Após 8 anos, Wikipédia deixa de aceitar doações de Bitcoin

Página do Bitcoin na Wikipédia.
Página do Bitcoin na Wikipédia.

Embora a Wikipédia aceitasse Bitcoin desde 2014, a Wikimedia — empresa-mãe da Wikipédia — decidiu deixar de aceitar doações em criptomoedas. A votação contou com a presença de 326 usuários, destes, 232 votaram a favor e 94 contra a proposta.

Entre os pontos destacados pela proposta estavam a possível influência em investimentos, com a Wikipedia usada como ferramenta de marketing, questões ambientais relacionadas a mineração e, por fim, a reputação da empresa.

Outro ponto que pode ter tido grande influência na decisão foi o montante das doações. Segundo o relatório, as criptomoedas foram responsáveis por apenas 0,08% da renda da empresa no ano passado.

Bitcoin era responsável por 0,08% da receita da empresa

Conhecida especialmente pela Wikipédia, a Wikimedia não está mais aceitando Bitcoin como forma de doação. Sendo um dos dez sites mais acessados do mundo, tal iniciativa parecia mais vantajosa para o Bitcoin do que para a própria empresa, principalmente após revelação dos números.

Segundo a Wikimedia, apenas 0,08% de sua receita de 2021 foi proveniente de doações de criptomoedas, em sua maioria Bitcoin. Com isso, a proposta aprovada citava que a aceitação de tais doações eram um “endosso a investimentos extremamente arriscados e inerentemente predatórios”.

“A Fundação Wikimedia decidiu descontinuar a aceitação direta de criptomoedas como meio de doação.”

“Começamos nossa aceitação direta de criptomoedas em 2014 com base em solicitações de nossos voluntários e comunidades de doadores. Estamos tomando essa decisão com base no feedback recente dessas mesmas comunidades,” aponta o anúncio. “Especificamente, fecharemos nossa conta da Bitpay, o que removerá nossa capacidade de aceitar criptomoedas como método de doação direto.”

Voltando aos números, apenas 347 pessoas usaram criptomoedas como doação em 2021. Portanto, não é surpresa que a descontinuação tenha sido anunciada em 14 de abril e só percebida duas semanas depois, afinal poucos estavam interessados em realizar doações com criptomoedas.

A proposta contou com a presença de 326 usuários, que aprovaram a proposta com cerca de 71% dos votos. Outro ponto debatido foi a questão ambiental relacionada a mineração do Bitcoin, que vai contra a ideologia da empresa.

Vai e vem da adoção

Embora o Bitcoin esteja ganhando cada vez mais adoção nos últimos anos, algumas empresas estão tomando o rumo contrário. Além da Wikipédia, outra gigante que já trabalhou com Bitcoin quando o setor era pequeno foi a Steam. A gigante dos jogos começou a aceitar BTC em abril de 2016, entretanto abandonou o método de pagamento em dezembro de 2017.

Portanto, mais do que buscar adoção, talvez seja mais interessante mantê-la. Afinal estes exemplos mostram que empresas que estão adotando o Bitcoin hoje podem abandoná-lo no futuro.

Satoshi Nakamoto lutou para o Bitcoin não ser deletado da Wikipédia

Deixando a decisão sobre as doações de lado, um fato curioso é que até mesmo o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto, lutou para que a página do Bitcoin na Wikipédia não fosse deletada. Em julho de 2010, Nakamoto pediu ajuda da comunidade para manter a página disponível.

“Seria de grande ajude condensar o artigo e torná-lo menos promocional o mais rápido possível. Apenas apontando para as pessoas sobre o que é [o Bitcoin], onde se encaixa no espaço do dinheiro eletrônico, e não tentar convencê-las de que [o Bitcoin] é bom.”

“Espero que não seja deletado. Se isso acontecer, será difícil superar a presunção. O impulso institucional é manter a última decisão.”

Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, pedindo ajuda para manter a página do Bitcoin na Wikipédia.
Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, pedindo ajuda para manter a página do Bitcoin na Wikipédia.

Devido a estes esforços e ao crescimento do Bitcoin, tal página na Wikipédia não apenas não foi deletada como também está disponível em 113 idiomas atualmente, até mesmo em português. Por fim, seria curioso saber a opinião de Nakamoto sobre a última decisão da Wikipédia em deixar de aceitar doações em Bitcoin.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias