apenas o Bitcoin estava disponível. No geral, as criptomoedas emergentes buscam alavancar a tecnologia blockchain para revolucionar vários setores como finanças, pagamentos, aprendizado de máquina, arte, entre outros.”

Número total de criptomoedas por ano entre 2017 e 2021
Número total de criptomoedas por ano entre 2017 e 2021/Reprodução

O estudo aponta que o surgimento de novas criptomoedas é derivado do Ethereum e sua febre de ICOs em 2017, assim como o DeFi em 2020 e 2021. Ou seja, apesar das novas moedas no mercado, grande parte são tokens das grandes redes, os que podem ser criados por qualquer pessoa.

Segundo os pesquisadores da Crypto Parrot, “vale ressaltar que algumas das novas criptomoedas capturadas não pretendem contribuir positivamente para o setor“.

“Craptomoedas” são cada vez mais comuns

As chamadas criptomoedas e altcoins, na visão dos maximalistas de Bitcoin, são apenas golpes criados para enganar pessoas. Segundo um vídeo traduzido e publicado pelo canal Bitcoinheiros, estas moedas podem ser chamadas de craptomoedas.

O termo foi cunhado pelo canal Ioni Appelberg, autor original do vídeo, que explica que apenas o Bitcoin é de confiança. Segundo eles, as craptomoedas vêm “do inglês crap (porcaria), também conhecidas como “altcoins” ou “criptos”. São esquemas de pirâmide e/ou golpes que aproveitam para pegar carona com o sucesso do Bitcoin“.

Ou seja, o fenômeno visto no último ano, que impulsionou o mercado de novas moedas, pode não passar de mais um golpe no mercado, do qual os investidores devem redobrar a atenção.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias