Inicio Bitcoin WhatsApp já permite enviar e receber bitcon; saiba como

WhatsApp já permite enviar e receber bitcon; saiba como

Aplicativo aceita transações entre quatro criptomoedas graças ao bot Lite.Im.

-

Compartilhe
Bot permite receber bitcoin pelo WhatsApp

Investidores já podem enviar e receber bitcoin por meio do WhatsApp. O anúncio sobre a novidade foi publicado pela Zulu Republic, que utiliza um bot para transações envolvendo criptomoedas através do aplicativo. Além do bitcoin, a litecoin também pode ser utilizada em envios pelo WhatsApp.

Alguns aplicativos podem integrar sistemas de pagamentos que envolvem criptomoedas. Em alguns casos, desenvolvedores criam ferramentas que podem ser agregadas em aplicativos de terceiros, como o WhatsApp, por exemplo. Sendo assim, essas ferramentas proporcionam um ambiente capaz de suportar transações envolvendo criptomoedas em ambientes distintos.

Bot para WhatsApp possui várias funcionalidades

O WhatsApp não possui a funcionalidade direta para o envio de criptomoedas como o bitcoin e litecoin, por exemplo. Para isso a empresa Zulu Republic criou um bot capaz de suportar transações envolvendo criptomoedas dentro do WhatsApp. As operações são possíveis graças ao Lite.Im. O bot foi anunciado neste último domingo (19) pela empresa suíça com sede em Zug.

O bot possui várias funcionalidades que não são restritas em apenas enviar e receber criptomoedas. É possível configurar em dois idiomas disponíveis na versão inicial do bot, que pode ser operado em inglês ou espanhol. É possível consultar transações, exportar carteira e até ganhar criptomoedas indicando a utilização do bot para conhecidos.

WhatsApp pode ser utilizado para enviar criptomoedas

Redes sociais apostam no mercado de criptomoedas

O WhatsApp conta com cerca de 1.5 bilhão de usuários. A criação do bot Lite.Im poderá utilizar esse número significativo de usuários para popularizar massivamente a modalidade de envio de criptomoedas pelo aplicativo de conversação. Não obstante, o WhatsApp também já sinalizou sua entrada no mercado de criptomoedas.

Deverá ser lançada ainda em 2019 uma stablecoin do WhatsApp. O aplicativo faz parte do conglomerado de redes mantidas por Mark Zuckerberg. Além do WhatsApp, o Facebook e o Instagram fazem parte das plataformas que compõem a ideia de lançamento de uma stablecoin.

Uma nova criptomoeda deverá ser lançada no mercado, e tudo indica que será de forma integrada com as redes sociais de Zukerberg. O empresário está desenvolvendo um ativo digital que deverá ser atrelado ao dólar norte-americano. Após o lançamento deste projeto, Facebook e WhatsApp vão confirmar a entrada das empresas no mercado de criptomoedas.

Mais duas criptomoedas podem ser enviadas pelo bot

O bot para envio de bitcoin pelo WhatsApp suporta, no total, quatro criptomoedas. O ethereum (ETH) também está entre as criptomoedas que podem ser recebidas ou enviadas pelo aplicativo de conversação. Outra criptomoeda aceita pelo Lite.Im é o Zulu Republic Token (ZTX), que faz parte da plataforma que lançou o bot no mercado.

Em sua fase de lançamento, o Lite.Im demonstra que possui estrutura suficiente para oferecer suporte as transações entre criptomoedas feitas pelo WhatsApp. Pode ser que em breve o bot ofereça mais opções, aumentando assim suas operações, e por consequência, a oferta de diferentes criptomoedas.

XDEX:Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado.Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Innova Mine: A cidadela da mineração e trade de criptomoedas

A Innova Mine é um novo projeto da indústria de criptomoedas que opera um modelo de negócios revolucionário. A empresa está sediada na Austrália...

MyAlice: Ex-sócio denuncia esquema em empresa de criptomoedas, “sumiram mais de 100 bitcoins”

Uma grave denúncia contra a MyAlice foi realizada por um ex-sócio da empresa no Facebook. Através de depoimento, Jean Kássio mostra como os negócios...

MP abre inquérito contra a Dreams Diggers por suposto esquema de pirâmide

O Ministério Público, por meio da 5ª Promotoria da Justiça do Consumidor de Salvador (BA), acaba de abrir inquérito civil para investigar a Dreams...

O valor da escassez dos ativos digitais

O setor de jogos evoluiu muito nas últimas décadas, uma das primeiras e grandes mudanças foi a eliminação da mídia física, reduzindo custos de...

A história das moedas físicas de Bitcoin

Uma das principais características do Bitcoin é que ele é totalmente digital, todavia, com o passar dos anos algumas pessoas começaram a criar moedas...

“Dinheiro não existe”: justiça orienta vítimas a sacarem tudo da Unick Forex

A Unick Forex está sendo investigada pela justiça brasileira. Após uma filial do escritório da empresa ser fechado no interior do Rio Grande do...

Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Mais uma vez o Brasil sai na frente ao inaugurar um sistema interbancário através da tecnologia blockchain. O projeto é mantido pelo Banco Central...

Visa, Uber e Paypal vão apoiar a criptomoeda do Facebook

A criptomoeda do Facebook ganhou importantes aliados, como a Visa, Uber e Paypal. As três empresas anunciaram que apoiam a GlobalCoin. A previsão é...

Halving do Litecoin pode ser o maior evento de 2019

Certamente discutir sobre preços de criptomoedas é algo paradoxal, logo não é o foco discutir essa perspectiva. Isso porque o halving do Litecoin (LTC)...
 

COMENTÁRIOS

Compartilhe