Justiça marca audiência de Ronaldinho Gaúcho em caso de suposta pirâmide

Jogador é réu em ação de R$ 300 mi movida pelo Instituto Brasileiro de Defesa das Relações de Consumo

Siga no
Ronaldinho Gaúcho em Propaganda da 18K
Ronaldinho Gaúcho em Propaganda da 18K

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho  está atolado de problemas na Justiça. Na sexta-feira (6), ele foi preso no Paraguai por portar documentos falsos. O ex-craque segue detido na penitenciária Agrupación Especializada da Policia Nacional, em Assunção, capital do país.

Nesta semana, foi a vez do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás ir atrás do jogador, que é réu em uma ação coletiva de R$ 300 milhões que envolve a 18kRonaldinho, empresa que prometia rendimentos de até 2% ao dia em cima do capital aportado.

O processo foi motivo pelo Ibedec (Instituto Brasileiro de Defesa das Relações de Consumo), que representa 150 clientes que afirmam ser vítimas da empresa.

Justiça marca audiência para maio

A Justiça marcou uma audiência de conciliação entre o jogador, a 18KRonaldinho e as vítimas para o dia 22 de maio, às 14h30, no 1º Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania, em Goiânia (Goiás).

Segundo o juiz Abílio Wolney Aires Neto, em entrevista ao portal G1, o comparecimento do antigo craque é obrigatório, seja “pessoalmente ou por intermédio de representante”.

A redação do Livecoins ligou para o advogado Sergio Queiroz, que defende o ex-craque e seus familiares, mas ele não atendeu.

Entenda o caso da 18kRonaldinho

A 18KRonaldinho, que afirmava ser uma empresa de marketing multinível, prometia rendimentos surreais aos investidores. Desde outubro, no entanto, o negócio deixou de pagar os clientes.

No mês passado, Ronaldinho Gaúcho virou réu na ação coletiva da Ibedec. Os investidores pedem R$ 300 milhões. O ex-craque também está sendo processado por outra investidora, que alega ter perdido R$ 52 mil no negócio.

A 18kRonaldinho ainda é investigada pelo Ministério Público Federal, que recebeu diversas denúncias sobre a suposta atuação irregular do negócio. O Ministério Público de São Paulo também averigua o caso.

Ronaldinho e as pirâmides

Além da 18kRonaldinho, o ex-craque também se envolveu com a LBLV, acusada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) de captar clientes de forma irregular para realizar operações no mercado Forex (Foreign Exchange).

O ex-jogador era garoto-propaganda do negócio e aparecia em vídeos chamando os investidores. “Venham com a LBLV que nós vamos te treinar para ganhar”, dizia.

Em julho do ano passado, a autarquia determinou a suspensão de ofertas públicas da LBLV a investidores do país.

Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Rússia pode reconhecer criptomoedas como propriedade

A Rússia tem uma história bem conturbada com relação as criptomoedas, desde projetos de lei que pretendiam criminalizar os ativos até a proposta de...

Justiça manda bitcoin.org revelar quantos bitcoins brasileiro tem

A justiça do Estado de São Paulo expediu um ofício ao Bitcoin.org, considerado o site oficial do Bitcoin no mundo todo. O caso aconteceu...
BlackFriday-Bitcoin

Bitcoin com 20% de desconto na Black Friday

O bitcoin estará à venda com desconto nesta Black Friday, quando se espera que bilhões sejam gastos em todos os tipos de produtos e...

Últimas notícias

Justiça manda bitcoin.org revelar quantos bitcoins brasileiro tem

A justiça do Estado de São Paulo expediu um ofício ao Bitcoin.org, considerado o site oficial do Bitcoin no mundo todo. O caso aconteceu...

Bitcoin com 20% de desconto na Black Friday

O bitcoin estará à venda com desconto nesta Black Friday, quando se espera que bilhões sejam gastos em todos os tipos de produtos e...

Por que o Bitcoin caiu $ 3.000 em poucas horas?

O Bitcoin não conseguiu superar seu preço histórico e caiu rapidamente de $ 19.500 para menos de $ 17.000. A moeda digital chegou enfrentar...