Binance está preparada para dez anos de mercado de baixa, diz Changpeng Zhao

Em relação ao setor judiciário, Zhao se defendeu das acusações da mídia, apontando que não existe nenhuma investigação por parte de governos. De qualquer forma, mostrou-se amistoso ao afirmar que a imprensa possui total liberdade de expressão.

Changpeng Zhao, CEO da Binance, em conversa com o Yahoo Finance.
Changpeng Zhao, CEO da Binance, em conversa com o Yahoo Finance.

Para Changpeng Zhao, também conhecido como CZ, o atual mercado de baixa das criptomoedas pode durar dois anos. Entretanto, o bilionário apontou que a Binance está preparada para sobreviver por uma década mesmo se sua previsão estiver errada.

Sua declaração é baseada nos ciclos anteriores do Bitcoin que, em média, passou dois anos em baixa e outros dois em alta, podendo repetir este padrão em breve, principalmente com a chegada do próximo halving.

Indo além em sua conversa com o Yahoo Finance, o CEO da Binance também comentou sobre como a regulação do setor pode ajudar o mercado. Apesar disso, aponta que isso não resolverá todos os problemas da indústria.

CEO da Binance fala sobre fim do mercado de baixa das criptomoedas

Ao ser questionado sobre quando será o próximo mercado de alta, Changpeng Zhao aponta que as criptomoedas vivem em um ciclo e espera que o padrão se repita. Segundo o bilionário, tais ciclos são liderados pelo Bitcoin, maior ativo do setor.

“Historicamente, vimos o mercado andar em ciclos a cada quatro anos. Geralmente são dois anos de bear market e dois de bull market.”

Embora acredite que exista uma grande probabilidade disso se repetir, o CEO da Binance nota que isso não é uma garantia e que padrões passados podem mudar.

“Nos preparamos para o pior cenário, se este for um mercado de baixa de 10 anos, nós estaremos bem.”

Sobre a expansão da corretora, CZ comenta que a Binance ainda tem “pólvora seca” guardada, afirmando que planeja contratar mais 2.000 funcionários. Finalizando, aproveitou para novamente zombar de concorrentes que torraram milhões em anúncios no Super Bowl.

Regulação ajuda, mas não faz mágica, afirma Changpeng Zhao

Em relação ao setor judiciário, Zhao se defendeu das acusações da mídia, apontando que não existe nenhuma investigação por parte de governos. De qualquer forma, mostrou-se amistoso ao afirmar que a imprensa possui total liberdade de expressão.

“Mantemos uma comunicação aberta e muitos reguladores querem aprender com nós, pois somos o maior player do mercado.”

Alguns destes órgãos incluem o Ministério Público e a Polícia Federal do Brasil, ambos recebendo treinamento da Binance sobre como lidar com crimes com criptomoedas.

Por fim, CZ afirma que sente falta de uma clareza regulatória. Todavia, nota que regulamentação não fará milagres, apontando que mercados tradicionais também enfrentam falências, quedas e outros tipos de inconvenientes.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias