Ação de empresa emissora de cartões despenca após bilhões sumirem

Empresa inclusive imprime cartões que podem ser recarregáveis com Bitcoin!

Siga no
Empresa que imprime cartões de crédito perde bilhões de dólares
Empresa que imprime cartão de crédito perde bilhões de dólares

Uma das empresas mais famosas do mundo no ramo de impressão de cartão de crédito é a Wirecard. Nessa quinta, a ação da Wirecard despenca após a empresa, emissora de cartões de crédito em vários países, alegar que perdeu bilhões de dólares.

De fato, os investidores foram tomados pelo susto com as novidades e correram para vender no mercado suas ações. A Wirecard, com sede em Munique na Alemanha, está passando por uma auditoria da Big Four, Ernest & Young (EY).

Com uma enorme apreensão, as ações da Wirecard listadas na bolsa de valores da Alemanha despencaram nessa quinta. O preço das ações da Wirecard AG (WDIG) caiu de £ 104 para £ 38 em horas, com queda de 64% na cotação, a mais severa na história da companhia.

Ação de Wirecard despenca após auditoria não encontrar bilhões da empresa

A empresa Wirecard é uma referência mundial na emissão de cartões de crédito e débito. Além disso, possuí uma série de ferramentas para pagamentos online, facilitando o acesso a transações digitais pelo mundo.

Contudo, a empresa atravessa momentos difíceis em sua fase atual, com desconfianças graves do mercado. A Wirecard deveria soltar um relatório ao mercado de suas atividades financeiras, uma vez que passa pela auditoria da Ernst & Young. Em nota, entretanto, a empresa afirma que foram encontrados falhas no balanço, uma vez que 1,9 bilhão de euros sumiram.

O auditor da Wirecard AG, Ernst & Young GmbH Wirtschaftsprüfungsgesellschaft, Munique, informou a Wirecard AG que até o momento não foram obtidas evidências de auditoria suficientes dos saldos de caixa em contas fiduciárias a serem consolidados nas demonstrações financeiras consolidadas no valor de 1,9 bilhões de euros (aproximadamente um quarto de total do balanço consolidado).

Aparentemente, a EY suspeita que funcionários da empresa manipularam os balanços. Como a falha grave foi detectada, a liberação da demonstração financeira e consolidados de 2019 teve que ser adiado, causando temor nos investidores.

Com a repercussão negativa da auditoria de uma Big Four, a EY, a Wirecard viu os investidores de longo prazo saindo do mercado. Isso porque, o preço da ação da Wirecard AG foi de £ 104 a £ 38 em poucas horas, um valor que não era visto desde 2016. Enquanto os mercados da Alemanha ainda estão abertos, a ação da empresa de cartões despenca após a polêmica.

Wirecard emite cartões de crédito para empresa de criptomoedas: “não há risco para nosso negócio”, garante fundador

Ao ver a polêmica da Wirecard, o mercado de criptomoedas se lembrou de empresas que emitem cartão com a empresa. Uma delas é a Crypto.com, que possuí uma série de cartões impressos com a Wirecard.

O CEO da empresa, Kris, foi ao Twitter comentar a polêmica sobre a Wirecard. De acordo com Kris, a Crypto.com não terá nenhum problema caso a Wirecard se torne insolvente, porque sua empresa não tem nenhum fundo associado. Segundo ele, essa inclusive seria uma exigência da FCA, que é a Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido.

Fatos: cartões de débito emitidos pela Wirecard para http://Crypto.com são totalmente pré-financiados. Esses fundos fiduciários de clientes são mantidos por uma instituição EMI regulamentada pela UK FCA em contas de clientes segregadas. Os fundos são mantidos em outro banco (não no Wirecard), conforme exigido pela FCA.

Para esclarecer ainda mais, o Wirecard não tem custódia de nenhuma criptografia mantida por http://Crypto.com.

O Livecoins tentou contato com a Wirecard no Brasil, com sede em São Paulo, para comentar o caso. Contudo, até o fechamento desta reportagem ainda não havíamos recebido retorno do atendimento online da empresa.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Governo da Ucrânia ensina bitcoin para população

O Ministério da Transformação Digital da Ucrânia criou uma campanha para ensinar  bitcoin, blockchain e criptomoedas para a população. Os vídeos foram desenvolvidos em...

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...
BCHA-51-attack

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

Últimas notícias

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

30 bilionários possuem bitcoin, mas não falam sobre isso, revela milionário do Twitter

O multimilionário filantrópico Bill Pulte, apelidado de "Bitcoin Bill" após sua entrada no mercado de bitcoin em dezembro de 2019, afirmou em uma live...