1,5 bilhão de pessoas podem usar moedas digitais nos próximos três anos

Dado é de pesquisa feita pelo Banco de Compensações Internacionais.

Siga no

Nos próximos três anos, sete bancos centrais espalhados pelo mundo podem emitir suas próprias moedas digitais (CBDC). Isso significa que, até 2023, cerca de 1,5 bilhão de pessoas – número de indivíduos atendidos por essas instituições bancárias – provavelmente usarão criptomoedas ou tolkens digitais em suas transações.

A informação consta em uma pesquisa feita pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS, em inglês). No estudo, divulgado neste mês, a organização responsável pela supervisão bancária global ouviu 66 bancos centrais. Desse total, 21 estão localizados em países desenvolvidos e 45 em países com economias emergentes. O Brasil é um deles.

66 bancos centrais participaram da pesquisa

Por que os bancos pretendem lançar suas próprias criptomoedas?

Os pesquisadores do Bis perguntaram aos representantes dos bancos centrais quais as principais motivações para o uso da nova tecnologia. Na pesquisa, foi feita a divisão entre “criptomoedas para uso geral”, que servem como dinheiro digital, por exemplo, e tokens digitais com acesso restrito (wholesale).

As respostas dadas variaram.

Os países como economias emergentes, como o Brasil e Colômbia, por exemplo, têm “motivações mais fortes” para utilizar criptomoedas para uso geral. As principais razões são substituição de cédulas, eficiência de pagamentos domésticos, segurança nos pagamentos e inclusão financeira. Já para economias bem desenvolvidas, a única motivação citada foi a segurança dos pagamentos.

No caso dos tolkens “wholesale”, as motivações para os países em desenvolvimento são melhorar eficiência de pagamentos domésticos, segurança das transações e estabilidade financeira.No caso das economias avançadas, o aumento da eficiência dos pagamentos transfronteiriços é a principal razão.

80% dos bancos centrais mundiais têm pesquisas na área de criptomoeda

Apesar de apenas sete bancos centrais afirmarem que estão prestes a lançar criptomoedas próprias, a pesquisa também mostrou que 80% das instituições pesquisadas estão envolvidas em algum tipo de trabalho focado nas CBDC’s. Desse total, 40% já estão passando por experimentos.

Essas instituições têm feito, por exemplo, pesquisas sobre moedas digitais, experimentos com a nova tecnologia e até desenvolvendo projetos pilotos. No geral, de acordo com a pesquisa, o número de bancos centrais que trabalham com algum tipo de pesquisa voltada à criptomoeda aumentou 10% nesse levantamento, quando comparado com o feito ano anterior.

Países que já anunciaram a criação de CBCD’s

Alguns bancos centrais já anunciaram o desenvolvimento de criptomoedas próprias. Um deles é o da China.

Em novembro, Mu Changchun, vice-diretor do Banco do Povo da China (PBOC, na sigla em inglês), afirmou que existe um grupo de pesquisa sobre dinheiro digital, que pretende adotar a tecnologia blockchain.

O Banco Central Europeu também está discutindo a criação de uma moeda digital. No final do ano passado, por exemplo, representantes da instituição chegaram a discutir o tema em Frankfurt, na Alemanha.

Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

CEO da Aave diz que “loucura do Yield Farming” está chegando ao fim

O CEO da Aave, Stani Kulechov, está preocupado com a falta de inovação dentro do setor de finanças descentralizadas (DeFi), citando a natureza de...

Time da NBA vai aceitar Dogecoin como pagamento por ingressos

Aparentemente o bom momento da Dogecoin ainda possui força, ou simplesmente abriu as portas para que a criptomoeda meme ganhe novos mercados. A mais...

EUA tem plano diabólico para zerar dívida nacional com Bitcoin, diz russo

O entusiasmo criado em torno do Bitcoin para o longo prazo não é por acaso, de acordo com um russo especialista em inteligência competitiva....

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Time da NBA vai aceitar Dogecoin como pagamento por ingressos

Aparentemente o bom momento da Dogecoin ainda possui força, ou simplesmente abriu as portas para que a criptomoeda meme ganhe novos mercados. A mais...

EUA tem plano diabólico para zerar dívida nacional com Bitcoin, diz russo

O entusiasmo criado em torno do Bitcoin para o longo prazo não é por acaso, de acordo com um russo especialista em inteligência competitiva....

CEO da Kraken: Bitcoin vai para o infinito

O CEO da Kraken, uma das maiores corretoras de criptomoedas dos Estados Unidos, acredita que o Bitcoin acabará por se tornar a moeda mundial....

Criador do Litecoin faz alerta contra NFTs

O criador da criptomoeda Litecoin, considerada a "prata digital", fez um alerta sobre os Tokens Não Fungiveis (NFT). De acordo com Charlie Lee, o...

Mineradores de Bitcoin ganharam R$ 7.6 bilhões em fevereiro

Com o valor atual do Bitcoin, a mineração da moeda digital está se tornando extremamente lucrativa e o número de mineradores de criptomoedas está...