Ex-BBB cai em possível pirâmide financeira e entra na justiça

Felipe Prior acusa empresa dessa vez!

Siga no
Big Brother Brasil BBB 2020
Big Brother Brasil BBB 2020

O ex-participante do Big Brother Brasil (BBB), Felipe Antoniazzi Prior, teria caído em um golpe de pirâmide financeira, conforme aponta processo aberto na justiça. De acordo com o processo de Prior, a empresa teria dado um golpe sério no arquiteto.

Já corre na justiça uma série de processos contra a Nova Consultoria e Investimentos e também Fasttur Turismo E Cambio Eireli. Ambas as empresas foram citadas no processo, que foi publicado no Tribunal de Justiça do estado de São Paulo.

No âmbito do processo, Felipe Prior, como é popularmente conhecido, pede rescisão de contrato. Além disso, pede que a empresa FastTur pague R$ 140 mil, como indenização e danos morais.

Pirâmide Financeira
Pirâmide

Ex-BBB caiu em possível golpe de pirâmide financeira, promessa de R$ 300 por dia

Os golpes considerados como pirâmide financeira são aqueles que prometem altos ganhos sobre um investimento. Além disso, muitos golpes prometem vultuosos retornos em pouco tempo como, por exemplo, 30% ao mês (corra).

Dessa forma, muitos investidores iniciantes acreditam ser possível ter retorno fixo e garantido em investimentos. No caso do arquiteto Felipe Prior, que participou na última edição do BBB, o caso foi outro.

De acordo com processo impetrado por Felipe Prior contra a empresa FastTur, um investidor que aportasse R$ 100 mil poderia ter um lucro diário de R$ 300. O lucro garantido, de 0,3% do aporte, era garantido por transações que as empresas realizavam com dólar, moeda norte-americana.

O investimento de Prior na FastTur teria sido realizado em 2019, antes mesmo da participação do BBB. Com isso, o ex-BBB, ao sair do reality show, foi atrás da empresa que acusa de operar um esquema de pirâmide financeira.

Pirâmide Financeira
Pirâmide Financeira

Várias reclamações e processos contra FastTur estão na justiça

A edição do Big Brother Brasil terminou na última segunda (27), dia em que Prior teve seu processo publicado pela justiça paulista. O arquiteto também pediu o benefício da justiça gratuita, contudo, terá que comprovar, com documentos, para ter atendido seu pedido.

Os advogados, de acordo com a Exitoína, afirmam na justiça que Felipe Prior está em séria dificuldade financeira. Por isso, o pedido de justiça gratuita foi feito.

“A situação vivida pelo requerente [Felipe Prior], atualmente, é extremamente grave, decorrente de todo processo de dificuldade enfrentada ao depositar, sem saber, toda a economia de uma vida em um esquema de pirâmide, o qual foi vítima”

Pirâmide
Pirâmide

Em outro ponto, Felipe Prior pede na justiça que seu contrato com as empresas FastTur, Nova Consultoria e AVL Administração de Bens seja rescindido. O ex-BBB alega ter depositado na época R$ 100 mil nas contas das empresas.

Entretanto, no processo, Felipe Prior pede R$ 140 mil de indenização por danos morais. De acordo com a Suno, a FastTur já tem mais que 190 processos na justiça, sendo que até o Ministério Público já investiga a empresa.

CNPJ de empresa é relacionado com agência de viagens

O CNPJ da FastTur, que o ex-BBB Felipe Prior acusa de operar um esquema de pirâmide financeira, é de uma agência de viagens. Contudo, a empresa supostamente oferecia investimentos com a negociação de dólares, comprados diretamente do Banco Central do Brasil.

No Reclame Aqui, uma série de reclamações também apontam as empresas como pirâmides financeiras. Em algumas respostas, a Nova Consultoria, citada por Prior, diz não ter mais relações com a FastTur, também apontada no processo. Ambas as empresas teriam relação, segundo inúmeros processos que correm na justiça.

De fato, quando uma empresa oferece rendimentos garantidos, em dólar, Bitcoin ou qualquer outro ativo de renda variável, o final da história é certamente negativo. Nos últimos anos o Brasil tem visto um forte crescimento de pirâmides financeiras, prometendo rendimentos de várias formas, de energia solar até óleo de maconha.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Milhares de executivos participarão de conferência Bitcoin da MicroStrategy

A MicroStrategy abrirá o código de seu playbook Bitcoin em uma das conferências mais importantes da história da moeda digital a ser realizada no...

As pessoas estão obcecadas por Bitcoin? A psicologia explica

O Bitcoin voltou a ser “o centro das atenções” após ultrapassar seu recorde de 20 mil dólares. A moeda digital registrou um novo recorde...
Bandeira do Brasil em teclado

Dados pessoais de brasileiros à estão venda na deep web

Após o anúncio do vazamento de dados pessoais de praticamente todos os brasileiros, agora a novidade é que as informações estão à venda na...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

As pessoas estão obcecadas por Bitcoin? A psicologia explica

O Bitcoin voltou a ser “o centro das atenções” após ultrapassar seu recorde de 20 mil dólares. A moeda digital registrou um novo recorde...

Dados pessoais de brasileiros à estão venda na deep web

Após o anúncio do vazamento de dados pessoais de praticamente todos os brasileiros, agora a novidade é que as informações estão à venda na...

Melhor hora de comprar Bitcoin é quando ninguém fala sobre isso, diz um dos primeiros investidores

Provavelmente uma das principais dúvidas dos investidores novatos e também dos veteranos é sobre qual a melhor hora para comprar Bitcoin. Há quem diga...

Empresa vende todos bitcoins que tinha por causa de medo do “gasto duplo”

A NexTech AR Solutions, uma empresa que fornece soluções de realidade virtual disse que vendeu seus 130 bitcoins depois de ler uma notícia falsa...

Empresa vai guardar criptomoedas confiscadas pela polícia

As criptomoedas são moedas digitais que são guardadas em carteiras próprias. No Reino Unido, a polícia preferiu contar com a ajuda de uma empresa,...