XDEX: Corretora de criptomoedas da XP Investimentos abre cadastros para usuários

Siga no
Xdex foi lançada
Imagem: Site XDEX

Conforme relatado pelo Livecoins em setembro, a XP investimentos, considerada uma das maiores corretoras do país anunciou o desenvolvimento de uma plataforma para negociação de Bitcoin.

A previsão é que a empresa inicie no mercado de ativos digitais entre outubro e dezembro de 2018 começando com Bitcoin e Ethereum.

Hoje a empresa liberou o cadastro para “acesso antecipado” por meio do site https://www.xdex.com.br/acesso-antecipado/. Na página a empresa encoraja usuários a serem um dos “primeiros a negociar bitcoins com taxa zero“.

Para se cadastrar basta digitar o nome, email e CPF. Em seguida uma mensagem de confirmação é enviada e o usuário poderá compartilhar o link para amigos em um formato de indicação.

No site já é possível verificar várias informações sobre a futura plataforma, a descrição da página afirma que a “XDEX é uma exchange de criptomoedas e que é a primeira plataforma no Brasil capaz de garantir segurança, estabilidade e agilidade em qualquer negociação no mercado.

De acordo ainda com a chamada no site, a missão da empresa é “oferecer os melhores serviços e uma plataforma tecnológica inovadora para que os clientes possam comprar e vender criptomoedas de forma fácil, segura e com a menor taxa do Brasil.

Outros recursos informados no site são um sistema de reconhecimento de transferência integrado aos bancos, que “garante rapidez e confiabilidade na hora de transferir reais para comprar criptomoedas”. Suporte 24/7 por meio de chat online, e “tecnologia segura e robustas para transações e armazenamento de moedas digitais”.

De acordo com a XDEX, a plataforma garante estabilidade e segurança para bitcoins e outras criptomoedas.

O site foi registrado sob o CNPJ 24.376.334/0001-22 em nome da XDEX INTERMEDIACAO LTDA. Uma consulta rápida revela que o escritório da plataforma fica em São Paulo.

Algumas informações chamaram a atenção de alguns usuários nas redes sociais. No rodapé da página a XDEX afirma que não tem obrigação de distribuir moedas que sejam frutos de hardforks ou airdrops.

Isso significa que em caso de hard-forks emcriptomoedas que a XDEX negociar, ela não ira fazer a distribuição das moedas derivadas, como foi o caso do Bitcoin Cash.

Além disso a plataforma afirma que não é possível realizar depósito ou transferências de ativos digitais, o que leva ao entendimento que as criptomoedas serão vendidas pela própria empresa.

“Não são permitidos depósitos, resgates e/ou transferências de ativos digitais/criptomoedas de e para uma carteira virtual (Carteira Virtual ou E-Wallet) por meio da plataforma XDEX. Antes de investir, consulte todos os serviços disponíveis na página de termos de uso do site da XDEX. A XDEX não possui qualquer obrigação de criar meios para que os usuários da plataforma XDEX recebam ativos digitais/criptomoedas em adição aos ativos digitais/criptomoedas originalmente detidos ou convertam os seus ativos digitais/criptomoedas em outro devido ao fato de serem titulares de certo ativo digital/criptomoedas em caso de evento na rede (blockchain) que implique mudanças no código de alimentação dos ativos digitais/criptomoedas, tais como Forks e Air Drops, mas não se limitando a estes.”

A XP ainda não informou a data definitiva para liberar a plataforma para os usuários, mas o cadastro antecipado representa um passo importante.

O lançamento da XDEX vai permitir que qualquer pessoa no Brasil e em toda a América Latina participe do mercado sem ter que buscar uma solução no exterior. Isso permitirá um processo mais confiável de negociação no mercado.

A XP pretende ter 1 trilhão de reais (US $ 245 bilhões) sob custódia até 2020, quatro vezes o que se espera ter até o final do ano.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Deputado Estadual Gustavo Gouveia, em Pernambuco regular criptomoedas

Mais um estado brasileiro quer regular as criptomoedas com Projeto de Lei

Após um PL ser apresentado na Paraíba, mais um estado brasileiro quer regular as empresas de criptomoedas para prestar informações. Nos últimos dias, a Assembleia...
Jack Dorsey, CEO do Twitter e fã do Bitcoin

Empresa de CEO do Twitter quer minerar Bitcoin

A Square, empresa de Jack Dorsey listada na NYSE, quer minerar Bitcoin como estratégia de negócio. A informação foi compartilhada por Dorsey em seu Twitter,...
Pedro-Bial-Hashdex

Pedro Bial testemunha o poder transformador das criptomoedas em campanha da Hashdex

A Hashdex surgiu para democratizar os investimentos em criptomoedas, oferecendo produtos seguros e regulados para todos os investidores. Atuando como ponte entre o mercado...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias