Home Notícias YouTube vira Réu em ação coletiva contra BitConnect (BCC)

YouTube vira Réu em ação coletiva contra BitConnect (BCC)

-

Compartilhe
youtube bitconnect
Imagem: Pixabay

De acordo com uma notícia publicada pela Ethereum World News, o Youtube está sendo processado em uma ação coletiva contra a BitConnect (BCC).

Depois de ser acusada repetidamente de operar como um esquema ponzi, a BitConnect descontinuou suas operações em janeiro de 2018, após uma ordem de vários reguladores financeiros.

A BitConnect (BCC) foi capaz de acumular 2,9 bilhões de dólares em valor de mercado com um valor por moeda de US $470 que rapidamente despencou para quase nada após o fechamento.

Surpreendentemente, a moeda ainda está listada com um valor de mercado de 4,3 milhões de dólares, apesar de estar exposta como uma fraude.

Os responsáveis pela BitConnect conseguiram ganhar milhões em Bitcoin e depois prometerem aos usuários retornos astronómicos de investimento. Na verdade, a plataforma criou um programa de referência (Ponzi) com recompensas crescentes, além de um sistema de empréstimo que pagou aos investidores para emprestar BCC.

YouTube lidando com processo

Embora alguns tenham assumido a posição de que o YouTube não deve ser implicado no processo, como sendo um agente passivo do conteúdo publicado, eles negligenciam o processo pelo qual o YouTube revisa e censura regularmente sua plataforma.

Pergunte a qualquer defensor de pontos de vista contencioso, do conservadorismo ao aborto e controle de armas, e você encontrará uma lista de editores de vídeo que regularmente contam com conteúdo regulado (o que equivale a censura) ou totalmente retirado sem uma descrição clara .

Se o YouTube quer ser a autoridade centralizada de sua plataforma de conteúdo, também deve assumir a responsabilidade por situações que prejudiquem os usuários.

Embora todos nós reconhecermos que um grau de autocensura é necessário (ninguém quer abrir o YouTube e ser saudado com vídeos de estupro, assassinato, etc.), o YouTube elevou o nível sobre como ele lida com o regulamentações – mas seja qual for a razão, deixou de atuar no caso do BitConnect.

Conforme descrito por David Silver, advogado dos demandantes da ação coletiva, vários vídeos e reclamações foram postados no YouTube alertando o gigante da mídia sobre a natureza do esquema ponzi sendo conduzido pelo grupo BitConnect.

Além disso, o YouTube se beneficiou diretamente da publicação do conteúdo do BitConnect, por meio dos 58 milhões de visualizações e das 70 mil horas de conteúdo adicionados ao site.

Como outros salientaram, o número de visualizações acumuladas por algumas das contas publicadas deveria ter sido suficiente para se qualificar para o padrão de qualificação “aprimorado” para as contas do YouTube, que tem um acompanhamento mais rigoroso do processo de verificação.

No mínimo, os 58 milhões de visualizações deveriam ter provocado uma segunda revisão pelo processo de revisão do YouTube, o que poderia ter ajudado a impedir o crescimento do maior esquema de ponzi em criptomoedas.

Para ver o processo completo, clique aqui

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Congressistas entendem a diferença entre a Libra e o Bitcoin

A criptomoeda Libra tem sido associada ao Bitcoin, entretanto, há diferenças entre os projetos. De acordo com Charlie Shrem, os congressistas dos EUA conseguem...

Como ganhar dinheiro com a volatilidade do bitcoin

O Bitcoin é um ativo bastante volátil, ele possui mais de 63% de volatilidade anual. Isso significa que ele pode retrair ou expandir 63%...

Unick Forex, FX Trading e Zero10 Clube estão na mira de hackers que ajudam Polícia Federal em investigação

A Unick Forex e mais outras 50 empresas estão sendo investigadas por um grupo de hackers supervisionados por autoridades. O grupo ajuda na investigação...

Menor fração de bitcoin está prestes a valer mais que a moeda da Venezuela

Um satoshi de bitcoin (0.0000001 BTC) está quase valendo mais que o bolívar soberano da Venezuela. Os números revelam que um satoshi poderá valer...

Já é possível pagar aluguel com Bitcoin em imobiliária gaúcha

Uma imobiliária gaúcha permite que seus clientes paguem o aluguel através do bitcoin. A iniciativa traz ainda um cartão magnético que poderá ser utilizado...

Como fazer transações baratas com Bitcoin?

Muito se fala sobre o bitcoin ter taxas altas e transações lentas, de forma que hoje a escalabilidade da rede está em ampla discussão....
 

COMENTÁRIOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Compartilhe