4 estratégias eficazes para reduzir o risco no Bitcoin

Siga no

Considerando os preços de 26/05/18 a 26/05/19, a volatilidade anual do Bitcoin foi de 63%. Para fins de comparação, a volatilidade da bolsa de valores brasileira foi de 22% no mesmo período.

O preço do Bitcoin variou quase o triplo quando comparado à bolsa brasileira, o que mostra o alto risco de se investir na moeda digital. Mas esses riscos podem ser reduzidos com efetividade. Esse post vai te ensinar como reduzir seu risco com investimentos em Bitcoin.

Faça entradas graduais

Como diria Warren Buffet, um dos maiores investidores de todos os tempos: “Jamais teste a profundidade do rio com os dois pés”. Isso quer dizer que você não deve pegar todo o seu dinheiro e comprar tudo de Bitcoin. A partir do momento que se faz isso, você vira “torcedor” e não mais um investidor.

É preciso ter dinheiro em caixa para aproveitar as retrações do Bitcoin ou ajustar a sua estratégia. Fazer preço médio é uma estratégia muito utilizada por quem está investindo a médio e longo prazo.

Além disso, possíveis quedas podem “machucar” menos a sua carteira. Ficar desconfortável com perdas pode implicar decisões ruins em relação aos seus investimentos.

Imagine quem retirou todo seu dinheiro da poupança e comprou de Bitcoin na última alta recorde em dezembro de 2017? Certamente deve ter amargado um grande prejuízo.

É muito difícil lidar com prejuízo, ainda mais para quem precisa desse dinheiro. Por isso é importante comprar aos poucos, de forma que uma perda não te deixe desconfortável financeiramente e que seja possível mudar de decisão sem ter um grande custo econômico.

Se você quer comprar a partir de 1 btc, é recomendado entrar em contato com mesas de negociação, especialmente a OTC da Nox, que é uma das maiores do Brasil. Comprar Bitcoin em OTC garante agilidade nas negociações e preços mais atrativos, sem o pagamento de taxas.

Realize os lucros aos poucos

É normal que muitos investidores, principalmente os iniciantes, queiram acertar o ponto máximo de lucro. Isso aconteceu na alta de 2017, muitas pessoas esperaram para fazer a realização dos lucros e se depararam com uma queda rápida do preço do Bitcoin. É sempre importante ter uma meta de lucros para evitar que eles se transformem em perdas.

Isso poderia ser evitado com a realização parcial de lucros. Veja bem, vivemos em um país que paga 6,5% ao ano na Selic. Se você ganhou 10, 20, 30 ou até 100% com seus investimentos em Bitcoin, já está excelente e muito acima da média brasileira.

A ganância é uma das maiores armadilhas para qualquer investidor, quando o medo de deixar de ganhar supera o medo de perder, geralmente os investimentos não acabam bem.

Quando o Bitcoin está em alta, normalmente as corretoras apresentam “gargalos” operacionais e demora no atendimento, os sistemas podem travar ou até mesmo ficar fora do ar.

A demanda sobe mais rápido do que elas conseguem se adequar. Por isso que é recomendado vender em mesas OTC para garantir uma venda mais tranquila, rápida e segura.

Compre Capital Protegido na NOX

A mesa OTC da Nox está começando a realizar operações estruturadas em Bitcoin. Essas operações já são famosas e amplamente utilizadas no mercado de ações, através de derivativos. O objetivo delas é proteger o investidor de volatilidade e imprevisibilidade.

Uma dessas operações é o Capital Protegido NOX. Através dela, é possível investir em Bitcoin com a garantia de 100% do dinheiro investido. Você ganha o direito de vender a criptomoeda pelo mesmo preço de compra no início do investimento.

Em contrapartida, você abre mão de parte da valorização do Bitcoin para ficar com essa proteção de 100%. A grande vantagem é que você entra na operação sabendo o quanto pode perder (R$ 0,00) e o quanto pode lucrar (70% da valorização até 20%, o que resulta em um ganho máximo de 14%).

O contrato de capital protegido tem a duração de 4 meses com um ganho máximo de 14%. Ou seja, o investidor pode garantir 3,5% de lucro máximo ao mês.

O investimento mínimo é de R$ 1.000 e a operação já está disponível para contratação, caso tenha interesse, clique aqui.

Abaixo segue um exemplo de operação com duas carteiras de R$ 100 mil: uma utiliza o Capital Protegido NOX e a outra apenas o Bitcoin puro.

nox capital protegido bitcoin

Em 1 ano, a carteira de Bitcoin puro teve um retorno acumulado de 0,49% (R$ 491,60 no período).

Enquanto a carteira com Capital Protegido NOX teve 14% de retorno acumulado (R$ 14.000 no período).

Conheça alternativas de diversificação em criptomoedas

Diversificar em altcoins é uma tarefa complexa e pouco recomendada, pois a correlação entre criptomoedas é extremamente elevada. Além disso, metodologias para avaliação desses ativos ainda são pouco eficazes. 

O que vemos hoje são centenas de projetos/moedas com pouco volume de negociação e quase nenhum fundamento validado.

Uma alternativa interessante para redução do risco de criptomoedas são as stablecoins negociadas em diversas exchanges principalmente contra o Bitcoin.

É uma forma de voltar a ter exposição à moedas fiduciárias sem voltar para o sistema financeiro tradicional (depósito em uma exchange).

As principais stablecoins são lastreadas em dólares, é importante entender quem são as empresas emissoras e como elas garantem que o lastro de fato é 1 pra 1 (1 token = 1 dólar), quem acompanha toda a polêmica em torno do Tether (USDT) sabe que a transparência dessas empresas ainda é uma qualidade rara.

Vale lembrar que para o investidor brasileiro com a maior parte de seus investimentos em Real trocar Bitcoin por stablecoin também tem riscos. Afinal, o que se tem na prática é uma exposição ao Dólar.

Conclusão

Atualmente existem muitas estratégias para quem está pensando em mitigar os riscos do investimento em Bitcoin. As estratégias de diversificação, realização de lucros e entradas graduais já são mais conhecidas e utilizadas no mercado.

Contudo, o desenvolvimento de novos instrumentos financeiros no Bitcoin permitiu a criação de novos produtos que são extremamente eficazes na proteção e previsibilidade para os investidores.

A Nox OTC é uma das primeiras mesas de operações a oferecer um produto de Capital Protegido que permite investimentos em Bitcoin com redução de até 100% do risco de uma queda do preço da criptomoeda. Caso tenha interesse, você pode contratá-lo através deste link: Contratar agora.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Avatar
João Paulo Oliveirahttps://noxbitcoin.com.br
João Paulo Oliveira é CEO e Fundador da Nox Bitcoin, líder brasileira em operações financeiras especializada com criptomoedas. Compra de bitcoin com capital protegido. Se o preço cair, você não perde dinheiro. Se subir, você participa da valorização. Fornecemos o acesso que instituições financeiras e grandes investidores precisam para aproveitar oportunidades no ecossistema de criptomoedas. Nosso negócio é focado em operações (automatizadas ou não) de trading em bolsas, market making para corretoras de criptomoedas, consultoria, e principalmente, compra e venda de bitcoin em grande volume (OTC).

Investidores encontram Rodrigo Marques, fundador da Atlas Quantum

Depois de quase dois anos desaparecido, Rodrigo Marques, o fundador da Atlas Quantum, foi encontrado morando em um condomínio de luxo em São Paulo. Marques...

Governo Biden vê ameaça potencial do Yuan digital da China

O governo dos Estados Unidos está monitorando o desenvolvimento da moeda digital da China, o Yuan digital. A equipe de Biden está preocupada com...

“ETFs de Bitcoin podem revolucionar o mercado” diz Wall Street Journal

O Bitcoin já dobrou de preço em 2021, com um crescimento que viu o preço sair da casa dos US $ 29 mil para...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias