As 5 stablecoins de crescimento mais rápido em julho-agosto de 2020: o que torna cada uma delas especial?

-

2020 está provando ser o ano das stablecoins. De US$ 5,3 bilhões (R$ 28 bilhões) em janeiro, a capitalização de mercado geral do setor de stablecoin disparou para além de US$ 13 bilhões (R$ 68 bi), à medida que os investidores correram para proteger seu capital dos efeitos da crise econômica global. Mas por que algumas stablecoins estão crescendo muito mais rápido do que o mercado geral?

1) DAI – O combustível do yield farming

Capitalização de mercado: + 239% desde 1º de julho (atualmente US$432 milhões, R$ 2,2 bilhões)

Melhores veículos de investimento: Yield Farming com COMP e BAL (até 20% Porcentagem Anual)

A principal razão para o aumento no fornecimento de DAI é o Yield Farming- a última mania que está dominando o controle da indústria DeFi. O Yield Farming (ou mineração de liquidez) significa ganhar recompensas por adicionar liquidez a um protocolo DeFi.

Basicamente, ganhar juros para emprestar sua moeda a um projeto descentralizado. Os “farmers” (credores do DeFi) vêm com esquemas cada vez mais complicados, travando um ativo para obter um empréstimo em outro, travando-o em uma plataforma diferente para obter um terceiro tipo de ativo, etc.

Por exemplo, pode-se travar ETH ao Compound para obter tokens DAI e minerar o COMP da Maker e, em seguida, depositar o DAI em um pool de liquidez no Balancer para também “farmar” BAL. Ou você pode até trocar seu DAI por USDC, depositar isso como garantia no Compound para gerar mais DAI e obter ainda mais COMP.

Nos últimos meses, dois grandes projetos DeFi lançaram seus tokens de Yield Farming: COMP (Compound) e BAL (Balancer). Seus preços dispararam rapidamente e os usuários correram para explorar novas oportunidades de farming antes de uma queda inevitável. Essa ‘invasão’ impulsionou a capitalização de mercado da DAI para além de US$ 400 (R$ 2.1 milhões)

Se o Yield Farming se parece muito com bancos criando crédito do nada – é porque é idêntico. Na verdade, o próprio Vitalik Buterin recentemente chamou esse novo tipo de investimento de ‘insustentável‘. Ele também alertou contra seguir tendências de DeFi na moda sem avaliar os riscos:

2) TUSD (TrueUSD) – Tentando ser mais transparente do que USDT

Capitalização de mercado: + 85% desde 21 de julho (atualmente US$319 milhões, R$ 1,6 bilhão)

Melhores veículos de investimento: empréstimos na CoinList, 2,4% de retorno anual em agosto de 2020

O rápido aumento da capitalização de mercado do TrueUSD é um pouco surpreendente, visto que esse token quase nunca aparece nas manchetes de notícias sobre o criptomercado. TUSD não é apresentado em muitas plataformas de empréstimo de criptoativos, apenas no CoinList, Nuo e Aave listados no DeFi Rate. O APR de 2,4% também é consideravelmente menor do que o rendimento médio no mercado de stablecoin.

Ainda assim, a TUSD é mais escolhida do que USDT (Tether) por alguns investidores porque é mais transparente (no que diz respeito a stablecoins centralizadas, é claro). Ao contrário do Tether, que é lastreado por fiat em dólar e ‘instrumentos de crédito’ não especificados e nunca auditados, a TUSD é lastreada apenas pelo dólar.

Em 2019, a TrustToken chegou a anunciar uma colaboração com uma empresa de contabilidade dos EUA para fornecer monitoramento em tempo real da conta bancária onde o colateral está armazenado.

Além de sua relativa transparência, a TUSD, como outras stablecoins, é ajudada pela pandemia Covid-19 e pela recessão econômica. Como os investidores esperam que a moeda fiduciária se desvalorize como resultado da política monetária relaxada, eles estão comprando ativos criptográficos estáveis para proteger seu capital.

3) USDN (Neutrino USD) – A stablecoin de maior rendimento

Capitalização de mercado: + 36% desde 21 de julho (atualmente US$ 21,7 milhões, R$ 110 milhões)

Melhores veículos de investimento: staking na Waves.Exchange, retorno anual de 23,5% em agosto de 2020

O USDN é a única moeda em nossa lista que não é construída em Ethereum – e a única que suporta diretamente o staking delegado. Seu rendimento anual atual de 23,5% também é o mais alto entre as stablecoins.

USDN é baseado na blockchain Waves, que usa um modelo de consenso chamado LPoS, ou Leased Proof of Stake. Staking significa travar suas moedas em um contrato inteligente para obter algo em troca – geralmente recompensas por confirmar transações. O staking delegado consiste em delegar seu direito de confirmar transações a outro nó em troca de recompensas, em vez de lançar seu próprio nó.

O staking com criptomoedas é extremamente popular entre os investidores, com bilhões de dólares travados em contratos de moedas como Tezos (XTZ) e Cosmos (ATOM). No entanto, o Ethereum ainda não oferece suporte para staking, então você não pode obter stablecoins como USDT ou USDC, que são todos construídos no Ethereum.

Não é surpreendente, então, que USDN – o primeiro stablecoin com staking– esteja atraindo tanta atenção. Sua capitalização de mercado disparou em julho e agosto, quando o APR (rendimento anual) estimado cresceu de 10% para 23,5% em apenas 6 semanas.

Isso ocorreu devido a uma alta de preços da WAVES – o ativo pelo qual USDN é lastreado. Como o USDN é uma moeda-estável descentralizada, como o DAI, ele é colateralizado com outro ativo do criptomoeda, não com dólares americanos.

4) USDC (USD Coin) – Impulsionado pela popularidade do Curve

Capitalização de mercado: + 18% desde 21 de julho (atualmente US$ 1,3 bilhão, cerca de R$ 6 bilhões)

Melhores veículos de investimento: empréstimos em Nuo (11,23% APR em 21 de agosto)

A capitalização de mercado do USDC pode ser 10 vezes menor do que a do Tether, mas desempenha um papel mais importante no mercado DeFi baseado em Ethereum. A maioria das plataformas de empréstimo descentralizadas apóia o USDC, e o crescente interesse em empréstimos DeFi está alimentando a demanda por USDC.

Grande parte da demanda por empréstimos em USDC vem de traders institucionais que precisam de stablecoins para comprar BTC no mercado à vista e obter ganhos de arbitragem no mercado de derivativos.

Outro driver de preço é o rápido crescimento da plataforma Curve Finance – DeFi para a troca de stablecoins. O Curve foi projetado como uma alternativa ao protocolo de negociação descentralizado Uniswap. Enquanto o Uniswap apresenta milhares de tokens, muitos deles scams, o Curve tem apenas stablecoins, como USDC, DAI, USDT e wBTC. Com US$ 1 bilhão bloqueado nos contratos, Curve é atualmente o terceiro maior protocolo DeFi no Ethereum.

5) USDT (Tether) – Governado pelas baleias

Capitalização de mercado: + 9% desde 21 de julho (atualmente US$ 10 bilhões, cerca de R$ 530 bilhões)

Melhores veículos de investimento: empréstimos na Poloniex (6,5% APR em 21 de agosto)

A taxa de crescimento da capitalização de mercado da Tether é muito mais lenta do que a de outras stablecoins de nossa lista – mas principalmente porque a capitalização já é muito alta.

Apesar de seu claro domínio de mercado, ainda existem sérias dúvidas sobre a estabilidade de longo prazo da Tether. Entre as stablecoins centralizadas, é a menos transparente. A moeda é supostamente lastreada em USD em suas contas bancárias, mas não há relatórios de auditoria para provar que o dinheiro realmente está lá.

Em 2019, a Tether se envolveu em um grave escândalo: descobriu-se que a empresa transferiu mais de US $ 700 milhões em fundos colaterais para sua parceira, a Bitfinex Exchange. Como resultado, Tether admitiu que a oferta é parcialmente garantida por dívidas, não apenas moeda fiduciária. Se algo semelhante acontecer no futuro e os investidores descobrirem que a garantia não corresponde à oferta, o preço do USDT pode cair.

Outra preocupação é a centralização da propriedade do USDT. De acordo com relatórios, menos de 400 endereços detêm mais de 80% de todo o Tether. Essas baleias poderiam facilmente manipular o mercado e o preço do próprio USDT. Uma boa ilustração é o que aconteceu em 30 e 31 de julho de 2020, quando as baleias enviaram mais de U$ 300 milhões em USDT para Binance.

Isso não significa que os investidores devem ficar longe do USDT. Ainda assim, é aconselhável diversificar os acervo de moedas estáveis adicionando moedas descentralizadas, como DAI e USDN.

Por que você precisa de mais stablecoins em seu portfólio agora

Vimos que cada um dos 5 líderes em nossa lista tem crescido por seus próprios motivos. Isso leva a um insight importante: só porque a capitalização de mercado de vários stablecoins estão aumentando ao mesmo tempo, não significa que todos eles se correlacionam.

Assim, você pode construir um portfólio interessante de stablecoin para lucrar com várias fontes: farming de DAI, staking de USDN, empréstimo de USDC e assim por diante. Focar em criptoativos estáveis é uma boa estratégia de investimento, visto que a pandemia Covid-19 está longe de terminar. À medida que o mundo mergulha na recessão e os rendimentos nos mercados financeiros tradicionais caem abaixo de zero, as moedas estáveis se tornarão cada vez mais relevantes.

 

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Saiba tudo sobre:
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Moedas de Bitcoin pegando fogo.

Mineradora de Bitcoin pausa atividades após explosão e incêndio em rede elétrica

A Bit Digital, empresa de mineração de criptomoedas como Bitcoin e Ethereum, informou aos seus investidores que precisou pausar suas operações devido aos danos...
Bill Gates, fundador da Microsoft.

Bill Gates revela motivo de não investir em Bitcoin

Ao participar de uma sessão de perguntas no Reddit, o famoso fundador da MicroSoft, Bill Gates, afirmou que não possui Bitcoin. Indo além, aproveitou...
Site e aplicativo da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil, a CVM

CVM deve monitorar influencers de finanças após golpes com criptomoedas

Após os escândalos de golpes usando a imagem de criptomoedas no Brasil, a CVM pretende monitorar todos os influencers de finanças. Essa medida está...
Moeda de Ethereum (ETH).

“Migração ocorrerá em agosto”, afirma fundador do Ethereum sobre Proof-of-Stake

Vitalik Buterin, fundador do Ethereum, afirmou que a migração para Proof-of-Stake (PoS) acontecerá em agosto desse ano, caso não surjam novos imprevistos. Sua fala...
Marca de patada de urso em logotipos de diversas criptomoedas.

Altcoins podem cair 90% se o bear market continuar, aponta analista

Citando que as criptomoedas alternativas (altcoins) já caíram bastante, um famoso analista aponta que a queda pode ser ainda maior, de 90%. O motivo...