Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

O ex-executivo do Facebook foi um dos primeiros investidores em Bitcoin e diz que quer manter o status da Califórnia como um centro de tecnologia.

Siga no

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia. Ele é um conhecido touro e defensor do Bitcoin, que afirmou em várias ocasiões que a moeda digital é uma parte importante da carteira de investimentos de todos.

Chamath publicou um site sobre sua candidatura onde descreve suas propostas de governo. Ele propôs zerar os impostos no estado, aumentar os salários dos professores e introduzir benefícios para cada recém-nascido.

“A Califórnia é uma bagunça: é muito caro, nossos professores são mal pagos e nossas escolas não são boas o suficiente”.

Entre suas propostas ele diz que vai aumentar as receitas estaduais de US $ 150 bilhões para US $ 300 bilhões apenas por meio do crescimento econômico.

A próxima eleição para governador na Califórnia será realizada em novembro do próximo ano, então Chamath tem quase dois anos para se preparar.

“Vamos fazer da Califórnia o centro global de todos os empregos em tecnologia e clima.”

Chamath argumenta que a inovação tecnológica é a chave para gerar mudanças, e ele quer fazer da Califórnia o centro mundial para todos os trabalhos sobre desenvolvimento tecnológico e mudança climática.

Ele é conhecido por ter opiniões liberais, embora até o momento não seja membro de nenhum partido político específico. A Califórnia é o estado dos EUA com o maior PIB e há muito tempo é o centro tecnológico do mundo, graças ao seu famoso Vale do Silício. 

O ex-executivo do Facebook foi um dos primeiros investidores em Bitcoin e diz que quer manter o status da Califórnia como um centro de tecnologia. Ele declarou: “Vamos fazer da Califórnia o centro global de todos os empregos em tecnologia e clima, realinhando nossos incentivos em vez de afastá-los”. 

Ele disse que vê o Bitcoin como um seguro contra a incerteza econômica e que seu preço pode subir para US$ 200.000 nos próximos cinco ou dez anos. De acordo com um artigo da Forbes de abril de 2020, Palihapitiya comprou Bitcoin em 2013, quando o preço estava em torno de US$ 80 por moeda, e ele afirma que possuía cerca de 5% de todo o estoque de Bitcoin.

No ano passado, a empresa de Palihapitiya, Social Capital, também expressou apoio ao mercado de criptomoedas por meio de um novo empreendimento chamado Emerging Managers.

Tuitando sobre isso, o investidor descreveu alguns problemas que novos investidores podem enfrentar quando estão começando, incluindo construir uma base de capital sem um histórico, estabelecer uma infraestrutura cara, encontrar parceiros e dominar o aspecto mental de investir.

Chamath tem 44 anos, nasceu no Sri Lanka, mas cresceu no Canadá antes de se mudar para os Estados Unidos. Ele começou sua carreira na AOL, na divisão de mensagens instantâneas, antes de mudar para o Facebook, onde supervisionou o crescimento da empresa.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Leão. Imagem: Shutter Stock

Receita Federal dos EUA já apreendeu R$ 6,21 bilhões em criptomoedas em 2021

Assim como acontece aqui no Brasil, órgãos governamentais realizam leilões de objetos e bens apreendidos de irregularidades fiscais, processos de falência e muitos outros....
Moedas Monero movidas

Após prisão de desenvolvedor da Monero, milhares de moedas são movidas

Após a prisão do desenvolvedor da criptomoeda Monero, Riccardo Spagni (Fluffy Pony), os administradores do Fundo Geral da moeda moveram milhares de XMR para...
Jair Bolsonaro

Bolsonaro diz que 99% das pessoas não sabem o que é o Bitcoin

Jair Bolsonaro (Sem Partido) participou de uma entrevista com a Rádio 96 FM, do Rio Grande do Norte, onde falou que 99% dos brasileiros...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias