Ataques de mineração de criptomoedas caem no Brasil

-

Siga no
Ataque hacker
Reprodução
Anúncio

Em uma apresentação na 4.º live Intra Rede, organizada pelo NIC.br, Cristine Hoepers explicou sobre os ataques comuns na internet. De acordo com ela, no primeiro semestre de 2020, os ataques de mineração de criptomoedas tem caído no Brasil.

Gerente Geral do CERT.br/NIC.br, Cristine é uma profissional com experiência na área de segurança digital. O evento da última quarta (30/09) teve o foco de debater os principais ataques na internet hoje.

Com a mineração de criptomoedas sendo uma das maiores preocupações de analistas nos últimos anos, pelo menos no Brasil, os casos têm diminuído. Contudo, ataques contra IoT seguem aumentando no país.

No primeiro semestre de 2020, os ataques de mineração de criptomoedas caem no Brasil

Anúncio

Com às criptomoedas se tornando populares, hackers passaram a encontram um refúgio nessa tecnologia. Entre os vírus que têm sido criados, alguns tentam realizar a mineração de criptomoedas, principalmente em servidores.

No Brasil, entretanto, esta modalidade de ataques relacionados com criptomoedas tem caído. Isso é o que informa a especialista em segurança digital do Nic.br, Cristine Hoepers.

Em uma live na última quarta, Cristine apresentou quais são os ataques mais perigosos aos brasileiros hoje. O maior é o ataque de força bruta em credenciais, que visam atacar IoT e roteadores de banda larga.

A especialista lembrou que a maior parte dos ataques visam implementar bots em dispositivos. Dessa forma, ficaria fácil realizar ataques DDoS, sendo um caso em alta no Brasil.

Já a mineração de criptomoedas em ataques tem uma queda nos registros no primeiro semestre desse ano.

Ataques contra aparelhos inteligentes IoT seguem em alta

Os especialistas detectaram que um dos ataques que mais acontecem no Brasil hoje são contra IoT. De fato, aparelhos inteligentes, conectados a internet, são cada vez mais alvos de hackers.

Nos últimos dias, por exemplo, um hacker realizou um ataque contra uma cafeteira. O caso, que chamou atenção da comunidade de segurança, é apenas mais um exemplo dos riscos desses ataques.

Em sua palestra, Cristine deixou claro que houve um aumento desses ataques no Brasil em 2020.

Delegado que participou das investigações da Operação Attack Mestre também falou no evento

Outro tema abordado na palestra do Nic.br foi a Operação Attack Mestre que teve a 2.ª fase nessa semana. Com a prisão de um hacker famoso da deep web, um dos delegados que ajudou na prisão participou do evento.

De acordo com o delegado da Polícia Civil Alesandro Gonçalves Barreto, o cibercrime ainda é bastante lucrativo. No entanto, algumas operações que visam o combate a prática no Brasil registram sucesso.

Para Alesandro, a Operação Attack Mestre se destacou pela forma que atuou e pela prisão de dois suspeitos. O delegado deixou claro que a cooperação entre as Polícias Civis de Goiás e Tocantins foram importantes para conduzir a ação.

Na visão do delegado, após a Operação Attack Mestre, o problema foi mitigado e deverá ser um exemplo para outros hackers. A esperança é que ataques DDoS contra servidores diminuam no Brasil após essa operação.

Por fim, o delegado falou que empresas que sejam alvos de ataques devem registrar boletim de ocorrência assim que detectado. Além disso, é importante solicitar a abertura de um inquérito policial na divisão de crimes cibernéticos da Polícia Civil.

Assista o evento sobre segurança no Brasil na íntegra abaixo:

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Últimas notícias

Possível diretor da CVM destaca Bitcoin aquecido

Um possível novo diretor da CVM destaca que o Bitcoin atravessa um momento em 2020 bem aquecido e a autarquia está de olho. O...

PayPal entra no mercado de criptomoedas

O gigante dos pagamentos PayPal anunciou que vai entrar de vez no mercado de criptomoedas, a empresa vai permitir que seus clientes comprem, vendam...

PF pode usar blockchain para identificar pessoas

Uma ferramenta blockchain que identifica pessoas será apresentada para delegados da PF, que pode começar a usar solução caso interesse. Na tarde desta quarta-feira (21),...