Bitcoin entra em sua fase mais madura de adoção e volatilidade deve diminuir, diz diretor da Fidelity

O diretor da Fidelity sugeriu que uma alocação de 2% em Bitcoin poderia ter um impacto relevante nos portfólios, graças ao perfil de retorno ajustado ao risco do ativo.

O Bitcoin está se aproximando da fase final de seu ciclo de adoção na curva S, o que deve resultar em uma volatilidade menor do que a vista por investidores antigos. Esta é a avaliação de Jurrien Timmer, diretor da Fidelity.

O especialista em ativos afirmou que a aprovação dos ETFs de Bitcoin em janeiro foi um passo importante para ampliar o acesso ao ativo digital, facilitando sua inclusão nos portfólios de diversos tipos de investidores.

Ele também destacou que essa inclusão permite que o Bitcoin seja analisado em conjunto com ações, títulos e outros ETFs na hora de construir um portfólio de investimentos.

De acordo com Timmer, o Bitcoin pode ser comparado ao ouro, pois ambos tendem a se valorizar em ambientes de baixas taxas de juros ou políticas fiscais expansivas.

No entanto, apesar de o Bitcoin poder superar outros ativos em termos de valorização, é provável que haja um ponto em que os investidores retornem aos ativos tradicionais por suas avaliações mais atraentes.

Bitcoin entrou em sua fase mais madura de adoção

O diretor da Fidelity sugeriu que uma alocação de 2% em Bitcoin poderia ter um impacto relevante nos portfólios, graças ao perfil de retorno ajustado ao risco do ativo.

Segundo ele, essa alocação seria suficiente para influenciar positivamente os resultados de qualquer portfólio, sem, no entanto, provocar a necessidade de uma venda massiva em momentos de queda.

Apesar da natureza volátil do Bitcoin, Timmer acredita que o ativo está no caminho da maturidade e que eventualmente se tornará menos volátil, semelhante ao comportamento do ouro.

Em outras palavras, Timmer acredita que, a partir de agora, as grandes quedas e altas do Bitcoin podem ficar cada vez mais raras, tornando o Bitcoin um investimento mais estável e previsível, semelhante ao que acontece com o ouro.

Ele argumenta que essa estabilização pode ser favorável para empresas, encorajando uma maior adoção do Bitcoin, já que ele se tornaria um ativo mais confiável no curto prazo.

O diretor da Fidelity também afirmou que a redução da volatilidade seria um passo natural na adoção e crescimento do Bitcoin, possibilitando um cenário com menos oscilações bruscas e mais estabilidade para os investidores.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias

Últimas notícias