ABFintechs faz mapeamento do PIX do Banco Central

Pagamentos instantâneos no Brasil deverão começar em 2020!

Siga no
PIX, projeto do Banco Central do Brasil
PIX, projeto do Banco Central do Brasil

O PIX é uma solução em desenvolvimento pelo Banco Central do Brasil, anunciada recentemente, e que já ganha um mapeamento feito pela ABFintechs. A Associação Brasileira de Fintechs lançou um material nos últimos dias apresentando o ecossistema sendo criado em torno do PIX.

De fato, o BC afirma que proverá a infraestrutura e as empresas que tiverem interesse em utilizar deverão desenvolver suas soluções próprias. A iniciativa PIX foi anunciada em 2020, pelo atual presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

De acordo com a ABFintechs, em abril de 2020, cerca de 70 empresas já estariam prontas para participar do PIX, pelo menos na teoria. As áreas de atuação serão diversas, mostrando que há um forte interesse em viabilizar a solução do Banco Central do Brasil que é a resposta para enfrentar o Bitcoin.

Funcionamento do PIX
Funcionamento do PIX (Pagamentos Instantâneos Brasileiro) – Reprodução

PIX vem aí e ABFintechs fez um mapeamento do ecossistema que já está sendo criado

Quando o Banco Central do Brasil anunciou o PIX, muito mistério ainda rondava o projeto, que vem desde então ganhando mais consistência. O anúncio veio no mesmo período que vários bancos centrais anunciam a criação de suas próprias moedas digitais.

Para seu funcionamento, é necessário um ecossistema que dê suporte ao PIX, também chamado de Pagamentos Instantâneos Brasileiro. De acordo com a ABFintechs, em um levantamento feito em abril de 2020, já são 73 empresas a criar projetos para o PIX.

O levantamento foi feito por um Grupo de Trabalho (GT) da ABFintechs, com objetivo de discutir as propostas do BC, realizar sugestões e melhorias ao projeto. Além disso, defender os interesses da fintechs no Brasil, que já são consideradas serviços importante no Brasil.

O mapeamento tem a proposta de enumerar e categorizar as empresas que estão se preparando para atuar no PIX. Abaixo está a versão 1.0 do mapeamento que será atualizado mensalmente com os novos posicionamentos de mercado e as sugestões, feedbacks e ideias enviadas

Mapenamento das empresas já envolvidas com o PIX feito pela ABFintechs
Mapenamento das empresas já envolvidas com o PIX em abril de 2020, feito pela ABFintechs – Reprodução/ABFintechs

O material foi produzido por Marcelo Martins, coordenador do Grupo de Trabalho PIX dentro da ABFintechs e Rogério Melfi, Coordenador do GT de Open Banking da associação. A ABFintechs busca reunir as empresas de tecnologia financeiras do Brasil para criar um ambiente mais maduro e eficiente.

PIX deverá ser lançado em novembro de 2020, afirmou presidente do BC

Nos últimos dias, Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central do Brasil, afirmou que pandemia do COVID19 não vai abalar o lançamento do PIX. Com isso, fica claro que nos próximos meses a iniciativa venha a público.

Com essa solução, certamente haverá uma diminuição de notas em espécie e um sistema financeiro digitalizado. Quando a iniciativa foi anunciada, o PIX foi colocado como uma resposta ao Bitcoin, que é uma moeda digital usada no mundo todo.

Ainda que o cronograma de lançamento do PIX esteja previsto para novembro, alguns líderes já defendem o adiamento. Um deles é o CEO do Mercado Pago, Tulio Oliveira, que afirmou ao Mobile Time que a pandemia prejudicou as empresas que podem sofrer para se adequar ao PIX nos próximos seis meses. Na prática, a adoção ao PIX poderá ter problemas, mesmo com o BC seguindo firme em seu prazo.

“Quanto ao cronograma, o grande desafio que se impõe, e temos falado disso com o regulador, é que todas as empresas estão focadas em reinventar seu negócio, o que constitui uma complexidade adicional para entregar algo em novembro. O Banco Central vem falando que não vai alterar o prazo ou o cronograma, e a gente segue com os planos internos de integração e desenvolvimento, mas vemos desafios da indústria como um todo para estar pronta em novembro”, destacou Tulio Oliveira em entrevista ao Mobile Time.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Dubai. Imagem: Unplash

Bilionário de Dubai quer fazer o maior investimento em Bitcoin da história

Um empresário de Dubai está se comprometendo a comprar 100.000 bitcoins, avaliados em US $ 4,8 bilhões, para ajudar no desenvolvimento da criptomoeda na...

Banco Central dos EUA sai do ar poucos dias depois de secretária do tesouro...

O banco central dos EUA sofreu um grande crash em seus sistemas nesta quarta-feira (24) e várias pessoas não conseguiram realizar transferências eletrônicas. O...
Cotação e preço gráfico do Bitcoin no Brasil Dólar

100 bitcoins da “era de Satoshi” são movimentados pela primeira vez em 10 anos

As grandes movimentações de Bitcoin na blockchain são sempre importantes de serem observadas, principalmente quando envolve moedas dos primeiros anos. Na tarde desta quarta-feira...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Banco Central dos EUA sai do ar poucos dias depois de secretária do tesouro chamar Bitcoin de ineficiente

O banco central dos EUA sofreu um grande crash em seus sistemas nesta quarta-feira (24) e várias pessoas não conseguiram realizar transferências eletrônicas. O...

100 bitcoins da “era de Satoshi” são movimentados pela primeira vez em 10 anos

As grandes movimentações de Bitcoin na blockchain são sempre importantes de serem observadas, principalmente quando envolve moedas dos primeiros anos. Na tarde desta quarta-feira...

Bitcoin, altcoins e tokens ganham código próprio no IRPF2021

Olá Bitcoiners! Chegou aquela época do ano à qual temos que passar de qualquer forma, momento de dor para alguns, mas também de alívio para...

Elon Musk pode levar Dogecoin à Lua, literalmente

Elon Musk, um dos homens mais ricos do mundo, tem muita criatividade e dinheiro sobrando, algo que geralmente acaba em ideias malucas. Em um...

Elite do bitcoin gasta fortunas para comprar memes colecionáveis

Os tokens não-fungíveis, também chamados de NFT, são conhecidos no mercado de criptomoedas desde 2017, quando surgiram os CryptoKitties. A febre foi tão grande...