Vício em criptomoedas, uma epidemia silenciosa?

Afirmar que o vício em criptomoedas pode ser uma epidemia e que pode ser um grande problema para a sociedade no futuro, é um exagero, sem dúvidas, até beirando o FUD.

Siga no

Investir em criptomoedas é uma das atividades financeiras em alta recentemente, mas será que esse tipo de investimento pode ser prejudicial, não para a sua carteira, mas para a sua saúde? O portal de notícias ámbito destacou como alguns investidores podem estar viciados em criptomoedas e como isso pode afetar suas vidas.

O site falou sobre o relato de Matt Danzico, que afirmou que percebeu que tinha um problema sério quando começou a ver logotipos de criptomoedas em embalagens de produtos no supermercado. Danzico afirma que ele começou a investir em criptomoedas durante a pandemia e os seus investimentos passaram a ser uma obsessão.

“Passei noites sem dormir me revirando na cama, tentando tirar os gráficos da minha cabeça. Eu pensei que estava ficando louco.”, disse Danzico, designer e jornalista que mora em Barcelona.

Vício

Os especialistas veem o fenômeno como uma forma de dependência em jogo, apontando semelhanças com os comerciantes de Wall Street, cujos investimentos podem estar fora de controle.

Castle Craig, uma clínica de reabilitação na Escócia, descreve o vício em criptomoedas como uma “epidemia moderna”.

O problema é mais visto entre os homens, observou a clínica em seu site, mas “isso pode ser porque as mulheres comercializam menos criptomoedas do que os homens”.

Um investidor afirmou que as suas emoções acabaram se tornando uma montanha-russa, problema que foi exacerbado por causa das preocupações com a Pandemia. A sua esposa chegou a falar que durante o período o investidor acabou ficando cada vez mais ansioso e irritado.

Danzico não informou ao site os danos específicos para o seu portfólio e vida financeira, mas afirmou que a sua “conta bancária não está bem.” Felizmente o investidor conseguiu se livrar do seu vício, mas ele está preocupado que situações assim possam se repetir ao redor do mundo com o crescimento do criptomercado.

“Estamos falando de dezenas de milhões de pessoas negociando criptomoedas. Se uma pequena fração dessas pessoas ficarem viciadas, seria um enorme potencial para colapsos mentais.”, alertou o investidor preocupado.

Epidemia silenciosa?

Esse não é um caso completamente isolado, no passado falamos por aqui sobre um relato de um investidor que vendeu seus Bitcoins porque estava sentindo um grande peso em sua saúde mental, prejudicando consideravelmente a sua vida pessoal.

O próprio ambito falou sobre a história de Jirka, um investidor que chegou à beira da depressão após tentar ganhar dinheiro investido e errando algumas de suas apostas.

Afirmar que o vício em criptomoedas pode ser uma epidemia e que pode ser um grande problema para a sociedade no futuro, é um exagero, sem dúvidas, até beirando o FUD. No entanto, há sim um problema com investidores levando suas negociações acima de um nível normal.

Isso pode afetar até mesmo quem está verificando preços de criptomoedas a cada minuto, sempre acompanhando gráficos e se estressando com cada movimentação do mercado.

No fim das contas, isso não é um ambiente saudável e não adianta ganhar dinheiro com suas altcoins se você enlouquecer antes de poder gastar seu dinheiro de alguma forma produtiva. O importante é não apenas tomar cuidado com seus investimentos, mas com como você investe.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

CEO da Binance se torna o chinês mais rico do mundo, diz site

Changpeng “CZ” Zhao, o famoso CEO da Binance, é um nome muito importante dentro do criptomercado e até mesmo na economia como um todo....
Criptomoeda do Facebook Diem e Libra

Facebook não vai mais proibir propagandas de criptomoedas

Desde o final da alta das criptomoedas em 2017 o Facebook e outras redes sociais limitaram ou até proibiram propagandas e conteúdo patrocinado sobre...

Homem é abordado na rua e obrigado a transferir bitcoins para assaltantes

Os crimes no criptomercado podem acontecer de diferentes maneiras, desde os roubos realizados em golpes digitais até mesmo roubos físicos. A polícia de São...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias