Anúncio
Início Blockchain Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Device ID permitirá que usuários paguem contas do banco sem precisar acessar o aplicativo do banco.

-

Banco Central cria Device ID

Mais uma vez o Brasil sai na frente ao inaugurar um sistema interbancário através da tecnologia blockchain. O projeto é mantido pelo Banco Central do país e conta com a importante parceria da IBM. A tecnologia está sendo desenvolvida através do Hyperledger Fabric.

Um sistema interbancário poderá estreitar as relações entre os consumidor e bancos no Brasil. Além disso, o gerenciamento de informações via blockchain introduzirá algumas funcionalidades aos bancos, como um sistema de pagamento, por exemplo.

Device ID é lançado oficialmente pelo Banco Central

Conforme noticiou o Cointelegraph Brasil, o dispositivo permitirá que nove bancos sejam integrados a nova tecnologia desenvolvida pelo Banco Central do Brasil. Essa tecnologia foi intitulada de Device ID e promete ser o primeiro dispositivo interbancário já proposto por um banco central em todo o mundo.

O Device ID também contará com integração ao Sistema de Compensação de Pagamentos. Essa incorporação permitirá que os bancos sejam utilizados para pagamentos diretamente pelo usuário, através do Device ID.

O sistema de compensação de pagamentos funcionará de forma integrada entre o Device ID e os bancos participantes. Dessa forma, a agilidade no processo de compensação será garantida pelo uso da tecnologia blockchain.

Tecnologia blockchain ganha a CIAB Febraran

O Device ID foi oficialmente apresentado aos usuários nesta quarta-feira (12). A tecnologia foi lançada durante a CIAP Febraban. O evento é o maior da América Latina voltado aos bancos e contou com o lançamento do Dipositivo ID.

A tecnologia criada pelo Banco Central do Brasil é voltada para a utilização em smartphones. O Device ID permite que os aplicativos de nove bancos sejam integrados à tecnologia da plataforma.

A ideia de integração bancária através da tecnologia blockchain no Brasil é um fato inédito. Em entrevista ao ao CoinTelegraph, Joaquim Kiyoshi Kavakama falou sobre a iniciativa dos bancos em pesquisar soluções que envolvam a tecnologia blockchain. O diretor da Febraban afirmou que os bancos no Brasil decidiram se juntar para lançar o Device ID.

“Os bancos brasileiros estudam as aplicações da tecnologia blockchain há muito tempo, mas não estavam todos juntos”.

A CIAP Febraban aconteceu durante os dias 11 e 12 de junho de 2019. Além do lançamento do Device ID, outras iniciativas envolvendo a tecnologia blockchain tomaram conta da conferência. Dentre essas iniciativas teve até o lançamento oficial do escritório da Ripple no Brasil, um dos projetos apresentados durante a CIAP Febraban em São Paulo – SP.

Tecnologia blockchain como aliada de bancos brasileiros

A tecnologia blockchain já é amplamente divulgada como a melhor alternativa para pagamentos e transferências entre países distintos. Além disso, essa tecnologia permite mais transparência e segurança para dispositivos móveis, por exemplo.

O Device ID foi construído a partir da tecnologia blockchain. Somente esta tecnologia seria capaz de permitir o pleno funcionamento de um sistema integrado entre bancos brasileiros. Mas, a tecnologia blockchain representa também segurança para os usuários.

Um sistema de assinatura digital permite o funcionamento do Device ID. A tecnologia realiza a verificação e autenticação de informações dos usuários a partir das assinaturas digitais. Essas assinaturas permitirão que o usuário acompanhe as movimentações financeiras de sua conta, por exemplo.

O sistema de verificação de dados do Device ID pode proporcionar mais segurança com a assinatura digital. Sendo assim, esse sistema poderá impedir que crimes e movimentações financeiras não autorizadas aconteçam.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Avatar
Paulo José
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

MAIS LIDOS

Unick Forex: empresa pode ser condenada em novo processo judicial

A empresa Unick Forex está com problemas em pagamentos na plataforma. Esse atraso está fazendo com que usuários procurem a justiça em busca de...

2 indicadores de Bitcoin que você deveria prestar atenção

Existem centenas de indicadores que você pode utilizar em suas análises de Bitcoin. RSI, MACD, Médias Móveis, Bandas de Bollinger e por aí vai....

5 motivos mostram que Bitcoin viverá o melhor ano de sua história em 2020

O bitcoin deverá vivenciar um momento histórico em 2020. Para alguns analistas, o próximo ano deverá elevar o preço da criptomoeda para valores jamais...

Samsung adiciona suporte ao Bitcoin

Sediada em um dos principais países de olho no Bitcoin, a Samsung não poderia demorar a se voltar para a moeda digital. De fato,...

Nova Zelândia torna o Bitcoin legal para pagamentos de salários

Uma decisão do Departamento de Impostos da Nova Zelândia tornou o Bitcoin uma forma legal de pagar o salário de funcionários. De acordo com o departamento fiscal,...

Mais de R$ 70 milhões em bitcoins “somem” da Indeal

Investigações sobre o caso da Indeal revelam que mais de R$ 70 milhões praticamente sumiram das contas da empresa. À justiça, a Indeal alegou...

Escreva seu comentário:

1Xbit

Unick Forex: empresa pode ser condenada em novo processo judicial

A empresa Unick Forex está com problemas em pagamentos na plataforma. Esse atraso está fazendo com que usuários procurem a justiça em busca de...

2 indicadores de Bitcoin que você deveria prestar atenção

Existem centenas de indicadores que você pode utilizar em suas análises de Bitcoin. RSI, MACD, Médias Móveis, Bandas de Bollinger e por aí vai....