Vitalik Buterin ataca maximalistas do Bitcoin após bilionário criticar Ethereum

"Todos os heróis do Bitcoin são palhaços."

Vitalik Butein vestido de unicórnio em evento
Vitalik Butein vestido de unicórnio em evento

Um bilionário apoiador do Bitcoin compartilhou que o Ethereum não tem ética, sendo atacado pelo criador da rede Vitalik Buterin. Vale lembrar que essa não é a primeira vez que uma polêmica surge entre as comunidades das maiores moedas digitais em valor de mercado.

O Bitcoin nasceu como uma tecnologia em 2009, sendo pioneira ao permitir transações pela internet de forma descentralizada. Assim, essa rapidamente ganhou conhecimento como uma moeda digital sem fronteiras, atraindo curiosos para seu ecossistema.

E Vitalik Buterin foi um desses curiosos que conheceu o bitcoin e fez parte da comunidade logo nos primeiros anos. Contudo, ele acreditava que a blockchain poderia abrigar mais casos de uso e imaginou um super computador mundial descentralizado, vindo a criar o Ethereum.

Embora as criações tenham propósitos diferentes, a comunidade Ethereum sempre quis superar o valor do bitcoin, algo que nenhum projeto concorrente conseguiu nem chegar perto.

Vitalik Buterin diz que bilionário apoiador do Bitcoin é um palhaço, ao criticar maximalistas

O maximalista do bitcoin é aquela pessoa que não acredita que existe um mercado de criptomoedas. Em resumo, essas pessoas entendem que o bitcoin é a única moeda digital e todas as outras são cópias baratas e de alto risco para seus usuários, projetos de altcoins esses que podem morrer a qualquer momento.

E um desses maximalistas é Michael Saylor, CEO da MicroStrategy, uma das empresas que mais têm bitcoin no mundo. Bilionário nos Estados Unidos, ele tem acompanhado de perto o ecossistema do BTC e mostra que acredita no futuro dessa moeda digital.

Contudo, quando questionado sobre Ethereum nos últimos dias, ele disse que o ETH é uma solução antiética, que viola os mandamentos dos valores mobiliários. Ou seja, Saylor indica que vê o Ethereum como um ativo, similar a uma ação ou investimento, mas não como uma moeda digital ou “super computador”.

Ao ver o comentário do bilionário maximalista de Bitcoin, Vitalik Buterin não poupou suas palavras para atacar, dizendo que a comunidade BTC escolhe palhaços como heróis.

“Por que os maximalistas continuam escolhendo heróis que acabam sendo palhaços totais?”

A fala de Vitalik ocorreu no último final de semana, embora a comunidade bitcoin tenha discordado dele imediatamente. Isso porque, quem é maximalista de verdade não tem herói e sua confiança está depositada apenas na tecnologia, não nas pessoas do ecossistema.

Ethereum pode superar o Bitcoin?

O desejo de Vitalik Buterin e outros de seu ecossistema Ethereum é certamente superar o bitcoin em sua capitalização de mercado, tornando o ETH a “moeda mais valiosa”.

Em busca dessa situação, a tecnologia Ethereum se prepara para atualizar a rede para um novo modelo de consenso, o Prova de Aposta (Proof of Stake). A comunidade acredita que isso pode levar o Ethereum a superar o Bitcoin em breve, embora a aposta do projeto tenha sido adiada por várias vezes e nunca conseguiu ser implementada.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias