Home Blockchain Youtube fica fora do ar, mais um motivo pra lembrar da blockchain

Youtube fica fora do ar, mais um motivo pra lembrar da blockchain

Queda do serviço da gigante Google expõe uma web dependente de uma tecnologia obsoleta

-

Compartilhe
Youtube fora do ar
Youtube fora do ar.

Na noite dessa Terça-feira (16), o Youtube ficou fora do ar. De acordo com o site Down Detector, a indisponibilidade do site foi reportada em todo o mundo por milhares de usuários.

Os relatos de que o maior site de vídeos do mundo estava off-line começaram a aparecer por volta de 21:15.

Ainda não há informações sobre o motivo que causou a queda do serviço mas o perfil oficial do Youtube no Twitter informou que os engenheiros estão trabalhando em uma solução.

O YouTube é o segundo maior mecanismo de pesquisa do mundo e o terceiro site mais visitado depois do Google e do Facebook, 400 horas de vídeo são enviadas para o YouTube a cada minuto, assistimos a mais de 1 bilhão de horas de vídeos do YouTube por dia, mais do que os da Netflix e do Facebook juntos.

Hoje, mais de dois bilhões de usuários estão sem acesso ao Youtube. O site que é controlado pela Google, utiliza infraestrutura em nuvem, o Google Cloud Plataform, que ficou fora do ar em Julho, e derrubou serviços importantes como o Spotify, Snapchat e vários outros.

Irônicamente a computação em nuvem foi desenvolvida para minimizar o impacto de problemas técnicos. Assim, um serviço funciona simultâneamente em vários computadores diferentes, assim, o serviço pode ser “migrado” de um sistema para outro automaticamente – Um termo conhecido como “redundância”.

Bom, parece que a redundância da nuvem do Google não funcionou hoje.

Blockchain pode tornar a computação em nuvem melhor

O armazenamento de dados e a computação em nuvem estão prontos para sua próxima evolução com a tecnologia Blockchain em apenas alguns poucos anos.

Em vez de armazenar arquivos e informações em um servidor centralizado, como o Google ou o Amazon S3, plataformas como Siacoin ou Storj começaram a usar a tecnologia Blockchain para descentralizar o armazenamento de dados.

Um dos principais desafios da computação em nuvem que o blockchain procura resolver é o custo.

As soluções de computação em nuvem tendem a ser mais baratas quando usadas de forma variável, mas podem ser bastante caras quando usadas para aplicativos com uma carga de trabalho alta, como o Youtube.

Embora blockchains possam ser usadas ​​como sistemas de registro e sejam ideais como plataformas de transação distribuídas, elas ainda são consideradas lentas como bancos de dados quando comparados com o que é possível para a tecnologia de transações digitais que vemos hoje em dia.

Como a tecnologia blockchain continua a se desenvolver, não há dúvida de que mais e mais soluções para a computação em nuvem surgirão com o tempo.

Projetos descentralizados podem beneficiar empresas, protegendo informações e impedindo a indisponibilidade.

A Siacoin e Storj podem futuramente estabelecer parcerias com os gigantes da indústria. Se conseguirem fazê-lo, o Google, a Amazon e a Microsoft poderão começar a usar seus serviços como plataforma de back-end para armazenamento, a fim de reduzir custos e oferecer a seus clientes um tempo de atividade mais confiável e consistente.

Ou, Essas empresas podem desenvolver suas próprias soluções blockchain para integração na Nuvem.

Toda a indústria de computação em nuvem deve ser integrada à tecnologia blockchain em poucos anos. Todas as empresas líderes deste setor e empresas de blockchain têm potencial de se beneficiar dessa mudança.

Youtube fora do Ar, usuários reagem

As pessoas que estão tentanto acessar o site foram recebidas com o erro 505, e não conseguiram ver seus canais favoritos. Muitos tentaram freneticamente entrar no site, mas continuaram a receber mensagens de erro ou páginas em branco.

Haviam usuários reclamam e dizendo que “não tinham certeza do que fazer com eles mesmos”.

Abaixo um compilado de reclamações e MEMES:

 

Youtube voltou 😀

Por volta de 23:50, o Youtube voltou a funcionar. No Twitter a equipe avisou: “Estamos de volta”.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Congressistas entendem a diferença entre a Libra e o Bitcoin

A criptomoeda Libra tem sido associada ao Bitcoin, entretanto, há diferenças entre os projetos. De acordo com Charlie Shrem, os congressistas dos EUA conseguem...

Como ganhar dinheiro com a volatilidade do bitcoin

O Bitcoin é um ativo bastante volátil, ele possui mais de 63% de volatilidade anual. Isso significa que ele pode retrair ou expandir 63%...

Unick Forex, FX Trading e Zero10 Clube estão na mira de hackers que ajudam Polícia Federal em investigação

A Unick Forex e mais outras 50 empresas estão sendo investigadas por um grupo de hackers supervisionados por autoridades. O grupo ajuda na investigação...

Menor fração de bitcoin está prestes a valer mais que a moeda da Venezuela

Um satoshi de bitcoin (0.0000001 BTC) está quase valendo mais que o bolívar soberano da Venezuela. Os números revelam que um satoshi poderá valer...

Já é possível pagar aluguel com Bitcoin em imobiliária gaúcha

Uma imobiliária gaúcha permite que seus clientes paguem o aluguel através do bitcoin. A iniciativa traz ainda um cartão magnético que poderá ser utilizado...

Como fazer transações baratas com Bitcoin?

Muito se fala sobre o bitcoin ter taxas altas e transações lentas, de forma que hoje a escalabilidade da rede está em ampla discussão....
 

COMENTÁRIOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Compartilhe