ANBIMA alerta contra Braiscompany: “Tomaremos medidas cabíveis”

Empresa estaria usando imagem da associação indevidamente para passar credibilidade a possíveis investidores.

Siga no
Site da Braiscompany, empresa alvo de denúncia pela Operação Faraó alerta
Site da Braiscompany/Reprodução

A Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), emitiu, na última segunda-feira (18), um alerta contra a Braiscompany. Segundo a associação, a empresa estaria usando indevidamente sua imagem.

A polêmica da Braiscompany começou no final de 2020, quando o analista e CEO da Suno Research, Tiago Reis, “deflagrou” a sua famosa Operação Faraó. Ao denunciar para seus seguidores as atividades possivelmente fraudulentas da Braiscompany, a empresa logo teve que se explicar para investidores ávidos para sacar seus aportes no negócio.

Além disso, a Braiscompany viu seus líderes serem afastados do reality show Batalha das Startups. Como eram mentores no programa, a produção preferiu afastar os donos da empresa até que a situação fosse explicada.

No último final de semana, Tiago Reis voltou a alertar contra as atividades da empresa. De acordo com Reis, a Braiscompany estaria usando em materiais publicitários a marca da CVM e da ANBIMA.

ANBIMA alerta para uso indevido de sua imagem por Braiscompany

Ao mercado financeiro, a ANBIMA é reconhecida por ser uma instituição séria. Com várias certificações que garantem o bom funcionamento do mercado financeiro, a associação se viu envolvida, contra sua vontade, em um problema.

Acusada por Tiago Reis como uma pirâmide financeira, a Braiscompany estaria usando a imagem da ANBIMA, que logo que tomou conhecimento, emitiu alerta ao mercado.

De acordo com a ANBIMA, serão tomadas medidas cabíveis contra a Braiscompany. A associação ainda declarou que o uso de sua imagem em materiais publicitários foi indevido.

Além disso, a ANBIMA afirmou que há meios de investidores se certificarem de empresas que são parceiras da associação. Como é uma instituição de respeito, possíveis golpes se apropriam de sua imagem para passar credibilidade.

Em nota, o mercado viu no último dia 18 mais um peso contra a Braiscompany.

Braiscompany não se pronunciou sobre nota da associação

A empresa Braiscompany, por redes sociais, não comentou a nota da ANBIMA contra suas atividades. Procurados pelo Livecoins, a empresa não retorno o contato até o fechamento desta matéria.

Inclusive, a empresa comemorou em publicação nesta terça-feira (19) a inauguração de uma nova filial na cidade de São Paulo. Pelo Facebook, por exemplo, é possível ver o evento de luxo da Braiscompany, comandados pelos líderes Antônio Neto Ais e Fabricia Ais. (Antonio Inacio da Silva Neto e Fabricia Farias Campos).

 

De qualquer forma, com a nota da ANBIMA, a Braiscompany poderá ter problemas jurídicos com a associação, que é reconhecida como uma autoridade na regulação do mercado financeiro no Brasil.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Preço do Bitcoin em Euro

“Criptomoedas estão com os dias contados”, diz vice-presidente do Bank of China (Brasil)

"As criptomoedas estão com os dias contados", de acordo com Hsia Hua Sheng, professor de finanças da FGV e vice-presidente do Bank of China...
Símbolo do Bitcoin em blocos, representando blockchain atualização Taproot

Binance ainda não deu sinal verde para atualização do Bitcoin e é criticada nas...

A Binance ainda não atualizou sua versão do Bitcoin para aderir ao Taproot, uma das atualizações mais importantes da história do Bitcoin. Como resultado,...
Criptomoeda Chia mineração

Amazon lança mineração em nuvem de Chia e criptomoeda dispara 70%

A criptomoeda Chia foi integrada na AWS, serviço de computação em nuvem da Amazon, segundo uma postagem na pagina chinesa da empresa. Com o...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias