Baleia institucional de bitcoin divide suas ações após valorização extrema

Tanto acionistas quanto short sellers estão lucrando com as voláteis ações da MicroStrategy.

A MicroStrategy, famosa por aportes bilionários em Bitcoin, anunciou nesta quinta-feira (11) que estará realizando um desdobramento de ações. Em outras palavras, cada ação será divida em dez, que serão distribuídas para seus acionistas.

A decisão acontece após os papéis valorizarem mais de 800% nos últimos quatro anos, principalmente pela valorização do Bitcoin. Isso porque a empresa detém 226 mil bitcoins em caixa, avaliados em R$ 72,4 bilhões ou a 57,6% de seu valor de mercado.

Dado isso, a MicroStrategy destaca que seu objetivo é deixar mais baratas, aumentando a acessibilidade para investidores e funcionários.

A mudança será realizada no dia 1º de agosto desse ano. De qualquer forma, o mercado já aprovou a notícia. No pré-mercado, as ações da MicroStrategy operam em alta de 6,3% nesta manhã de quinta-feira, atingindo o maior preço da semana.

Listadas na Nasdaq, ações da MicroStrategy (MSTR) operam em alta após anúncio de desdobramento. Fonte: Yahoo! Finance.
Listadas na Nasdaq, ações da MicroStrategy (MSTR) operam em alta após anúncio de desdobramento. Fonte: Yahoo! Finance.

Short sellers também estão lucrando com a MicroStrategy

Embora a MicroStrategy tenham dado um ótimo lucro para seus acionistas, até mesmo short sellers (vendedores à descoberto) estão no lucro. Segundo relatório publicado pela S3 Partners na segunda-feira (8), a MicroStrategy foi quem mais deu dinheiro a esses investidores que operam contra o mercado.

No total, eles ganharam US$ 1,1 bilhão ao operarem vendidos nas ações da MSTR. Na sequência aparecem gigantes da tecnologia como Intel, Supermicro e AMD, mas nenhuma supera esses números.

Do setor de criptomoedas, outra que aparece é a corretora americana Coinbase.

MicroStrategy lidera lucros dos short sellers. Corretora de criptomoedas Coinbase também aparece na lista. Fonte: S3 Partners.
MicroStrategy lidera lucros dos short sellers. Corretora de criptomoedas Coinbase também aparece na lista. Fonte: S3 Partners.

Isso porque esses investidores já estavam mirando na MicroStrategy há muito tempo, apostando indiretamente na queda do Bitcoin. A MSTR caiu 34% desde que atingiu o preço de US$ 2.000 em março, deixando esses vendedores com esse grande lucro.

Ações da MicroStrategy operam em forte alta no longo prazo, mas volatilidade também está fazendo short sellers lucrarem com as ações. Fonte: TradingView.
Ações da MicroStrategy operam em forte alta no longo prazo, mas volatilidade também está fazendo short sellers lucrarem com as ações. Fonte: TradingView.

De qualquer forma, a MicroStrategy está sendo uma ação muito negociada no mercado à vista. Faltando 5 meses para o encerramento do ano, a MSTR já detém um volume de US$ 238 milhões em 2024, o maior desde 1998, quando estreou na bolsa.

Como comparação, seu volume anual de 2019, antes de iniciar sua ‘estratégia Bitcoin’, ficou em apenas US$ 25 milhões.

Por fim, enquanto alguns usam a MSTR para obter exposição ao Bitcoin, outros fazem o contrário e as usam para especular quedas da criptomoeda.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias