Venezuela vai lançar Petro Ore, mais uma cripto, dessa vez baseada em Ouro

Siga no

Seguindo a trilha de uma pré-venda bem sucedida da criptomoeda baseada em petróleo, Petro, o governo venezuelano pretende emitir um novo token, desta vez, atrelado ao ouro.

De acordo com a mídia local, Nicolas Maduro, presidente da Venezuela, anunciou que vão lançar a “Petro Oro,” afirmando que é uma criptomoeda “superior” a que foi baseada em petróleo venezuelano. Maduro disse:

“Não quero antecipar as coisas, mas temos uma surpresa no que diz respeito ao ouro, que terá a mesma dimensão ao petróleo, mas é o tema da próxima semana”.

Petro Ore

O anúncio foi feito durante uma reunião com membros de um partido venezuelano de esquerda, no qual Maduro propôs a criação de uma ampla frente da pátria “para defender a paz, a independência do país e construir o socialismo”.

A Venezuela vem vendendo seu ouro desde 2015 em meio a uma crise humanitária causada pela inflação que vem atingindo 13.000%. Mas eles ainda possuem as maiores reservas de ouro do mundo.

Aparentemente, eles estão planejando, vendê-los através de uma ICO. O governo da Venezuela parece estar empolgado com a criação de criptomoedas, afinal, faz pouco tempo que lançaram a Petro, que arrecadou US $ 735 milhões .

Ela foi executada em ethereum, mas parece que somente a venda de tokens teve um contrato inteligente . Então, aparentemente, ela será transportada para a NEM , outra blockchain privada, de certa forma centralizada e regularizada, podemos presumir que um dos motivos é que NEM, pode lidar com níveis mais altos de transações do que ethereum.

Não sabemos exatamente ainda quem foram os compradores de Petros , mas o órgão regulador de criptomoedas da Venezuela afirmou que irá atrair investimentos da Turquia, do Catar, dos Estados Unidos e da Europa.

O token é totalmente apoiado e promovido pelo governo venezuelano, incluindo seu presidente que twittou parcerias com duas exchanges.

A recepção é mista dentro da Venezuela e passa por debates políticos, a oposição declarando-a ilegal, enquanto o governo saúda como um salto para o século 21.

Dentro do mundo cripto também as opiniões são diversas, com muitas pessoas dizendo “não”, ao comunismo, enquanto outros vêem isso como uma experiência(investimento) interessante, independentemente das dimensões políticas. Cerca de metade das vendas do token vai para o próprio governo.

FONTE: TrustNodes

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Comissão Oficial do Bitcoin em El Salvador causa polêmica

“Comissão Oficial do Bitcoin” em El Salvador causa revolta na comunidade

Muitas coisas estão acontecendo em El Salvador desde que o país da América Central decidiu adotar o Bitcoin como moeda de curso legal. Recentemente...
Real-inflação (imagem: SHutterstock)

Inflação batendo as portas, como se proteger?

A inflação é totalmente sem educação, entra em nossas casas sem permissão ou aviso prévio e fica por um bom tempo morando conosco. É...
Mineração de Bitcoin, moeda BTC e GPU

Preço do Bitcoin cai após hashrate atingir mínima anual

A recente queda no preço do Bitcoin coincidiu com a baixa no hashrate da rede, com uma possível capitulação de mineradores do mercado. Vale...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias