Banco Inter bloqueia PIX para Binance e revolta clientes

Medida revoltou clientes do banco, que foram "orientados" a evitar enviar PIX para a corretora"

Cartão do Banco Inter próximo de aplicativo com símbolo do PIX em celular
Cartão do Banco Inter próximo de aplicativo com símbolo do PIX em celular

O Banco Inter partiu para o ataque contra a Binance, bloqueando PIX de seus clientes para a corretora de criptomoedas, o que causou revolta dos usuários que utilizavam o serviço.

Nos últimos dias, o Nubank já havia causado indignação em seus clientes que ficaram cientes de que a instituição financeira estaria bloqueando a compra de Bitcoin com cartão de crédito na Binance. Ou seja, bancos já começaram a mostrar que não estão dando suporte para a corretora.

Vale lembrar que no Reino Unido, o Santander bloqueou clientes de enviarem dinheiro para a Binance, medidas que afetam a liberdade financeira dos usuários e mostram que instituições estão impondo medidas restritivas duras para quem utiliza seu serviço e também negocia criptomoedas.

Banco Inter bloqueia envio para contas da Binance e avisa: “oriento que não tente refazer o Pix para esse destinatário”

Os bancos digitais surgiram no mercado como uma opção a mais para jovens que defendem a liberdade financeira e não tem mais necessidade/interesse de comparecer em agências.

Contudo, essas instituições também estão sendo apontadas de causar alguns problemas para jovens que negociam criptomoedas. O mais novo problema detectado por clientes da corretora Binance foi sobre o Banco Inter, que agora bloqueia o envio de PIX.

Inter Bloqueia Binance
Inter Bloqueia Binance

O PIX é um sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Bacen para melhorar a velocidade de envio de dinheiro em formato digital. Contudo, em seu lançamento o próprio presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, disse que esse nascimento era para fazer frente ao crescimento do Bitcoin.

Pelas redes sociais, usuários disseram que ao tentar realizar um PIX para a Binance pelo Inter, o erro que aparece é o “COD.PIXP62”. Segundo o próprio banco, ele indica que não foi possível processar o pedido.

Pelo Reclame Aqui, um cliente de Pernambuco do banco registrou uma queixa na última sexta-feira (11), dizendo que essa situação é lamentável e preocupante.

“Minhas transações simplesmente foram zeradas sem prévio aviso e sem nenhuma transparência. Me senti realmente penalizado, sem nenhuma oportunidade de realizar transações e ainda tendo de esperar 24 horas ou mais para fazer um pix, no qual eu tinha urgência, correndo ainda risco de acontecer o mesmo nas próximas transações que porventura eu venha a tentar realizar para quaisquer outras instituições caso o BANCO INTER não deseje fazer o pix para elas. Estou realmente muito decepcionado e realmente espero uma resposta plausível.”

Em resposta ao cliente, o Banco Inter disse que o bloqueio do PIX para a Binance não é aconselhado e que não será possível ser concluído pela instituição.

No Brasil, esse é o primeiro banco a interromper o suporte a Binance e zerar o limite de PIX de clientes que tentam realizar essa ação por 24 horas, com reclamações explodindo de usuários desse banco em redes sociais.

“Essa conta está indisponível para fazer transações e não será possível concluir o envio do Pix aqui pelo Inter. Ao tentar fazer essa operação, seus limites diários de transações foram zerados por 24 horas. Sendo assim, oriento que não tente refazer o Pix para esse destinatário, para que os seus limites não sejam reduzidos novamente.”

Medida exagerada?

Não é de hoje que os bancos brasileiros estão criando problemas para as corretoras de criptomoedas. Muitas delas já tiveram suas contas encerradas unilateralmente, com alegações de que os bancos não têm interesse comercial com essas fintechs.

Vendedores P2P de criptomoedas também estão registrando problemas com as instituições financeiras, indicando que a desconfiança não é apenas com empresas, mas também pessoas. Assim, no Cade está acontecendo uma disputa entre corretoras e bancos, por uma possível concorrência desleal.

De qualquer forma, restringir o acesso das pessoas a um mercado e empresas do setor é uma medida que pode soar exagerada. Isso principalmente em um contexto que envolve o crescimento do mercado de criptomoedas em todo mundo.

Como alternativa, usuários podem usar bancos digitais mais evoluídos e amigo das criptomoedas, como o Capitual, que além de grátis, ainda permite saques sem taxa na Binance.

A reportagem procurou o Banco Inter e questionou se o bloqueio do PIX para a Binance será restaurado em breve e o que causou isso, e recebeu na segunda-feira (15) a explicação sobre o caso.

“O Inter informa que o serviço está disponível para seus clientes. A instituição reforça ainda que o bloqueio de movimentações atípicas é feito de forma pontual, seguindo todas as regras de segurança.”

Procurada pelo Livecoins, a Binance disse que não tem nada a declarar sobre o caso do bloqueio do PIX pelo Inter.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias