“É hora de abandonar os bancos e usar Bitcoin”, diz Jordan Peterson

Vale lembrar que em março deste ano, Jordan já havia recomendado o Bitcoin para seus seguidores. Em resposta a uma notícia sobre bancos abandonando transações com dinheiro, ele disse que o Bitcoin seria a solução para o problema.

Jordan Peterson, aclamado psicólogo e crítico cultural, gerou debate no Twitter (X) ao falar do potencial do Bitcoin em substituir os sistemas bancários convencionais. O comentário foi feito em resposta a uma notícia de que um dos maiores bancos da Austrália está planejando fazer transição para um sistema bancário exclusivamente digital até novembro de 2024.

O Macquarie Bank, quinto maior banco da Austrália, gerou revolta ao anunciar que abandonaria transações com dinheiro e cheque em suas agências até novembro de 2024.

Embora outros bancos do país tenham adotado medidas similares em algumas de suas filiais, o Macquarie se destacou ao estender a política em todas as suas agências.

A reação popular nas redes sociais foi majoritariamente negativa, com preocupações sobre como a transição afetaria grupos vulneráveis e poderia transformar a Austrália em uma nação sem dinheiro em breve.

“Talvez seja hora de abandonar os bancos”

Jordan Peterson, conhecido por suas críticas contundentes a normas sociais e políticas, e autor de best-sellers como “Maps of Meaning” e “12 Rules for Life”, não é um novato nos debates sobre criptomoedas.

Em um episódio de seu podcast em 2021, Peterson explorou o universo Bitcoin com especialistas, incluindo Robert Breedlove, que enfatizou como o Bitcoin poderia mitigar riscos associados a bancos tradicionais.

No contexto atual, onde um grande banco australiano está se distanciando do dinheiro físico, as reflexões de Peterson sobre a criptomoeda ganham nova relevância.

A substituição de sistemas bancários tradicionais é uma realidade possível? E, se sim, quais seriam as implicações socioculturais e econômicas disso?

De acordo com Peterson, “Talvez seja hora de abandonar os bancos” e começar a usar Bitcoin.

Peterson e a era do Bitcoin

Vale lembrar que em março deste ano, Jordan já havia recomendado o Bitcoin para seus seguidores. Em resposta a uma notícia sobre bancos abandonando transações com dinheiro, ele disse que o Bitcoin seria a solução para o problema.

Na ocasião, um dos principais bancos da Austrália, o ANZ, afirmou que pretendia restringir saques em espécie em algumas de suas agências.

A instituição afirmou ainda que pretendia diminuir o número de caixas eletrônicos disponíveis no país, numa tentativa de reduzir a quantidade de papel-moeda em circulação.

A medida do banco atraiu críticas, com muitos afirmando que tal ação prejudicaria o acesso de idosos e outros grupos que dependem do dinheiro físico.

Após recomendar Bitcoin para seus seguidores, Jordan atraiu atenção de uma dos maiores críticos do Bitcoin, Nassim Taleb, que questionou os conhecimentos sobre finanças do psicólogo.

“Não me senti compelido a entrar e explicar que Peterson falando sobre finanças é um pouco menos sofisticado do que um comitê de caminhoneiros canadenses antivaxx dando palestras sobre teoria quântica de campos. Mas preciso alertar as jovens vítimas que Peterson pertence ao cartel do Bitcoin.” — Disse Taleb.

Com uma forte presença nas redes sociais, Peterson vem ampliando sua influência para além dos debates sociais. Ele tem se envolvido cada vez mais em debates sobre o potencial do Bitcoin e outras criptomoedas como alternativas aos sistemas bancários tradicionais.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias