Argentina está reprimindo comércio de Bitcoin

País é um dos destaques no uso de Bitcoin na América Latina, contudo, governo não tem gostado!

Siga no
Bitcoin (BTC e Blockchain) na Bandeira da Argentina
Bitcoin na Bandeira da Argentina

A crise na Argentina continua assolando sua população, que agora vê o governo reprimindo o comércio de Bitcoin. O motivo seria que há um medo de fuga de capitais do país, uma vez que a população tem receio do peso argentino.

O Bitcoin é uma moeda digital que não depende de nenhum banco central para funcionar e nem realizar sua emissão. Ou seja, é uma moeda descentralizada e que permite a um usuário, independência de sistemas financeiros locais.

Mesmo sendo um país que tenha se dado bem no controle da disseminação do novo coronavírus, outros fatores têm sido preocupantes. O presidente, Alberto Fernandes, eleito ainda em 2019, acumula poderes com o congresso fechado e anunciou recentemente um novo calote na dívida. O peso argentino, então, tem se tornado uma moeda “pesada” para sua população.

Bandeira Argentina
Bandeira Argentina

Governo da Argentina está reprimindo comércio de Bitcoin, fiscalização aumenta em meio a pandemia

A Financial Information Unit (UIF), na tradução literal Unidade de Informação Financeira, é a agência governamental que monitora as transações financeiras. Seu funcionamento é semelhante ao do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) no Brasil.

De acordo com o portal local, El Cronista, o governo da Argentina está de olho no comércio de Bitcoin. O movimento, que poderia até ser considerado uma repressão, é uma forma de exercer controle com o dinheiro das pessoas.

O governo de Alberto Fernández quer monitoramento eficaz contra fuga de capital do país, uma vez que acredita que o Bitcoin é uma ameaça ao peso argentino. Dessa forma, a UIF emitiu um alerta aos bancos, casas de câmbio e corretoras de Bitcoin, para que fiscalizações sobre transações com criptomoedas sejam verificadas com maior cautela.

Bitcoin é a maior moeda digital do mundo
Bitcoin é a maior moeda digital do mundo – Reprodução/Flickr

O que motivou o movimento de “repressão” do governo foi o aumento no volume de negociações de Bitcoin na Argentina, que tem um dos principais comércios da região. Por lá, é possível gastar a moeda digital em vários estabelecimentos e até em transportes públicos, o que preocupa o governo que tomou posse no último ano.

A velha desculpa de lavagem de dinheiro voltou a tona no país

Normalmente, países que banem o Bitcoin o justificam com acusações de lavagem de dinheiro e terrorismo. O governo da Argentina é o mais novo a utilizar a falácia, que já se provou errada nos últimos anos uma vez que as transações com Bitcoin são rastreáveis.

A história mostra que o melhor meio para lavagem de dinheiro é usar moeda em espécie, e não as criptomoedas. Com o aumento de volume de compra de Bitcoin na Argentina, uma das vias de acessar informações dos traders foi enviar um anúncio de “prevenção a lavagem de dinheiro” aos participantes do sistema financeiro, de acordo com o El Cronista.

Aumento do volume de compra de Bitcoin com peso argentino chamou atenção do governo
Aumento do volume de compra de Bitcoin com peso argentino chamou atenção do governo – Reprodução/Coin.Dance

O movimento de repressão, contudo, acontece junto ao que o governo busca fortalecer o peso argentino. Para isso, uma luta contra o câmbio paralelo foi traçada, e há um medo que a população deixe o peso argentino como moeda de poupança, fator que abalaria o sistema financeiro local. O Bitcoin seria um forte concorrente, pois é visto como reserva de valor.

Além disso, a Financial Information Unit destacou que a coleta de informações dessas transações visa fortalecer seu conhecimento sobre o assunto. As motivações para isso seriam para prevenção de terrorismo e lavagem de dinheiro no país, segundo a UIF.

Por fim, cabe o destaque que a Argentina reprimindo o comércio de Bitcoin, após anos de liberdade no assunto, é uma mudança que não é vista com bons olhos pela comunidade mundial. A Venezuela, outro que sofreu com câmbio, até tentou tal restrição, e não conseguiu.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Cardano. Imagem: Abode Stock

Cardano dispara e bate recorde de preço enquanto Bitcoin cai

A criptomoeda Cardano (ADA) disparou neste sábado e bateu um novo recorde de preço, enquanto isso, o Bitcoin e a maioria das principais criptomoedas...
Elon Musk interpretando Wario. Imagem: Divulgação SNL.

Cocriador da Dogecoin chama Elon Musk de “vigarista egoísta”

Pouco tempo depois de Elon Musk afirmar que estava trabalhando com desenvolvedores da Dogecoin, o cocriador da criptomoeda meme, Jackson Palmer, apareceu no Twitter...
Criptomoeda Ethereum em destaque com outras criptomoedas ao seu redor rivais

Elon Musk vai comprar Ethereum?

“Eu acredito fortemente nas criptomoedas, mas elas não podem levar a um aumento massivo no uso de combustível fóssil, especialmente carvão”, disse Elon Musk,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias