“Banco Central dos Bancos Centrais” diz que autoridades devem criar moedas digitais ‘o quanto antes’

O oficial do BIS também acrescentou que uma CBDC vai permitir uma infraestrutura financeira aberta que vai promover integração enquanto também beneficia a competição e a inovação, além de preservar o controle democrático de uma moeda. 

Com a “corrida pelas CBDCs” aquecendo em todo o mundo, principalmente com os Bancos Centrais tentando não ficar atrás das criptomoedas, uma das maiores autoridades financeiras do mundo, o Banco de Compensações Internacionais (BSI), incentivou ainda mais esse tipo de desenvolvimento, afirmando que autoridades e Bancos Centrais precisam desenvolver moedas digitais. 

Durante uma apresentação no The Eurofi Financial Forum em Ljubljana no dia 10 de setembro, o presidente do BIS, Benoît Coeuré, incentivou que as autoridades e bancos centrais precisam desenvolver suas próprias moedas digitais.

Ele informou que para que os bancos centrais possam competir com o setor de FinTech e com as iniciativas de pagamento empresariais do setor privado, os bancos centrais precisam desenvolver CBDCs (Moeda Digital do Banco Central, em português).

“Hoje o sistema financeiro está mudando bem embaixo dos nossos pés. As grandes companhias estão expandindo a presença deles no mercado de pagamento varejistas. As stablecoins estão batendo na porta, buscando aprovação regulamentar. As Finanças Descentralizadas (DeFi) estão desafiando a intermediação financeira tradicional. Isso trouxe diferentes questões regulatórias que devem ser respondidas rápida e consistentemente.” , disse Benoît.

 

BIS

Para o presidente do BIS, as CBDCs são uma das respostas para essas questões. Ele afirmou acreditar que uma CBDC bem desenhada e desenvolvida será uma forma neutra e segura para se tornar um meio de pagamento para esse novo ecossistema de pagamento.

O oficial do BIS também acrescentou que uma CBDC vai permitir uma infraestrutura financeira aberta que vai promover integração enquanto também beneficia a competição e a inovação, além de preservar o controle democrático de uma moeda. 

“O tempo já passou para os bancos centrais começarem a avançar. Nós temos que arregaçar as mangas e acelerar o nosso trabalho no desenvolvimento de CBDC. As CBDCs vão levar anos para serem lançadas, enquanto as stablecoins e criptomoedas já estão aqui. Isso faz com que seja ainda mais urgente começarmos com esses projetos.” , complementou o presidente do bis.

As CBDCs tem sido um grande ponto de discussão entre diferentes bancos centrais, até mesmo países como a Rússia, que possuem uma estância negativa em relação ao criptomercado, já anunciaram que estão pensando no desenvolvimento da moeda digital própria. 

O Brasil também considera o mesmo caminho, com anúncios desde o ano passado e discussões sobre o desenvolvimento do projeto atualmente.

Com isso temos uma verdadeira corrida dos bancos centrais para tentar manter suas moedas relevantes e competir com uma tecnologia que já existe a mais de 10 anos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias