Venture Builder mineira sai na frente e lança a primeira criptomoeda focada no ecossistema de startups

Lançamento foi realizado em 1º de fevereiro e teve como objetivo a apresentação de um meio seguro para a troca de serviços e produtos entre as startups brasileiras.

-

Siga no
Anúncio

FCJ, a primeira Venture Builder brasileira, lançou no dia 1º de fevereiro, a primeira criptomoeda no mundo voltada para o ecossistema de startups, a FCJX. O token tem como objetivo, entre outros, ser um meio seguro para a troca de serviços e produtos entre as startups, empresas e prestadores de serviços.

Segundo Paulo Justino, CEO da FCJ Venture Builder e responsável pelo lançamento da criptomoeda, mais de 70% dos tokens da FCJX serão distribuídos gratuitamente “para as startups brasileiras, ecosistemas, aceleradoras e stakeholders”.

Anúncio

O grande desafio da ação é iniciar o movimento de forma consistente. Para dar este passo inicial será utilizado o ecossistema da FCJ, formado pelas Venture Builders licenciadas em São Paulo, Triângulo Mineiro e Bauru, nas verticais Energy Nest, Semear Innovation e Construtech, parceiros, acionistas, investidores, empreendedores, idealizadores, startups, mentores, colaboradores e clientes das startups.

Este movimento de integração é aberto e qualquer participante do ecossistema pode fazer parte, tem como grande objetivo a educação no uso de criptomoedas, através da introdução do conceito e o uso no dia a dia, além de promover e estimular a interação de negócios entre as empresas. Será integrada em todo o ecossistema da FCJ, formado pelas Venture Builder licenciadas, acionistas, investidores, empreendedores, idealizadores, startups, mentores, colaboradores e clientes das startups.

“Queremos introduzir o conceito e o uso no dia a dia nas pessoas. Além disso, 10% do valor arrecadado na venda direta da FCJX será doado ao Sistema Divina Providência”, completa o CEO.

A FCJX é um token HRC20 criado na Althash.org (Plataforma da Fundação HTMLCoin para desenvolvimento de Tokens e Dapps), uma das mais antigas do mercado cripto com grande número de membros ativos na cena brasileira.

Segundo Márcio Gandra, V. Pres. de Inovação de Tecnologia na HTMLCoin Foundation e sócio fundador da HTMLBunker Crypto Exchange, a parceria possibilitará não só a implementação de serviços na plataforma, promoção de cursos, treinamentos e palestras para as startups, como também abrir as portas aos parceiros e investidores da FCJ Venture FCJ Venture Builder para o desenvolvimento de aplicações descentralizadas e a listagem de seus tokens na corretora, que será inaugurada em Março deste ano, onde será inicialmente negociado.


“Um dos principais pontos dessa união, tendo em vista o processo de mass adoption que as criptomoedas passam atualmente, é trazer ao eco sistema um produto sólido, com baixo custo operacional se comparado às demais plataformas de tokenização e com o diferencial de termos uma criptomoeda desenvolvida utilizando uma blockchain de código híbrido (Bitcoin / Ethereum), o que possibilitará, num mesmo ambiente, toda a segurança do protocolo Bitcoin no que tange às transações e incorruptibilidade das mesmas, com a flexibilidade dos smart contracts da plataforma Ethereum”, afirma Gandra.

Para conhecer mais acesse: https://www.fcjparticipacoes.com.br/a-fcj-lanca-a-primeira-criptomoeda-para-o-ecossistema-de-startup/

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Avatar
Márcio Gandrahttps://www.htmlcoin.com
V. Pres. Inovação e Tecnologia HTMLCoin Foundation CEO HTMLBunker Crypto Exchange

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

Possível diretor da CVM destaca Bitcoin aquecido

Um possível novo diretor da CVM destaca que o Bitcoin atravessa um momento em 2020 bem aquecido e a autarquia está de olho. O...

PayPal entra no mercado de criptomoedas

O gigante dos pagamentos PayPal anunciou que vai entrar de vez no mercado de criptomoedas, a empresa vai permitir que seus clientes comprem, vendam...

PF pode usar blockchain para identificar pessoas

Uma ferramenta blockchain que identifica pessoas será apresentada para delegados da PF, que pode começar a usar solução caso interesse. Na tarde desta quarta-feira (21),...